31 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 31 - O Bônus ou O Fim


Receita de Ano Novo


Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

(Carlos Drummond de Andrade)

Ano passado eu postei este mesmo poema. Acontece que gosto tanto dele que não pensei em coisa melhor para terminar os 31 dias de meme.

Desejo pra todos nós um 2011 melhor do que todos os anos que deixamos pra trás! Alegrias sem fim! Paz de verdade! Saúde nos 365 dias do ano! Amor daqueles permanentes! E dinheiro no bolso, que é bom, paga as contas e possibilita a realização de alguns sonhos ;)

Obrigada por este ano seguindo o blog. Obrigada pelos comentários fofos. Obrigada!

30 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 30 - O que eu quiser


Ontem vi um filme muito lindinho, fofo e, ao mesmo tempo, doloroso: Mary e Max (Mary and Max, Austrália, 2009), que é a história de uma menina australiana que começa a se corresponder com um quarentão estadunidense criando uma amizade que perdura por muitos anos.

Como eu podia escolher o que quisesse pro post de hoje - olha, eu acho que os itens de hoje e de amanhã são embromation total! - escolhi o trailer do filme.

É animação mas não é pra criança. Crianças podem até gostar, mas acho que os adultos sentirão e entenderão muito melhor!

29 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 29 - O que eu espero, os planos e sonhos para os próximos 365 dias


Se eu dia eu ficasse grávida seria da turma das mulheres que só revelam pra todo mundo depois dos 3 meses. Eu acredito em inveja, em olho gordo, em pensamento negativo... E claro que acredito no oposto de tudo isso também, né?

Bom, mas não passei dos 3 meses de gravidez e nem tô grávida! Isso tudo é pra dizer que eu tenho tentado aprender a contar as coisas à medida que elas acontecem ou são confirmadas.

Pra 2011 eu tenho duas possibilidades profissionais, tenho possibilidade de me mudar - que depende muito pouco de mim uma delas e a outra está ligada à possibilidade profissional - e de começar a fazer coisas mais sérias e definitivas na minha vida.

Pelo menos de uma das possibilidades profissionais eu já terei resposta nos primeiros dias de janeiro. Assim que der - ou não - conto pra vocês.

Eu espero terminar 2011 com vários quilos a menos. Tô me sentindo mal com meu peso e acho que isso deve ser o ponto em que eu tenho que fazer algo pra me sentir melhor comigo mesma.

Ah, vou falando à medida que as coisas acontecerem. E espero que elas aconteçam. Se depender do que desejo e do que as pessoas queridas têm me desejado... tô bem :)

31 dias de meme: Dia 28 - O meu ano, em grande detalhe


Foi um ano gostoso este. Eu poderia pensar pelas coisas negativas, mas vou ver pelas coisas bacanas que me aconteceram!

Em janeiro comecei a pensar seriamente em ir no show do A-ha em março em São Paulo. Era a despedida da banda. Primeiro pensei em ir em Bauru que é encostadinho na cidade do meu irmão, Lins, e cheguei a ligar lá e deixar telefone para futuro contato quando o pessoal que ia organizar tivesse mais informações. Isso aconteceu no final do mês e me decidi por São Paulo. Comprei as passagens.

Em fevereiro teve um seletivo pra Mestrado na Unioeste mas tudo muito rápido e não consegui pensar em um pré-projeto bacana... Perdi a oportunidade :(

Março foi mês de A-ha e de encontrar gente amada. Infelizmente por menos tempo que eu gostaria de ter ao lado dela. Também conheci um pessoal muito queridinho em São Paulo, fãs do A-ha, com quem eu já trocava emails ou conhecia da Lista do Yahoo! A fofíssima Verena, o casal mais lindo que já vi, Rafa e Bianca, a Gem, a Karin... Horas de espera pra entrar no Credicard Hall e um show emocionantíssimo!

Em abril saí de férias e fiquei uns 20 dias no Maranhão com meus pais. Cachoeiras, balneários e minhas fotos de maiô sendo vistas pelo peões com quem meu irmão trabalhava... - e depois eu sabendo que elogiaram "meus coxão", é mole?!  

Maio, de volta pro batente e convite da Rê de ser madrinha de casamento dela... em Goiás! Pensei, pensei, pensei... Aceitei. Fui em busca de passagem barata e comecei a me programar.

Em junho começou a possibilidade de rolar Pós-graduação na Unioeste e comecei a pensar em um pré-projeto bacaninha.

Julho me marcou pela tristeza do desaparecimento do Milo e a morte da Preta. Até hoje choro se lembro dos dois. Teve também, no finalzinho do mês, a viagem pra Catalão pro casório da Renata. 

Agosto teve volta pra casa depois do casamento lindo e preparação final do pré-projeto da Pós que teve suas inscrições prorrogadas. Minha mãe voltou a morar em Foz, na mesma casa que eu.

Em setembro finalmente houve a entrega do pré-projeto e espera pelo resultado. Passei, junto com algumas colegas e amigas queridas.

Em outubro foram compradas as passagens pra minha cunhada e meus sobrinhos virem passar as férias aqui. Foi também o começo das aulas da pós. Meu pai voltou a Foz.

Chegadas e partidas em novembro: meus sobrinhos e minha cunhada chegaram e gente querida se despediu e, como cantava a Blitz, "sumiu, desapareceu, escafedeu-se".

