28 abril 2010

Sounds like a melody - Randy Bush


"The ringing of your laughter
it sounds like a melody
to once forbidden places
we'll go for awhile"

(É pra ouvir o vídeo, não pra vê-lo, tá?)

Escutei essa música, que adoro, hoje no rádio - em meio as 5.242.544 canções bregas que tocavam.

27 abril 2010

Notícias de Estreito (2)

Gente, que calor! Hoje minha irmã contou que chove há 5 dias em Foz. Mesmo sabendo de tudo de chato que vem com tanta chuva, queria estar no friozinho e na chuva.

***

Ontem fizemos um passeio delicioso a uma espécie de balneário chamado Cachoeira do Itapecuru. Aqui na região - principalmente na região da cidade de Carolina - tem cerca de 200 cachoeiras para serem visitadas.

Lá em Itapecuru são, na verdade, duas cachoeiras que desaguam formando uma piscina natural antes de seguir o curso do rio. Tem uns pedaços mais rasos, tem uma prainha com areia em uma margem e tem restaurante, bar, uma infra-estrutura boazinha - só a infra-estrutura humana que é bem precária.

Ficamos o dia inteiro. Aproveitei bastante e voltei queimada e cansada de ficar na água e brincar com os sobrinhos, mas valeu a pena porque foi muito, muito gostoso!

***

Por falar em estrutura humana... acontece algo bem chatinho aqui: o atendimento em toda parte é, no geral, bem ruinzinho. Como definiu uma amiga da minha mãe hoje, as pessoas não fazem questão que você compre o que elas vendem. Sim, encontramos pessoas gentis, vendedoras simpáticas, mas é raro. O mais comum é antipatia e pouco-caso. Das lojas ao balneário, passando pelo supermercado e pelo restaurante mais frequentado pelos meus pais. Uma pena. Pra eles!

***

Queria escrever um post sobre as diferenças tão explícitas entre aqui e Foz. Entre o interior do Maranhão e o interior do Paraná. Quem sabe eu coloco a idéia em prática proximamente - mas eu ando com tantos posts pendentes que tenho vergonha de prometer falar de qualquer assunto! - mas posso adiantar que, como pode parecer óbvio para alguns, as coisas são muito diferentes entre os dois lugares. Quando a gente viaja vê quantos Brasis existem dentro do Brasil!

***

Momento mulherzinha: falei há algum tempo do Blot da MAC e vou confessar que é o único item de maquiagem que tenho conseguido usar no calor que faz aqui. Ele tem me ajudado a controlar a oleosidade da pele e descobri que o bichinho é bom mesmo, viu? Pena que seu efeito não dure muito. Mas não o culpo: minha pele e o calor constante são os culpados!

E eu falei também, aqui, de cremes de tratamento noturno pra cabelo e disse que não tinha gostado/me acertado com o da L'Oréal, o Elsève Nutrição. Retiro o que disse: ontem usei-o em mim e na minha mãe para dar uma tratada na gandeia depois de um dia no sol e dentro d'água e adorei como meu cabelo amanheceu macio. Ele é bom, gente. como a Mel já tinha atestado nos comentários do post em que falei dele.

***

E por hoje é só porque não quero deixar esta postagem longa demais. Numa próxima vez conto otras cositas.

Ah, pra quem perguntou: minhas pernas estão menos emperebadas sim. Nada que um anti-estamínico e repelente usado até pra dormir não ajudassem a resolver.

22 abril 2010

Notícias de Estreito (1)

Definitivamente eu sou muito apetitosa... para os mosquitos e demais criaturinhas que picam! Comecei a contar quantas marcas tinha nas pernas e desisti quando cheguei na 51ª só na perna direita. Juro! Impressionante!!


Segundo minha cunhada é porque minhas pernas são muito brancas. Mas eu não consigo fazer nada quanto a isso, por mais que tente. se tomo sol, minhas pernas e minha barriga - caso tenha coragem de expô-la - nunca, nunquinha se bronzeiam. Minhas coxas chegam a queimar, ficarem vermelhas e ardidas, mas cor que é bom... necas de pitibiriba!

