20 janeiro 2012

... y otras cositas (01/2012)

Os posts ...y otras cositas sempre se mostraram queridos e eficazes pra contar um monte de coisa junto aqui no blog e, como eu ando muito relapsa e cheia de coisas pra escrever, resolvi fazer uso de um deles.

***

Mal tinha terminado de postar a Semana Especial de Séries e conheci outra série pela qual me apaixonei: The Killing! A série começa no que deveria ser o último dia de trabalho da investigadora Linder antes da sua mudança pra casar. Acontece que uma jovem é assassinada e Linder vai ficando em Seatlle tentando resolver o crime. The Killing tem só 13 episódios, cada um contando um dia da investigação e um dos finais mais surpreendentes que já vi! A segunda temporada começa nos EUA em abril e, se esse negócio de SOPA não pegar - esperemos! - já começo a baixá-la assim que possível!

***

Meus sobrinhos queridos estão de férias por aqui! Tô muito feliz que vieram porque a saudade que eu sinto deles é terrível durante o ano! Os passeios andam escassos porque meus horários de trabalho e outros compromissos têm me atrapalhado, mas no final de janeiro e começo de fevereiro terei alguns dias de folga e espero poder bater bastante perna com eles!

Amanhã vamos ao cinema ver O Gato de Botas! E já programamos Tintim pra quarta-feira que vem - pra aproveitar dia de meia-entrada geral no cinema ;)

***

Finalmente tomei vergonha na cara e tô fazendo minha habilitação. Na verdade, há mais de 10 anos, eu fiz tudo, deixando só o teste prático pra trás. Tava trabalhando diretão em eventos - sem folga por 15, 20 dias - e fui protelando, protelando... até que perdi o prazo.

Nunca fui muito chegada a carro e me incomodava pouco andar de ônibus. Mas com a cada vez pior qualidade do transporte público em Foz e a chatice exigente que a idade traz, vou atrás da carteira e, se tudo der certo, compro um carrinho ainda este ano!

***

E em março farei uma viagem que surgiu meio que de repente mas que não quis deixar passar a oportunidade: vou passar 3 semanas em Portugal e na Espanha com a Angelice, minha mãe e um primo nosso. Dei uma desanimada porque minha irmã não vai mais e acho que estar com ela, pela primeira vez fora do Brasil - sem contar Paraguai e Argentina - era uma das coisas que mais me empolgava com a viagem. Mas espero que logo surjam outras oportunidades, em momentos mais tranquilos para ela viajar.

Certo até agora é que passaremos por Lima - nosso vôo é pela Lan Peru -, Madri, Alicante, Santiago de Compostela e Lisboa - nas três últimas tenho primas morando. Estamos vendo lugares perto destas cidades porque dá dó estar tão perto e não visitarmos. Outras cidades, que antes planejávamos, ficarão de fora porque estamos elaborando um roteiro de menos custo possível! rsrs

***

Este ano não fiz nenhuma resolução além de boicotar produtos que ainda fazem testes em animais -falei das empresas aqui.

Comecei pela maquiagem e Avon, Maybelline e L'Oréal, por exemplo, estarão banidas da minha necessaire assim que o que tenho delas - compradas há algum tempo - acabar! Tenho também cuidado com produtos de higiene pessoal e outros como Bic já não entrarão mais na minha bolsa/no meu quarto/nas minhas coisas! Acho que vai ser uma questão de costume. A gente se acostuma com tanta coisa, com isso também somos capazes de nos acostumar!

***

Já depilaram a sobrancelha com linha? Descobri a tão comentada técnica há alguns meses e me apaixonei! Dói pra caramba, saio chorando do salão - involuntariamente, mas chorando! rsrs - mas é impossível comparar com depilação com pinça e com cera - que nunca fiz, porque deixa a pele do rosto "pelancuda"!

Só não recomendo depilar o rosto inteiro, tirar aqueles pelinhos finos que temos. Inventei de aceitar a sugestão da minha depiladora antes do Natal e só não parei na metade porque resolvi ser firme!

Mas sigo depilando sobrancelha e "cavanhaque" - buço e uns pelinhos rebeldes que aparecem no queixo.

***

Nossa, escrevi demais! Tem alguém aí ainda? rsrs

Acho que por hoje é só. Se algum assunto ficou pra trás, tentarei tratar dele em breve!

Bom final de semana pra vocês :)

08 janeiro 2012

Especial Séries: The Hour

Deixei o melhor para o final e no último dia do Especial Séries, vou falar de The Hour, uma série muito bacana que assisti há alguns dias.

The Hour é britânica como a maravilhosa Downton Abbey e isso já é meio caminho pra ganhar meu carinho.

A primeira temporada - curtinha, apenas seis episódios - se passa em 1956, e tem como principais personagens os envolvidos com o novo programa jornalístico semanal da BBC, The Hour. Bel - Romola Garai - é a produtora, posição rara na época para uma mulher, Fred - Ben Wisham - é o jornalista seu amigo, que acaba se envolvendo com uma intriga governamental envolvendo espiões e Hector - Dominic West - é o apresentador charmoso que consegue o emprego graças à posição social do sogro.