Dezembro agitado. Fim das aulas, casa cheia, espera pelo recesso que viria ou não, tentativas de comprar ingressos pro show do Muse e do U2...  Até o presente momento o mês foi gostoso com viagem, encontros gostosos, algum trabalho e muito sono. Nem sei onde passarei meu Réveillon ainda mas não tô, sinceramente, preocupada com isso. Algumas possibilidades pro próximo ano parecem bem próximas. Algumas vontades também. Só espero que elas, em sua maioria, pelo menos, saiam da minha cabeça e se tornem realidade palpável.
____

Post excepcionalmente publicado no dia 29.

27 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 27 - O meu mês, em grande detalhe

Dezembro é correria pra todo mundo. Comigo não é muito diferente, claro.

Na primeira semana, além do começo da minha escala de trabalho no aeroporto, ainda tive aula da pós-graduação, a última do ano, na primeira quarta-feira do mês. Nos demos nossas notas - e fiquei passada com o cara que nunca tinha assistido uma aula inteira sequer até aquele dia e se deu 85! - e ganhamos livros autografados do professor. Na verdade era um livro só, mas acabei pegando um de cada que ele trouxe - e, claro, me deixou fazer isso.

No sábado desta mesma semana fui com minha cunhada e os meninos, além do meu irmão de Lins, ao Paraguai. O horror, o horror! Um furdúncio de gente, todo mundo explodindo de tão cheios do espírito natalino que estavam, furando fila, querendo levar vantagem o tempo inteiro. Pelo menos boa parte dos presentes eu consegui comprar.

Dia 16 meu aluno particular de inglês voltou às aulas, já que acabaram as aulas da faculdade e estava tudo mais tranquilo, tanto pra ele quanto pra mim.

Mês foi de indecisão sem saber como trabalharia nos feriados e se conseguiria meu recesso pedido em reunião desde o mês passado. Só em cima da hora, dia 14, fiquei sabendo que teria folga do dia 23 ao dia 29 de dezembro. Como ter bons amigos e colegas melhores ainda sempre vale a pena, a Rose topou trabalhar pra mim no dia 22 pr'eu poder viajar já no dia 21, depois do trabalho.

Dias em Lins e sobre estes não vou poder me delongar porque não sei como eles serão até o final - provavelmente até o dia 27. Piscina, comilança - porque eu tô tãããõooo magrinha que eu posso me dar ao luxo de me ficar me empanturrando, né? - rodadas de jogos - ping-pong, Perfil 2 (tô apaixonada!) e qualquer outro jogo pro qual me convidarem! Delícia de dias. Com a tensão comum de quando muita gente da minha família se une - e isso é meio embaraçoso de se falar. Anyways...

Ano Novo rolará em Foz mesmo, com família, mais provável ainda.

Acho que é - foi, será - isso!

26 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 26 - A minha semana, em grande detalhe


A semana do dia 12 a 18 de dezembro. Vai sem muitos detalhes, porque vocês não merecem isso... rsrs

Domingo: Trabalhei pela manhã. Almoço foi em casa. Cheguei o povo já tava na mesa - também já era mais de 14h, né? Vi tevê com os sobrinhos, fui ao Centro e fiquei vendo filme, mas não lembro qual :S

Segunda-feira: Trabalho pela manhã. Finalmente fiquei sabendo os dias de folga que terei no final do ano já à tarde, depois de ter ligado pro chefe pela manhã. Passei no centro da cidade e comprei um vestido bonitinho. Fui com o Murilo, o Taciano e minha mãe na Argentina. Moooito frio! Meu irmão foi comprar uns presentes, depois comemos empanada por lá e por último passamos no super-mercado. Fila na vinda e na volta.

Terça-feira: Trabalho pela manhã. Acertei troca de folgas com a Rose para poder viajar um dia antes. Em casa as atividades domésticas de sempre mais faxina no quae. À noite o pessoal foi em um pesque-e-pague. Não quis ir. Não gosto de pesque-e-pagues.

Quarta-feira: Trabalho. Casa. Jantar delicioso na minha irmã - costela, maionese, salada verde, etc, etc, etc.

Quinta-feira: Trabalho. Centro da cidade com minha cunhada pra ajudá-la a escolher um vestido. Almoço no Barbarela, sanduíche de ricota com provolone - foi minha #QuintaSemCarne! Comprei o presente da minha mãe. Casa. Aula de inglês pro Ademilson à noite. Me pagou $$ O Taciano foi embora e o Leandro foi com ele pras férias. Pedi pizza pra gente.

Sexta-feira: Trabalho. Combinei com meu pai de ajudá-lo a ver o presente da minha mãe. Ela acabou indo junto - sem-graça :S. Não compramos o presente dela. Me apaixonei por um brinco de madrepérola maravilhoso e barato. Quem sabe depois do Natal? Marquei manicure.

Sábado: Folga!! Acordei tarde, ajudei no almoço e fomos à tarde na Ponte, região de comércio popular de Foz. Acabamos indo em um shopping no Paraguai que fica aberto até mais tarde. À noite fui com meu pai e minha cunhada levar os meninos no MacDonald's. Ficamos assistindo uma orquestra de viola caipira na praça onde estão acontecendo as festividades de Natal. Lindo, lindo, lindo!

E foi isso :)

25 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 25 - O meu dia, em grande detalhe


Vou contar do meu dia 19, que foi ontem - tô escrevendo no dia 20.

Domingão. Acordei às 7h. Depois de dar ração pras gatas e pão pros cachorros, me arrumei e fui pro trabalho de ônibus. Atendi uma família simpática que ficará uma semana aqui - meu pessoal preferido de atender é o que fica muitos dias aqui! - e outras pessoas com informações rapidinhas.