***

Provavelmente a coisa mais gostosa e mais atraente daqui é a profusão de prainhas, balneários e afins que tem. Estreito fica na divisa do Maranhão com Tocantins. Ontem descobrimos um balneário por lá onde os meninos tomaram banho e a minha cunhada, minha mãe e eu refrescamos os pés na areia úmida. Depois nos falaram de outros dois balneários que fomos conhecer e devemos voltar proximamente. E tem ilha, e tem beira de rio... Muito gostoso.

***

Quem ainda não sabe meu problema com o calor levanta a mão!

Não gosto. Se não evitasse a palavra, diria que detesto!

E aqui tá quente pra caramba! Moooito quente! No Nordeste o inverno é a época de chuvas. E isso até que tem mas, ao contrário do que acontece em Foz quando chove a noite inteira, por aqui, no dia seguinte, tá quentão do mesmo jeito.

***

Pra compensar o calor infernal, o céu da região é lindo! De dia mesmo! Azulíssimo, salpicado de nuvens branquinhas... Muito bonito mesmo!

***

Anteontem - e até por conta do que contarei agora rolou o passeio em Tocantinópolis, cidade em Tocantins - aconteceu uma coisa muito triste: meu sobrinho mais novo derrubou uma cadeira bem em cima do pescoço do gatinho de uns 30 dias que tinham ganhado dois dias antes. Tentei socorrê-lo mas o pescocinho estava quebrado. Enquanto eu me assustava e saía com ele nas mãos, meus sobrinhos gritavam e choravam. Pedi a Deus que tivesse piedade e não deixasse aquela criaturinha tão pequenininha sofrer e logo ele morreu. Os meninos ficaram muito abalados. Ainda estão. Hoje choraram ao lembrar de tudo e eu também me emociono ao contar aqui porque a imagem do sofrimento dele deve custar um tiquinho a sair das nossas memórias...

***

Tô sofrendo uma overdose de música brega, ou tecnobrega. Tem gente que amaria estar aqui ouvindo o repertório - oi Duco! rsrs - mas não é pra mim. O pior é que é tudo no volume máximo que os vizinhos moleques da minha mãe escutam! Tem hora que a gente tem que conversar no grito!

Ouvindo as coisas mais pavorosas que as tocadas pelo Calcinha Preta, Joelma e Calypso são coisa maravilhosa!

(Eu gosto de umas coisas da banda dela, outras me fazem rir muito. E aí gosto também!)

***

Por fim, pela primeira vez pintei meu cabelo por conta dos fios brancos. Resisti o máximo que pude mas, aos 35 anos e incomodada com um ninho de cabelos grisalhos que todo mundo diz que só eu vejo - mas estão ali, bem no côco da cabeça! - resolvi pintar de "chocolate". Sempre quis ter o cabelo "chocolate" - meninos, é um tom de castanho, tá? não o doce - e acabei descobrindo que já tenho o cabelo chocolate porque a cor não mudou muita coisa.

Gostei, mas da próxima vez vou arriscar um tom um tiquinho mais claro...

***

E por enquanto é só pessoal. No Twitter eu acabo sendo mais presente estes dias porque por lá a coisa tem que ser breve - ao contrário do que se tornou esse post aqui.

Até a próxima!

19 abril 2010

Rapidissíssimas (10)

Finalmente começaram minhas férias com cara de férias. Tô na casa dos meus pais desde sábado à tarde, depois de uma viagem tranquila, com 2 conexões.

Como o título do post diz, este aqui é rapidissíssimo mesmo porque ontem fui convidada a fazer uma palestra na Casa Espírita que minha mãe frequenta aqui e tô no meio dela.

Só passei mesmo pra um "oi" e desejar boa semana, deliciosa semana, pra quem parar por aqui pra uma lidinha.

:**

14 abril 2010

35... 35!? 35!!


Esses dias um amigo completou 40 anos e perguntei se ele se sentia com 40 anos. Ele disse que não sabia, na verdade, como deveria se sentir nessa idade.

Também não sei como devo me sentir completando 35 mas me sinto bem, apesar das minhas inquietações - que são até salutares. Talvez eu pensasse que seria diferente quando chegasse ao meio dos 30. Sei lá!