Sendo vigiados e constantemente pressionados pela velada censura do governo britânico em meio a crise causada pela tomada do Canal de Suez pelo governo egípcio - o que começa uma guerra - os jornalistas do The Hour têm que decidir o que apresentar aos seus telespectadores enquanto lidam também com questões pessoais.

A série é muito gostosa de assistir e visualmente linda! Você se esquece que é uma série contemporânea e pensa mesmo que está vendo um filme/série dos anos 50! Primeiramente vendida como Mad Men britânica, The Hour pra mim é melhor ainda, viu?

Mega-recomendo!!

E assim encerro o Especial Séries. Espero que tenham gostado das dicas das séries que comentei. Além de baixar do VM Séries, a maioria delas passa em canais abertos e da tv a cabo :)

07 janeiro 2012

Especial Séries: 2 Broke Girls


A penúltima série a ser comentada no Especial desta semana é 2 Broke Girls, uma das últimas que comecei a ver.

Max é uma garçonete pobretona e durona que conhece Caroline, moça riquíssima cujo pai foi preso por negócios escusos com dinheiro alheio quando ela vai atrás de um emprego no restaurante onde ela trabalha. Sem lugar pra ficar ou sem dinheiro, Caroline - e seu cavalo (!) Chestnut - acabam indo morar com Max.

Claro que logo, a amizade improvável começa a render frutos, não só nas situações cômicas, mas também em outras ternas. As meninas vão se conhecendo e se gostando de verdade.

Tem gente que diz que foi a melhor série que estreiou ano passado. Tem gente que detesta. Eu gosto, acho bastante simpática e alguns episódios são hilários. Não tem como não rir das meninas, de suas diferenças e de seus perrengues. Gosto bastantinho.

06 janeiro 2012

Especial Séries: Hart of Dixie


Sabe uma série fofa, mas muito fofa? É Hart of Dixie!

Zoey Hart é a médica novaiorquina recém formada que perde o namorado e o emprego em um hospital meio que ao mesmo tempo. Seu chefe no hospital alega que ela não se interessa pelos pacientes e sugere que Zoey passe um tempo em um hospital no interior. Nesse momento Zoey lembra do médico velhinho do Alabama - se não me engano - que lhe ofereceu um emprego no dia da sua formatura. A médica vai atrás dele e logo depois de descobrir que ele morreu, que era o pai verdadeiro dela e que ela é a nova sócia na clínica médica de uma cidadezinha quase caricatural do sul dos EUA! Resta agora a Dra. Hart se adaptar a nova rotina, tão distante da sua realidade em Nova York.

Aos poucos interessada na cidadezinha, ainda assim não é fácil pra Zoey ser aceita pelos novos vizinhos: o outro médico sócio do seu pai não gosta dela, a filha dele, noiva do advogado bonitão que morou em Nova York e que é uma das primeiras pessoas que ela conheceu também não gosta dela, e assim muitos moradores não confiam nela como médica ou gostam do seu jeito moderninho/cosmopolita demais. Mas ela tem também alguns amigos que fazem de tudo para ajudá-la a ser vista como uma nova moradora local.

Rachel Bilson, que era de OC - que eu nunca vi - faz Zoey Hart. E ela é tão fofa, tão bonitinha, tão engraçadinha, que eu acho difícil alguém não gostar dela!

A série é de uma leveza, de uma graça que conquistam no primeiro episódio - está na sua primeira temporada.

Se você gosta de ver coisinhas leves, mimosinhas, Hart of Dixie é uma série que você muito provavelmente vai amar como eu amo!

05 janeiro 2012

Especial Séries: Grimm


Vamos dar uma pausa na hegemonia feminina nas séries que vêm sendo citadas? rsrs

Hoje, no Especial Séries, vou falar de Grimm, que está na metade de sua primeira temporada e da qual eu gosto. Ponto. Não gosto muito, sou apaixonada, adoooooro. Eu gosto.

Não que seja demérito ou culpa da série, ela é legalzinha e interessante. Tem gente que diz que parece Supernatural mas como nunca vi esta outra, não posso palpitar.

Um policial descobre que é um Grimm, pessoas capazes de ver outras pessoas que são, na verdade, "monstros" como os que frequentavam os contos dos irmãos Grimm - Lobo Mau, entre outros. Acabam aparecendo vários casos envolvendo estas criaturas que, no entanto, nem sempre são más, algumas vezes só têm um comportamente um tanto quanto... diferente.

Eu acho a idéia criativa e embarco nela mas acho que pra gente muito exigente a série poderá parecer tosquinha.

De qualquer jeito, fica a dica ;)

P.S. Sim, baixada do VM Séries, claro!

04 janeiro 2012

Especial Séries: The good wife


Seguindo com o Especial Séries da semana, hoje, no terceiro dia, falarei de The good wife que já está na sua terceira temporada.