Às 13h saí, aproveitando hora em haver, e fui almoçar na casa de uma tia, onde toda a família estava reunida.

O primo engraçado fez piadas boas, outras infelizes e foram relembrados fatos familiares de muuuitos anos atrás, como a época em que, com parte da família desempregada e morando em Três Lagoas, no MS, a diversão era jogar buraco por horas e horas, inclusive virando a madrugada. O que fez um tio da minha mãe colocar a filha pra fora de casa. (O importante é que, poucos meses depois, todo mundo tava empregado).

Acabei entregando os presentes das tias por lá mesmo - lata de biscoito amanteigado. E o da prima que fez aniversário uns dias antes - lápis marrom de olho, pra ver se ela para de se borrocar com lápis preto, e um rímel.

Voltamos pra casa, com os sobrinhos e a cunhada. Lavei uma sapatilha e acabei tomando banho de mangueira com os meninos. Tomei banho e dormi um pouquinho e acordei perto da hora de ir pro Centro.

Voltei umas 20h30 e fiz cachorro-quente pra comer. Fui ver tevê. Parei um pouco e fui lavar umas calças pra levar na viagem. Tomei banho de novo - o calor infernal tá à toda já. Fui ver a bibliografia das palestras que farei no Centro mês que vem. Separei os livros e marquei os capítulos. Dei uma olhada nos emails e no blog e fui dormir lá pelas 00h30...

História do Natal digital


Como teria sido o nascimento de Jesus no século XXI...

24 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 24 - Meu lugar preferido





Tenho muitos lugares que adoro mas vou ser bem clichê e dizer que preferido é qualquer lugar onde eu esteja com quem amo.

Claro que eu prefiro estar com meus amados na praia ao invés de em uma Bagdá da vida! Mas quando a gente está com quem mora em nossos corações - quer sejam eles familiares, amigos, namorados/maridos/etc -, é muito difícil achar algum lugar ruim!

(Não consegui me decidir por uma foto pro post. Fiquei com estas três e fechei o Google antes de me apaixonar por outras!)

Canção de Natal



"Era a véspera de Natal do ano de 1818. Em Hallein, nos Alpes austríacos, o padre Joseph Mohr lia a Bíblia.

Quando se detinha nos versículos que se referiam às palavras do visitante celeste aos pastores de Belém: Eis que vos trago uma boa nova, que será de grande alegria para todo o povo: hoje nasceu o Messias, o Esperado..., bateram à porta.

Uma camponesa pedia que fosse abençoar o filho de uns pobres carvoeiros, que acabara de nascer. O padre colocou as botas de neve, vestiu seu abrigo. Atravessou o bosque, subiu a montanha.

Em pobre cabana de dois cômodos, cheia de fumaça do fogão, encontrou uma mulher com seu filho nos braços. A criança dormia.

O padre Mohr deu sua bênção ao pequeno e à mãe. Uma estranha emoção começou a tomar conta dele. A cabana não era o estábulo de Belém, mas lhe fazia lembrar o nascimento de Jesus.

Ao descer a montanha, de retorno à paróquia, as palavras do Evangelho pareciam ecoar em sua alma.

Aproximando-se da aldeia, pôde observar os archotes que brilhavam na noite, disputando seu brilho com o das estrelas.

Era o povo que seguia para a igreja, a fim de celebrar, ali, em oração, o aniversário do Divino menino. A milenária promessa de paz vibrava no silêncio do bosque e no brilho das estrelas.

Padre Mohr não conseguiu dormir naquela noite. Febricitante, ergueu-se do leito, tomou da pena e escreveu um poema, externando o que lhe ía na alma.

Pela manhã procurou o maestro Franz Gruber, seu amigo. Mostrou-lhe os versos.

O maestro leu o poema e disse, entusiasmado: Padre, esta é a canção de Natal de que necessitamos!

Compôs a música para duas vozes e guitarra, porque o órgão da igreja, o único na localidade, estava estragado.

No dia de Natal de 1818, as crianças se reuniram, debaixo da janela da casa paroquial, para ouvir o padre Mohr e o maestro Gruber cantar.

Era diferente de tudo quanto haviam escutado. Noite de paz, noite de amor...

Dias depois, chegou ao povoado o consertador de órgão. Consertado o instrumento da igreja, o maestro Gruber tocou a nova melodia,acompanhado pela voz do padre.

O técnico em consertos de órgão era também um excelente musicista e bem depressa aprendeu letra e música da nova canção.

Consertando órgãos por todos os povoados do Tirol, como gostasse de cantar, foi divulgando a nova Canção de Natal. Não sabia quem a tinha composto pois nem o padre Mohr, nem o maestro Gruber lhe tinham dito que eram os autores.

Entre muitos que aprenderam a Canção, quatro crianças, os irmãos Strasser passaram a cantá-la.

O diretor de música do Reino da Saxônia, em ouvindo-lhes as vozes claras e afinadas, se interessou por eles e os levou a se apresentarem, num concerto.

A fama dos pequenos cantores se espalhou por toda a Europa e a Canção apaixonava os corações.

Mas ninguém sabia dizer quem era o autor.

Foi um maestro de nome Ambrose quem conseguiu chegar até Franz Gruber.

Haviam se passado mais de trinta anos. E a história do surgimento da Canção de Natal foi escrita em 30 de dezembro de 1854.