Eu tô feliz. Apesar das dorzinhas e preocupações, eu tô feliz. Cada vez mais eu sei quem sou e o que quero. Quero paz, quero amor, quero saúde; para mim e pros que amo. Quero satisfação profissional, quero cada vez mais saber o que quero! Complicado? Difícil? Impossível? Acho que não, só depende de mim.

Então, feliz aniversário pra mim. Que não me falte visão e compreensão e nem coragem para buscar o que quero :)

Conversando com os sobrinhos

Hoje - ou ontem, dia 13 - foi aniversário do meu cunhado e fomos jantar lá com eles - delícia de comida: lasanha, maionese de leite, salada temperadinha de alface e arroz, mas arroz eu deixo pra comer em casa!

Bom, depois da janta, fui pro quarto dos sobrinhos - um de 7 e outro de 5 anos - ver o dvd do Mr. Magoo com o qual presenteei eles e olhem um pedacinho da conversa:

Eu: Adivinha de quem é aniversário amanhã!
Gabriel, o mais velho: Seu! Quantos anos você vai fazer?
Eu: 35.
Felipe, o mais novo: hmmm... você já pode dirigir agora!

(hahaha) Me senti completando 18 anos!

13 abril 2010

... y otras cositas (13)

Edição 13 do ... y otras cositas no dia 13!

Aff, ando com o tempo tão corrido que nada tem a ver com o clima de férias! Desde quinta-feira passada tenho acordado bem cedo - pra quem tá de férias, com climinha friozinho, 8h é bem cedo, rsrs - pra tentar resolver coisas pendentes minhas e do meu irmão: levando roupas no conserto, levando ele pra fazer Título de Eleitor... Não tem como não aproveitar este tempo pra resolver questõezinhas que o dia corrido nosso, quando estou trabalhando, nos impedem de fazer.

***

Acho que, finalmente, agora posso ser chamada de professora: arranjei um aluno para aulas particulares de Português. Ele é um engenheiro turco que trabalhou um tempo no Haiti - antes do terremoto - e em Trinidad e Tobago e que, passando por Foz e esperando a resolução de uns problemas com seu passaporte, resolveu aprender português. Tô gostando, ele é esperto, aprende rápido e, principalmente, é experiência que eu tô ganhando.

Outra guria já apareceu, agora interessada em aulas de Espanhol. Ainda não me respondeu depois que passei os valores.

***

Os gatinhos da Kitty de Nazaré começarão a ser dados essa semana. Estão tão fofos e engraçadinhos que tô com dozinha. Felizmente todos praticamente já têm donos - só uma que está esperando a possível dona se recuperar de uma cirurgia - e tudo gente boa, que gosta mesmo de gato.

***

Eu tenho uma prima que, quando era criança, passava mal antes de viajar, de ter febre e tudo. Um médico diagnosticou ansiedade.

Não passo mal nem nada, mas fico muito ansiosa também antes de viajar. A ficha só começou a cair ontem e fico pensando direto que, em poucos dias já estarei lá.

(que em poucos também já estarei de volta, não quero pensar :(


***

E, por conta da viagem, ontem rolou ida ao Paraguai. Cansativérrimo! Fui comprar as coisas que o meu irmão Lucas encomendou e, como tinha uma câmera fotográfica no meio - gente, linda, Olympus e custando só US$ 111!! -, resolvi declará-la com outras coisas compradas.

Então, como contei pra Lanny em um comentário, isso de declarar é obrigatório pra quem compra menos do que os US$ 300 de cota de compras sem impostos. Acima disso tem que legalizar a mercadoria, pagar 50% sobre o valor que excede a cota e tals. E abaixo tem a tal declaração, a DBA - Declaração de Bagagem Acompanhada. Ontem, justo ontem, a fila tava gigante. Fora a grosseria de TODOS os funcionários, dos da Receita Federal até os digitadores terceirizados. Mas, entre mortos de cansaço e feridos com pés doendo dentro dos tênis, salvaram-se todos.