A história gira em torno de Alicia Florrick, que no começo da série é a esposa do promotor de Chicago que descobre que o marido tinha um caso com uma prostituta. além de estar envolvido com umas falcatruas, que o levam pra cadeia. Alicia se vê às voltas com a exposição da sua vida na mídia e a necessidade de seguir adiante, com seus filhos. Vai então trabalhar com um antigo colega de faculdade em uma grande firma, onde a mágoa que sente pelo marido acaba abrindo espaço pra que ela veja o antigo colega como um homem interessante...

Qualquer pessoa que assiste a série vai dizer que ela é impecável e é mesmo! Não tem um episódio ruinzinho! Todos são excelentes! Os personagens são interessantes e os atores já levaram vários prêmios. Uma coisa bem bacana é que a coisa vai evoluindo, não fica na mesma e, na terceira temporada, a gente já vê uma Alicia mais decidida do que quer pra si, além do que sente-se obrigada a fazer.

Vale muuuuito a pena conhecer a série!!!

P.S. Fonte: VM Séries, claro!

03 janeiro 2012

Especial Séries: Body of proof



Seguindo no segundo dia do Especial Séries, vou falar de Body of proof, a que acompanho a mais tempo das sete que comentarei.

A série se passa em Filadélfia e a protagonista é Megan Hunt, uma neurocirurgiã que, depois de um erro em uma cirurgia, passa a trabalhar no IML local - IML de primeiro mundo, coisa arrumadinha, claro. A Dra. Hunt não é das pessoas mais fáceis, mas gosto muito do senso de humor cáustico dela e do quanto ela é ninja pra tirar conclusões pra todos os crimes "marcados" nos corpos que examina.

Body of proof, principalmente agora na segunda temporada, foca também na vida particular da médica, sua dificuldade em se reaproximar da filha adolescente que foi praticamente criada só pelo pai, a mãe tão mandona quanto ela, que é uma juíza de direito, e até um possível namorado - porque linda e interessante como a Dra. Hunt é, seria muito triste ela não dar uns beijinhos de vez em quando ;)

Não é A série, mas é gostosa de assistir, de acompanhar, porque a coisa não fica só presa na resolução dos crimes, os personagens vão além de médicos e investigadores. Gosto bastante!

P.S. Também baixado do onipresente VM Séries.

02 janeiro 2012

Especial Séries: American Horror Story


Como comentei no post anterior, essa semana farei um Especial Séries, falando diariamente das séries que acompanho e sobre as quais ainda não comentei por aqui.

Vou começar com American Horror Story porque ela já encerrou nos EUA e então, quem decidir ver, pode baixar todos os episódios de uma vez só - tem gente que gosta de acompanhar as séries vendo tudo de uma vez.

Então... mais de uma vez já me disseram que não me imaginavam gostando de uma série como esta, meio de terror, meio de suspense, mega imprevisível - ao menos pra mim - e fora dos padrões normalmente vistos na tevê. Pra começar, cada temporada terá um elenco diferente, em outra casa assombrada. Além disso, a história é diferente de tudo que eu já vi em séries e provavelmente por isso, num misto de adorar e achar tudo muito assustador, eu a acompanhei fielmente.

A história gira em torno de uma família composta por Ben, psiquiatra meio cafa casado com Vivien e pela filha Violet. Eles se mudam pra Califórnia tentando salvar o casamento. Infelizmente escolhem uma casa antiga onde muitos moradores morreram antes deles e, pior, estão ali pela casa, nem sempre com boas intenções.

É curioso que, em alguns momentos, não sabemos quem é vivo ou não. E algumas vezes nem os mortos entendem a sua condição!

A série é recomendada pra quem tem estômago forte - e gosta de sustos. Se seu estômago não é forte, faça como eu: adiante as cenas ou simplesmente feche os olhos! rsrs

Muito legal mesmo! Quero muito ver como será a próxima temporada, os novos personagens, a nova casa mal-assombrada!

P.S.1: Como todas as séries que acompanho, eu baixo esta aqui do VM Séries, um site muuuuito bom!!

P.S. 2: Outras séries que acompanho e das quais já falei aqui: Glee - não está tão legal como costumava ser -, Modern Family - minha paixão! amo, amo, amo! -, Blue Bloods, The Big Bang Theory, Downton Abbey e Dexter - dei um tempo nela.

Semana Especial Séries


Oi pessoal, Feliz 2012!

Nem preciso dizer que o blog andou bem quietinho nas últimas semanas, né? Os motivos são os mais básicos: falta de assunto + falta de vontade + falta de tempo.

De qualquer jeito, quero mudar as coisas este ano e já vou começar hoje, no primeiro dia útil do ano!

Esta semana rolará um Especial Séries por aqui; cada dia, começando hoje, vou postar sobre uma série bacana que tenho assistido. Algumas ainda estão na sua primeira temporada, outras já são menos novinhas e tem até a série que começou este ano e que já teve seu episódio final exibido nos EUA.

Começarei falando dela, à tarde: American Horror Story. Aguardem ;)