Não são conhecidas outras músicas de Franz Gruber. A Noite de paz parece ter sido sua única produção.

Não será possível crer que as vozes do céu, que se fizeram ouvir na abençoada noite do nascimento de Jesus, tivessem inspirado os versos e a primorosa melodia para que nós, os homens, pudéssemos cantar com os mensageiros celestes, dizendo da nossa alegria com a comemoração, a cada ano, do aniversário do nosso Mestre e Senhor?"

Esta é um mensagem do Momento Espírita com base no livro Remotos cânticos de Belém, de Wallace Leal Rodrigues. É também a mensagem de Natal que eu escolhi para todo mundo que passa por aqui.

Não nos esqueçamos do aniversariante do dia 25 de dezembro! Que troquemos presentes, que comamos coisas deliciosas e viajemos... mas que Jesus esteja diariamente em nossas vidas, como nosso maior modelo e guia.

Um abraço muito apertado em cada um e um beijo cheio de carinho.

Feliz Natal!

23 dezembro 2010

Simon's cat: Santa Claws


Pra quem nunca conviveu com gatos, eu afirmo que eles são desse jeitinho! A primeira árvore de Natal que tive logo que me casei foi destruída pelos meus dois gatos: os galhos depenados, os enfeites de isopor - pequenos presentinhos - foram mordidos e desembrulhados - e os mais delicados, quebráveis... foram quebrados.

Mas são essas coisinhas irritantes mas divertidas que tornam uma delícia se ter um gatinho por perto.

P.S. Desculpem ter ficado tão fora do espaço mas não sei se tem ou como se faz pra diminuir o tamanho do vídeo na postagem... :S

31 dias de meme: Dia 23 - Uma fotomontagem



Talvez o post mais complicado. Porque eu sempre acho que fotomontagem bem obviamente fotomontagem é esquisita. E outras, que são tidas como fotomontagem, eu não sei se não mesmo.

E, claro, eu poderia ter feito a minha própria fotomontagem. E teria feito! Se eu soubesse como faz :$

Bom, vai então esta do esquilinho fotógrafo. Esquilo é um bicho tão mimosinho, né? Eu só vi pessoalmente um coisinho desses uma vez, em Londres, andando por um parque. Consegui tirar uma foto mas tenho que explicar beeeem pra quem vê ela onde tá o esquilinho - eles são muito pequenininhos!

22 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 22 - Um site


Youtube!


Porque, com tempo, eu posso passar horas e horas nele, olhando antigos episódios de desenhos da minha infância, vendo pedacinhos de shows que não pude assistir, revendo vídeos já conhecidos, conhecendo artistas escondidos e muito mais!

Adoro muitos sites, mas o Youtube, mesmo que eu não visite diariamente, acho que é uma das coisas mais incríveis já inventadas na net!

21 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 21 - Uma foto minha recente


Foto tirada em julho, durante um passeio de barco pelos rios Paraná e Iguaçu, indo até a antiga casa de um biólogo suiço que viveu com a família toda no Paraguai, há mais ou menos 100 anos - Moisés Bertoni o biólogo, Iguassu Explorer o passeio.

Aliás, Bertoni é uma das figuras mais interessantes e apaixonantes que viveu aqui na região! Entre outras coisas, foi ele quem descobriu a stevia como adoçante, utilizada até hoje!

Neste dia tava muuuuito frio e começou a chover quando voltávamos pra Foz.

Infelizmente este dia também foi quando o Milo sumiu e a minha Pretinha apareceu morta :'(

20 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 20 - Uma foto tirada há mais de 10 anos


Ok, eu já sei que a foto não ficou lá grandes coisas! Em minha defesa eu escrevo que ela foi escaneada porque os mais novinhos podem até não saber, mas antigamente as câmeras eram de filme de rolo e não digitais!

Esta foto é de 1997. Não faz muita diferença falar, pela qualidade da imagem, mas eu tava meio loira nessa época e com permanente. Mas tava bonito, juro!

Escolhi esta porque estou com minha avó Aurora que desencarnou ano passado e este foi um dos últimos momentos dela firme e forte, dona de suas vontades, na sua casa em Três Lagoas - MS - e feliz, bonita! Poucos anos depois ela sofria uma queda que nunca mais a deixou caminhar. Mais alguns anos e a vida de fumante por quase 6 décadas a deixou de cama, com vários problemas de saúde - sim, é indireta pra quem fuma ;)

A irmã mais velha da minha mãe, a tia Lívia, me entregou esta foto há algumas semanas e eu fiquei muito emocionada por ter uma imagem da minha avó tão bem, tão linda!

Fica aqui o post mais como curiosidade do que exatamente como minha imagem - que vocês verão amanhã na próxima postagem. Aí me imaginem com o cabelo cacheado, meio aloirado e eu com uns 15 kg a menos que saberão como eu era em 97! hahaha

19 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 19 - Uma receita


Se tem uma sobremesa - aliás, coisa de cozinha em geral - que eu sei que faço muito bem é o tal do brigadeirão! Aprendi com uma amiga quando ela era nossa vizinha e virou a sobremesa que sempre me pedem pra preparar.

Não sou a maior fã de doces mas este aqui não tem como não repetir ou resistir.

(além do brigadeirão, só pudim de leite condensado e sorvete exercem este poder sobre mim, rsrs)

Essa foto não é do meu mas o que faço fica bem parecido com esse, só que um pouco mais "molhado", "cremoso" do que este aí parece ser - não coloquei créditos na foto porque vi a mesma em uns três blogs diferentes e fiquei sem saber quem era o verdadeiro dono.