***

Amanhã completo 35 anos. Tenho sentido uma mistura de emoções, de alegria a tristeza, sentimento de derrota. Obviamente, tenho tentado ficar com os pensamentos positivos, mas não é muito fácil porque fico pensando em o tanto de tempo que já vivi e o que não construí - nem família, nem trabalho que me realize, nem o homem amado comigo, nem tranquilidade financeira...

Bom, mas amanhã rolará um bolo aqui - aliás, preciso ir encomendar! -, salgadinhos e refri para quem aparecer. Convidei gente amada "de fora" - alguém mais se refere a pessoas de outras cidades como "de fora"? rsrs - mas acho que não virá.

***

Eu tenho visto tanto, mas tanto filme bacana! Eu sei que já contei isso e falei que ia postar comentários dos filmes e tô com vergonha de quem ficou esperando, mas sabe quando não calha de coincidir vontade com tempo?

A maioria eu vi em casa mesmo, mas fui ver Chico Xavier no cinema duas vezes semana passada, uma sozinha e outra com duas evangelizandas minhas - eu gosto de ir no cinema sozinha. Tudo bem que nem fiquei tão sozinha porque encontrei uma ex-evangelizanda com a mãe. O filme, inclusive, gerou uma discussão bem gostosa com um colega da lista de cinema da qual faço parte. Quem quiser ler no blog do Sílvio, eis o link.

***

E é isso, que eu já escrevi demais e preciso dar uma atenção à casa, agora.

Até a próxima!

08 abril 2010

Momento Espírita: Autógrafo de Deus



Autógrafo é a assinatura original, de próprio punho, do autor de alguma obra.

Assinam seus quadros os pintores. No entanto, melhor do que a sua assinatura, o que diz se o quadro é verdadeiramente daquele pintor é o seu estilo.

Quem quer que se aprofunde pelo conhecimento da arte, poderá, ao admirar uma tela, afirmar do seu autor. E identificar, inclusive, se for o caso, a que período da vida artística daquele pintor corresponde.

Quem escreve um livro, define-se por uma forma de escrever e, a partir daí passará a ser conhecido. Naturalmente, coloca seu nome na obra.

Mas, mais do que isso, identifica-se pelo estilo e a forma com que desenvolve o seu pensamento, ao transpô-lo para o papel.

Cada artista tem sua maneira peculiar de se identificar no seu trabalho.

E é assim que Ele é conhecido e admiradas as Suas produções, através dos tempos.

Quando nossos olhos se extasiam ante a prodigalidade da natureza; quando nossos ouvidos se deliciam com os sons dos rios cantantes, com o murmúrio da fonte minúscula, com as águas que descem pelas encostas, despejando-se ruidosamente de alturas; quando o vento flauteia uma canção entre os ramos ou agita com violência o arvoredo; quando o sol se pinta de ouro e tudo enche de luz por onde se espraia; quando o céu se faz de tonalidades mil, indefiníveis, num amanhecer indescritível; quando tudo isso acontece, todo dia, a cada dia... procuramos o autor. E a assinatura.

O inacreditável do grandioso e das coisas minúsculas – tudo obedecendo a idêntico esmero, diz-nos da qualidade do artista.

A diversidade de tons, de sons nos fala de um Alguém superlativamente criativo pois que, há bilhões de anos, não reprisa um pôr de sol, nem o cristal da gota de orvalho, nem a combinação dos gorjeios da passarada.

Cada dia tudo é diferente. O sol retorna, as nuvens se espreguiçam, a pradaria se estende, alongando sua colcha de retalhos de cores diversas, bordadas cá e lá de flores miúdas... mas nada é igual.

As folhas nas árvores estão em número maior ou menor, a sinfonia das águas acabou de ser composta, os pássaros balançam-se em outras ramagens.

Sim, o artista responsável pelo concerto do dia e da noite é extraordinário.

Os homens afirmam que jamais O viram. Mas todos podem admirar Sua obra. Mesmo aqueles que Lhe negam a existência.

Esse artista inigualável assina a delicadeza das manhãs com o pincel da madrugada.

Podemos descobrir Seu autógrafo na tela do firmamento, no brilho das estrelas.

