28 novembro 2011

Vi: Amor a toda prova


Alguns filmes a gente vai ver sem saber ao certo se vai curtir ou não. Outros a gente já sabe que vai gostar.

Amor a toda prova (Crazy stupid love, EUA, 2011) está entre os segundos. Porque tem um monte de ator que eu gosto, porque o trailer era fofo, porque a história eu já sabia ser bonitinha...

Eu reluto em chamar o filme de comédia romântica porque tem praticamente nada de comédia - mais drama até - e muito romance. Dando uma resumida na história, sem entregar muito: Cal - Steve Carell - é o marido que recebe, surpreso, a notícia dada pela própria esposa, Emily - Julianne Moore - que dormiu com um colega de trabalho e que quer se separar. Cal, desiludido, acaba conhecendo em um bar o bonitão pegador Jacob - Ryan Gosling - que dá uma ajeitada no visual e na auto-confiança de Cal, ao mesmo tempo que conhece Hanna - Emma Stone - e começa a repensar sua vida de garanhão. E ainda tem o filho de 13 anos de Cal e Emily apaixonado pela babá de 17...

O filme poderia ser mais curto - são quase 2h - e em alguns momentos é meio lento, mas, no geral, as histórias todas são tão bonitinhas, os diálogos divertidos e mesmo os clichês são perdoados.

Filme simples, simpático, bonitinho. Gostei mesmo.

3 comentários:

  1. Olá Sheila!
    Gosto de filmes, porém só assisto quando tenho certeza que vou gostar. (risos)
    Boa semana!

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso.” (JefhCardoso)

    Convido para que leia e comente “Givanildo Casa Grande” em meu blog http://jefhcardoso.blogspot.com/
    Abraço de um blogueiro navegante!

    ResponderExcluir
  2. Amei este filme! Vi duas vezes! É tudo isso que você falou, com alguns clichês, mas totalmente perdoáveis! E esse Ryan Gosling, hein? :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Jefferson,

    Andei esses dias pelo seu blog, lendo seus contos. gostei muito :))

    _____

    Lanny,

    Gostei muito do filme e tá no notebook ainda - geralmente vejo e já deleto pra deixar espaço pro próximo - e pretendo revê-lo com minha mãe.

    P.S. O Ryan Gosling é tudo de bom e um tiquinho mais... (suspiros)
    _____

    Beijocas.

    ResponderExcluir