Vamos à receita?

Ingredientes:
4 ovos (mas já fiz com 3 e não houve diferença no resultado final)
2 latas de leite condensado
2 latas de leite
6 colheres de chocolate em pó - ou achocolatado
1 colher de margarina
Chocolate granulado pra decorrar.

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes - menos o granulado - no liquidificador. Despeje em uma fôrma de pudim previamente untada com margarina e chocolate em pó e leve ao forno em banho-maria, cobrindo a fôrma com papel alumínio.

Aí é esperar o brigadeirão ficar firme. Demora, gente. No mínimo 1h - quem souber de uma coisa que acelere isso, agradeço! rsrs

Bom, depois de firminho, tirar do forno e, quando mais frio, desenformar, cobrir com o chocolate granulado e levar à geladeira.
Uma sugestão: no meu, eu dou um jeito de passar chocolate granulado do lado de dentro também. Encho a mão com o granulado e vou meio que "colando" no doce. Não faço pra ter mais grnaulado pra comer - porque nem gosto muito deste chocolate - mas porque acho que fica mais bonito, apresentável.

Se alguém fizer, me conta!!

18 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 18, um hobby

Tem um monte de coisas que gosto de fazer mas não sei se posso chamar de hobby ir ao cinema, ler, escrever... posso?

Daí resolvi escolher outro mais diferentinho que é colecionar ímãs de geladeira de outras cidades e países. Pra todo mundo que viaja eu peço um ímã de lembrança.

A foto aí de cima é da porta da geladeira aqui de casa. Lá em cimão tem um ímã lindo de Santorini, Grécia, que uma amiga queria trouxe pra mim - e foi ela que trouxe um de Roma que tá no canto inferior esquerdo mas acho que só ampliando a foto pra entender o que é. Tem três que meus pais trouxeram do Uruguai, tem o fofo do Chile que o casal mais fofo ainda, Rafa e Bianca, fãs do A-ha trouxeram pra mim de Santiago, tem de Paris, Munique - Alemanha -, Buenos Aires - os únicos de fora que eu trouxe -, Peru, Equador, Bolívia, que minha tia viajandona traz. E tem uns fofos nacionais, de Laguna, SC, presente da Angelice, da Chapada dos Guimarães no MT, de Bonito, MS, São Miguel das Missões, RS... E senti falta de uns 2 aí... rsrs

Bom. "Pesquisando" pro post descobri que não gosto da palavra hobby. Acho-a meio pedante, sei lá. Prefiro dizer que é o que gosto de fazer, ou o que - se coleciono algo.

E amanhã, no 31 dias de meme, uma receita :)

17 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 17 - Um talento meu


Como que pode ser tão complicado escolhe - ou descobrir! - um talento em nós mesmos!

Tô aqui pensando há alguns minutos e não vem nada realmente especial na minha cabeça, de modo que vou, de certa forma, dar uma apeladinha.

Muita gente reclama que não consegue dormir fora de casa, que não consegue dormir com outro travesseiro que não o seu, ou que não consegue dormir em avião, ou em ônibus, ou em sofá...

Então, eu consigo dormir em qualquer, QUALQUER lugar! Claro que tem zilhões de lugares onde ainda não precisei tentar dormir mas até o presente momento, já dormi em cama ruim - colchão de palha tá bom pra vocês? -, esteira - tá, cochilo, mas dormi! -, poltrona de ônibus, de avião, de carro, sofá e até sentada em um sofá!

Por isso eu sempre brinco que sou boa de cama... De sofá, de colchonete, de poltrona de ônibus, de chão...

Claro que logo será mais complicado, a idade vai chegando e um travesseiro ruinzinho já incomoda mais hoje do que há 15 anos, por exemplo. Mas aí eu descobrirei outros talentos menos básicos.

16 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 16 - Um poema


Corridinho
(Adélia Prado)

O amor quer abraçar e não pode.
A multidão em volta,
com seus olhos cediços,
põe caco de vidro no muro
para o amor desistir.

O amor usa o correio,
o correio trapaceia,
a carta não chega,
o amor fica sem saber se é ou não é.

O amor pega o cavalo,
desembarca do trem,
chega na porta cansado
de tanto caminhar a pé.

Fala a palavra açucena,
pede água, bebe café,
dorme na sua presença,
chupa bala de hortelã.

Tudo manha, truque, engenho:
é descuidar, o amor te pega,
te come, te molha todo.
Mas água o amor não é.



... y otras cositas (18)

Dando uma pausa no 31 dias de meme pra falar de otras cositas.

***

Gente, que furdúncio é esse pra conseguir comprar um ingresso pro show do U2 e do Muse em abril em São Paulo?!

Eu pretendia - pretendo? - ir e hoje a Angelice tentou cedinho comprar as entradas pelo site do Ticket 4 Fun mas aí soube que desde o começo da madrugada o lote a ser vendido via net já tinha se esgotado!

Na boa? Eu acho é que deu erro no site - aliás, estes sites NUNCA funcionam! - e aí eles pararam a venda. "Fox" é que quem provavelmente comprou foram cambistas que depois lucram horrores com quem é cabeçudo e compra deles mais tarde!

Aí alguém postou este vídeo aqui no Youtube e não teve como não rir e, ao mesmo tempo, entender a revolta da guria.