Podemos descobrir Sua escrita nas flores dos campos, dos jardins, das montanhas.

Ele é tão grande que a tela onde cria as Suas maravilhas vive em expansão.

Mas onde Esse artista coloca Sua mais especial assinatura é na essência de cada um dos filhos que criou.

Ela está em cada um de nós e se chama Imortalidade.

Pense nisso. Você é o mais especial autógrafo de Deus.

Redação do Momento Espírita.
Em 08.04.2010.

07 abril 2010

Esclarecendo: Mais bonita e Mais bonita NOT

A Cris deixou um comentário no post anterior e achei que eu precisava esclarecer uma coisa: são dois tipos de postagem: o Mais bonita e o Mais bonita NOT.

No Mais bonita estão as coisas de beleza que usei/uso e gosto.

No Mais bonita NOT, o que não curti.

Os cremes de tratamento noturno, especialmente o da Pantene, eu adorei. O brilho labial da Avon não gostei.

Anyway, o blog não é de beleza, mas calhou dos últimos posts serem sobre o assunto...

Mais bonita NOT (1): Paleta de brilho labial Avon


Depois que comprei essa paleta de brilho labial resolvi criar essa linha de posts pra contar das coisas não tão legais de beauté que usei. E que não gostei, óbvio.

Surgiu então o Mais bonita NOT.

Vamos ao que aconteceu: quando essa paleta foi lançada - em duas versões de cores - eu fiquei apaixonada e quis muito. Mas aconteceu da minha revendedora - uma daquelas lojas que vendem Avon e Natura - não ter e da paleta não voltar a aparecer nas revistinhas da Avon.

Agora voltou para o Dia das Mães com o lápis de esfumar por R$ 39,90. Quando foi lançada ela custava R$ 29,90 - preço que, com qualidade, seria justo, são 8 cores, e o lápis custa uns R$ 15. Eu já tenho o lápis, mas resolvi dar uma olhada quando a guria da loja me ligou. Gostei do estojo - é muito lindo! - e decidi levá-lo e dar o lápis pra minha cunhada que vou visitar em breve - com os olhos verdes que ela tem, o lápis esfumado ficará muito lindo.

Mas falando do brilho labial... Decepcionante! Porque não virou cor nenhuma. Ou melhor, deu uma coloridazinha humilde. Com mais produto e misturando uns dois tons até que aparece alguma coisa, mas é pouca cor e pouco brilho. Eu insisti no brilho labial em negrito, para destacar que não é batom e nem gloss. Nem dá corzona, nem brilha horrores - é corzinha e brilhinho.

Vou usá-lo, claro. Mas não compro mais. Caso volte a ser vendido.

05 abril 2010

Mais bonita (3): Cremes para tratamento noturno nos cabelos

Acreditando no que andei lendo em alguns blogs - e no que a Penélope Cruz fala na propaganda do Elsève Nutrição na tevê - comprei esses dois cremes para tratamento noturno.

O primeiro foi o Pantene Pro-V Restauração. Por cerca de R$ 9,00, comprei-o bastante cética sobre não manchar as fronhas e não deixar o cabelo melequento. Mas o creme é muito bom mesmo! Passo normalmente no cabelo ainda úmido - pode ser seco também - e, quando o uso, não passo condicionador. Acordo com o cabelo com um cheiro delicioso e super-macio. Gosto muito dele.

Aí semana passada comprei o da L'Oréal, o Elsève Nutrição por mais ou menos o mesmo preço que o outro. Eu não pretendia usá-lo no dia e então lavei a cabeça e usei condicionador. Como resultado, achei que o cabelo não amanheceu muito diferente de quando simplesmente durmo com ele molhado, sem nada - ah, sei que não devia, mas faço isso vez ou outra :$.

Fico com o Pantene mas quero testar mais uma ou duas vezes o Elsève nas mesmas "condições" em que uso o Pantene porque ainda espero que nos acertemos.

A sacada desses cremes de tratamento noturno é bárbara. Ainda mais pra quem, como eu, tem preguiça de demorar demais em cuidados de beauté.