***

Bom, provavelmente não role U2 e Muse - e eu queria mesmo era ir por causa do Muse! #prontofalei! - mas tem show da Shakira em março em Assunção, capital do Paraguai e o ingresso custa o equivalente a cerca de R$ 90 em um dos melhores lugares!

O Wissam, meu amigo que tá morando lá, vai e já me chamou pra ir. Vamos ver. Quem sabe? Adoraria porque gosto muito da Shakira em espanhol. Aliás, prefiro ela cantando em espanhol que em inglês! E seria muito legal vê-la pessoalmente.

***

Como cêis tão de final de ano? Depois de uma novela, anteontem finalmente fiquei sabendo que tô de folga do dia 23 ao dia 29 e vou poder passar o Natal em Lins, na casa do meu irmão, com parte da família.

Fiquei super-feliz porque tava querendo muito ir - e eu quase não gosto de viajar, né? rsrs - mas não teria como sair de Foz se não tivesse folga de uma semana. Dia 22 a Rose, minha amiga e colega, trabalhará pra mim - trocaremos folgas - e sairemos daqui dia 21. Vai dar pra aproveitar bastantão :))

***

Meus sobrinhos que moram longe estão aqui em Foz há 1 mês. Uma delícia! Eles têm se dividido entre as casas das avós e da tia, mas tenho conseguido curti-los bastante - e dar e ganhar muitos beijos e abraços gostosos!

Eles ficam por aqui até dia 14 de janeiro. Aí voltam pra Bahia, onde estão morando agora - filho de barrageiro é assim mesmo.

***

Vocês acreditam que segunda-feira fez 11ºC aqui em Foz de manhãzinha com sensação térmica de 4ºC?! Um frio, mas um frio! Ainda mais comparando com o calor absurdo que fazia no dia anterior!

"Quem mandou mexer com a Natureza?" Muito loucas essas variações térmicas!!
***
 
Bom, e já tô na metade do 31 dias de meme que, pela falta de comentários nos posts, não agradou muito, mas acho que não é legal eu parar na metade - até porque eu tô curtindo.
 
Vou deixar programados posts a serem publicados entre os dia 22 e 29 e espero que tudo dê certo com isso. E sempre estarei dando umas olhadinhas...
 
***
 
Ah, escrevi cartinha pro Papai Noel este ano! É sério! hahaha
 
Se o presente chegar antes do Natal eu conto pra vocês, mas acho que vai atrasar um pouco porque demorei pra postar a carta. Bom, aí eu conto também!
 
Todo mundo de dedinhos cruzados porque é um presente que eu quero muito!
 
(E não exatamente material... ;)
 
***
 
Mas de "coisas" mesmo, não comprei nada especial pra mim de Natal. Tô pensando em janeiro, passando a bagunça que tá o Paraguai por esses dias - e os preços levemente inflacionados, claro - me dar um HD externo de presente. Já sei até a carinha que quero que ele tenha!
 
Este ano eu acabei foi dando mais presentes do que de costume. Ia ficar no básico - só sobrinhos, pai e mãe. Mas aí tem um pessoal que não tem como eu não presentear. Ou por amizade, ou por gentilezas trocadas, ou sei lá mais o quê.
 
Nem sei se ganho alguma coisa - eu tenho mais sorte com Amigo Secreto do que com Natal e aniversário, na verdade, rsrs - mas só de pensar em pessoas surpresas por serem lembradas e nos sobrinhos felizes com os jogos que ganharão - espero, né? - já vale a pena!
 
***
 
E vou parar por aqui, caso alguém ainda esteja lendo! rsrs
 
Bom restinho de semana pra vocês :)

15 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 15 - Uma música que me faz chorar


Só uma?! hahaha

1º) Eu sou chorona, lembram?

2º) Música me emociona por vários motivos: ou porque é bonita, ou porque tem uma letra bonita, ou porque me lembra um momento da minha vida. E nem só de tristeza choro ouvindo música! Forever, do Chris Brown, tocada neste casamento, sempre, SEMPRE, me faz chorar. Pode uma coisa dessas?!

Bom, vou escolher Antología, da Shakira, que tem uma letra linda de viver e que me emociona sempre que toca em algum lugar.

Para amarte necesito una razón
Y es difícil creer que no exista
Una más que este amor

Sobra tanto dentro de este corazón
Y a pesar de que dicen
Que los años son sabios
Todavía se siente el dolor

Porque todo el tiempo que pasé junto a ti
Dejó tejido su hilo dentro de mí

Y aprendí a quitarle al tiempo los segundos
Tu me hiciste ver el cielo más profundo
Junto a ti creo que aumenté más de tres kilos
Con tus tantos dulces besos repartidos

Desarrollaste mi sentido del olfato
Y fue por ti que aprendí a querer los gatos
Despegaste del cemento mis zapatos
Para escapar los dos volando un rato

Pero olvidaste una final instrucción
Porque aún no sé como vivir sin tu amor

Y descubrí lo que significa una rosa
Me enseñaste a decir mentiras piadosas
Para poder verte a horas no adecuadas
Y a reemplazar palabras por miradas

Y fue por ti que escribí más de cien canciones
Y hasta perdoné tus equivocaciones
Y conocí más de mil formas de besar
Y fue por ti que descubrí lo que es amar
Lo que es amar

14 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 14 - Um livro de ficção


A primeira vez que li Amor é só uma palavra eu tinha 12 anos. Depois li quando tinha uns 18 e acho que li depois disso também. Quis colocar esta capa aqui porque da primeira vez que li era essa aí mesmo!

Oliver Mansfeld é quem conta a história, que começa com seu corpo sendo encontrado, enforcado. Aí ele conta sua história e do seu envolvimento com Verena Lord, uma mulher casada, mais velha. Os dois são pessoas bem humanas, cheias de defeitos, meio esquisitas, mas a história é tão bem contada por J. M. Simmel, que não tem como não grudarmos nele.

Uma lembrança curiosa que tenho da primeira vez que o li foi a seguinte: o livro é alemão, então os lugares e algumas coisas têm aqueles nomes gigantes alemães e eu, aos 12 anos, simplesmente pulava aquelas consoantes todas juntas. Na segunda vez já foi menos complicado e eu achei graça de como tinha feito quando pré-adolescente.

Não sei porquê escolhi este livro. Não é meu preferido de todos os tempos mas acho que guardo um carinho especial por ele pelo momento em que foi lido.

13 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 13 - Um livro não-ficcional


Já falei de Enterro Celestial aqui há uns 3 meses e não consigo pensar em outro livro não-ficcional neste momento que tenha sido tão marcante pra mim. Claro que o fato de o ter lido recentemente, colabora com isso, mas a verdade é que Xinran é a minha autora estrangeira preferida da atualidade, principalmente porque fala da condição feminina em seus livros mais marcantes e este é um tema bastante caro pra mim.

Impossível não se emocionar com a história - real, isso é o mais louco!! - da jovem que larga tudo para descobrir o que aconteceu com seu marido quando ele é dado por morto no Tibete. Impossível não se emocionar com as descobertas dela ao longo de anos e anos em um país que pra mim, ocidental e ignorante, parecia tão próximo a China mas que é muito diferente.

Imperdível!

12 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 12 - Uma crônica



Eu vou ter que confessar que tô fazendo umas trapacinhas aqui. Ou melhor, eu estou "customizando" o 31 dias de meme! Explico: no 12º dia eu deveria postar um conto. Mas eu prefiro deixar aqui uma crônica. Do Luís Fernando Verissimo.

A aliança


Esta é uma história exemplar, só não está muito claro qual é o exemplo. De qualquer jeito, mantenha-a longe das crianças. Também não tem nada a ver com a crise brasileira, o apartheid, a situação na América Central ou no Oriente Médio ou a grande aventura do homem sobre a Terra. Situa-se no terreno mais baixo das pequenas aflições da classe média. Enfim. Aconteceu com um amigo meu. Fictício, claro.

Ele estava voltando para casa como fazia, com fidelidade rotineira, todos os dias à mesma hora. Um homem dos seus 40 anos, naquela idade em que já sabe que nunca será o dono de um cassino em Samarkand, com diamantes nos dentes, mas ainda pode esperar algumas surpresas da vida, como ganhar na loto ou furar-lhe um pneu. Furou-lhe um pneu. Com dificuldade ele encostou o carro no meio-fio e preparou-se para a batalha contra o macaco, não um dos grandes macacos que o desafiavam no jângal dos seus sonhos de infância, mas o macaco do seu carro tamanho médio, que provavelmente não funcionaria, resignação e reticências... Conseguiu fazer o macaco funcionar, ergueu o carro, trocou o pneu e já estava fechando o porta-malas quando a sua aliança escorregou pelo dedo sujo de óleo e caiu no chão. Ele deu um passo para pegar a aliança do asfalto, mas sem querer a chutou. A aliança bateu na roda de um carro que passava e voou para um bueiro. Onde desapareceu diante dos seus olhos, nos quais ele custou a acreditar. Limpou as mãos o melhor que pôde, entrou no carro e seguiu para casa. Começou a pensar no que diria para a mulher. Imaginou a cena. Ele entrando em casa e respondendo às perguntas da mulher antes de ela fazê-las.

— Você não sabe o que me aconteceu!

— O quê?

— Uma coisa incrível.

— O quê?

— Contando ninguém acredita.

— Conta!

— Você não nota nada de diferente em mim? Não está faltando nada?

— Não.

— Olhe.

E ele mostraria o dedo da aliança, sem a aliança.

— O que aconteceu?

E ele contaria. Tudo, exatamente como acontecera. O macaco. O óleo. A aliança no asfalto. O chute involuntário. E a aliança voando para o bueiro e desaparecendo.

— Que coisa - diria a mulher, calmamente.

— Não é difícil de acreditar?

— Não. É perfeitamente possível.

— Pois é. Eu...

— SEU CRETINO!

— Meu bem...

— Está me achando com cara de boba? De palhaça? Eu sei o que aconteceu com essa aliança. Você tirou do dedo para namorar. É ou não é? Para fazer um programa. Chega em casa a esta hora e ainda tem a cara-de-pau de inventar uma história em que só um imbecil acreditaria.

— Mas, meu bem...

— Eu sei onde está essa aliança. Perdida no tapete felpudo de algum motel. Dentro do ralo de alguma banheira redonda. Seu sem-vergonha!

E ela sairia de casa, com as crianças, sem querer ouvir explicações. Ele chegou em casa sem dizer nada. Por que o atraso? Muito trânsito. Por que essa cara? Nada, nada. E, finalmente:

— Que fim levou a sua aliança? E ele disse:

— Tirei para namorar. Para fazer um programa. E perdi no motel. Pronto. Não tenho desculpas. Se você quiser encerrar nosso casamento agora, eu compreenderei.