____
Imagem: http://www.adrianeboneck.com.br/

04 abril 2010

Sobre a Páscoa


Então... Como Espírita, não celebro a Páscoa como o dia em que Jesus ressuscitou. Mas calma, nada de choques: como eu posso comemorar a ressurreição dele se não acredito que ele morreu? Exatamente: crendo na reencarnação, o que acredito é que Jesus deixou o seu corpo aqui na Terra, não sua vida.

Mas, vivendo em um país de maioria católica, cresci me apegando a costumes comuns, como não comer carne na Sexta-feira Santa. Não consigo, me sinto mal se comer. E também me sinto culpada se escuto música, por exemplo. Porque foi um dia de sofrimento para os que seguiam o Cristo, foi um dia de dores para Maria de Nazaré, mãezinha tão amorosa, para o fiel João, moleque ainda, único apóstolo que o seguiu e a quem Jesus pediu que cuidasse de Maria, para Maria Madalena, tão desacreditada por todos mas que ficou aos pés da cruz até o final de tudo.

Bom, mas aí, nesses tempos de Páscoa, uma notícia que li ontem me entristeceu bastante por conta do seu conteúdo que mostra a ignorância e a intolerância de pessoas as quais podemos chamar de públicas: jogadores do Santos, incluindo o Robinho, se recusaram a entrar em um lar espírita que cuida de crianças, jovens e adultos com paralisia cerebral porque eram de outra religião, ou porque disseram que ali estavam sendo realizados "rituais religiosos". Pra começar, no Espiritismo não tem ritual nenhum. Esse é um dos pilares da religião - se que é podemos chamar assim -: não tem dogma na Doutrina Espírita, não tem ritual, não tem hierarquia de poder... Muito, muito triste e vergonhosa a atitude esses homens que não sabem o que falam agora e muito menos sabem do que se trata o Espiritismo. O mal que eles causaram no dia da tal visita, não foi à Doutrina, foi às pessoas ali cuidadas que deviam estar esperando ansiosas por craques de um time famoso.

Agora, como bem dito no blog Lost and not found, de onde tirei a notícia, será que eles se recusariam a entrar em uma boate, em um bar? Duvideodó. Tsc, tsc, tsc...

Eu tô comentando isso aqui porque a participação no blog é bem ecumênica: tem eu espírita, o Rubens e a Sandra bem católicos, a Cris e minha irmã que são evangélicas, a Mel e o Luís são ateus... E nunca tive problema em externar minha religião e não tem em ler o que eles escrevem sobre o mesmo tema. Da mesma forma que nunca me recusei a visitar qualquer igreja ou templo quando convidada. Gente do céu, Deus está em qualquer lugar onde é chamado, onde é esperado!

E é isso. Nem tinha intenção de fazer deste post algo tão longo, mas queria desabafar. Além do mais, faz tempo que não escrevo algo particular meu aqui e tava sentindo falta.

Bom restinho de feriado pra vocês. Ótima semana!!

01 abril 2010

Ele só queria ser uma "single lady"...



Esse vídeo óóóótemo saiu hoje no Mulher 7x7. O menininho fica magoadésimo quando o pai diz que ele não pode ser uma "single lady" - moça solteira. Pra quem tem dificuldades com inglês, segue a tradução meia-boca do que os pais dizem:

Pai: Olha, 'amigo', você não é uma "single lady" - o piazinho faz cara de choro - sim, você é, você é. Você é uma "single lady" - a criança cai no choro - desculpa, desculpa, olha, 'amigo', eu tava brincando, tava brincando, você pode ser. - o menino em prantos! - Desculpa, eu sinto tanto, você é uma "single lady", tá bom? Tá bom? Vamo lá: "If you liked it then you should have out a ring on it, if you liked it then you shoulda put a ring on it".

Mãe: Desculpa, o papai te magoou? - o menininho faz "sim" com a cabeça - você pode ser uma "single lady" se você quiser.

Pai: Eu sou um pai horroroso!

A coisa mais fofa é a inocência do piazinho, sem ainda aquelas maldades de "menino pode isso, menina pode aquilo" e tremendamente magoado por não poder ser uma "moça solteira" que nem as da música da Beyoncé!