Ela fez cara de choro. Depois correu para o quarto e bateu com a porta. Dez minutos depois reapareceu. Disse que aquilo significava uma crise no casamento deles, mas que eles, com bom-senso, a venceriam.

— O mais importante é que você não mentiu pra mim.

E foi tratar do jantar.


(Texto extraído do livro "As mentiras que os homens contam", Editora Objetiva - Rio de Janeiro, 2000, pág. 37.)

11 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 11 - Um vídeo do Youtube


Acho que já comentei deste vídeo aqui. Ele é de quando fui pro casamento da Rê em Goiás, em agosto e só agora baixei da câmera. Tive que passar pro Youtube pra poder passar pro orkut.

Vergonhosamente não consigo me lembrar do meu companheiro de aventura, o marido de uma prima da noiva. Pra mim, que não ando nem em montanha russa mais, foi um grande feito enfrentar uma bóia puxada por uma lancha!

E amei :)


31 dias de meme: Dia 10 - Uma obra de arte


Entendo quase nada mas admiro várias telas e esculturas. Escolhi O beijo, de Auguste Rodin porque acho que foi a primeira que me chamou atenção.

Criada em 1889, para a Exposição Universal em Paris - a mesma exposição para a qual a Torre Eiffel foi criada - O beijo foi esculpido em mármore. O que mais gosto na escultura é a sensualidade que o escultor conseguiu arrancar de um pedaço de pedra. Por isso é uma obra de arte, né? Aí a diferença dos grandes artistas e dos escultores meia-boca, provelmente.

P.S. Ontem não postei nada e logo mais posto novamente para que tudo saia como planejado e termine no dia 31 de dezembro ;)

09 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 9 - Uma foto que me deixa irritada/triste

Não tem foto.

Por que eu colocaria no meu blog querido uma foto que me irrita ou me deixa triste?!

Não faz sentido!

Tem muita imagem que me irrita ou entristece: de político notoriamente safado, de gente em fila de hospital, de bicho maltratado, de tragédias naturais...

Mas não colocarei imagem de nada disso aqui e espero não estar estragando o meme com essa decisão...

08 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 8 - Uma foto que me faz feliz


Nem tenho que explicar o porquê, né??

(Pra quem não sabe, este aí é o Morten Harket, vocalista do A-ha, minha banda do coração)

Aliás, o A-ha, sábado passado, fez seu último show. A banda acabou. Um monte de coisa me passa pelo coração e pela mente mas tô tranquila. Como disse outra fã, mais triste é quando a banda acaba porque alguém morre, por exemplo, como o Queen, ou a Legião Urbana. A gente pelo menos teve direito a despedida...

07 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 7 - Uma foto que eu tirei




Adoro tirar fotos - o que não signifique que eu saiba direitinho como fazê-lo. Quis escolher duas pro meme de hoje, duas de criaturinhas de quem tenho muita saudade e, no caso da Naomi, culpa, remorso, porque ela fugiu de casa incomodada com a presença do Milo quando me mudei pra cá.

As fotos não são lá grande coisa em qualidade, mas são de dois gatinhos que nunca vou esquecer.

(E vou parar por aqui porque tô no trabalho e não dá pra ficar chorando!)

06 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 6 - Uma experiência inesquecível


Pra responder a pergunta de hoje, eu pensei bastante e a melhor parte foi ver que, além da experiência que vou contar, eu vivi outras muito bacanas também: viagens, encontros, surpresas, sustos... Fiquei feliz por isso porque concluí que vivi bastante coisa inesquecível já! Meio Pollyanna e o jogo do contente pensar assim, mas é verdade.

Não sou uma pessoa totalmente "viva a natureza!" mas algumas coisinhas que encantam e emocionam: ouvir bem-te-vi cantando, ter visto o salto Garganta do Diabo pela primeira vez - eu chorei, gente! - um céu azul limpinho, bichinhos engraçadinhos, o mar...

Bom, no dia 03 de novembro de 1994 - obrigada, querido Google, por estar sempre aqui quando preciso de você! - houve um eclipse total do sol que foi perfeitamente visível daqui de Foz - e eu levei um susto de ver que já aconteceu há 16 anos e eu tenho umas lembranças bem nítidas!!

Veio gente de fora pra ver o fenômeno porque, pelo que me lembro, ele só seria bem visto de uma parte do sul do Brasil. Óculos "especiais" eram vendidos em farmácias - uma armação de papel duro com "lentes" daquele material de radiografia - e eu estava ansiosa, no trabalho, esperando.

A lembrança mais marcante que tenho dos minutos do eclipse é dos passarinhos: quando o sol começou a ser encoberto pela lua, eles começaram a procurar seu ninhos, suas casinhas. Onde eu trabalhava tinha muita árvore ao redor e eram revoadas e mais revoadas procurando seus cantinhos. E quando o sol recomeçou a aparecer, poucos minutos depois, os passarinhos "acordaram" e saíram voando, pra continuar seu dia interrompido - e eu ficava pensando que, caso eles pensassem, estariam sem entender aquela noite tão curtinha!

Já tinha visto, anos antes, eclipse total da lua e foi lindo, mas o do sol me marcou mais. E dá pra entender como os povos antigos se assombravam e desesperavam com o fenômeno.

Foto: Ilídio Afonso, site do CARJ

05 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 5 - Uma citação


Minha citação é, na verdade, um trecho do meu capítulo preferido do livro O pequeno príncipe que narra o encontro do personagem com a raposa que o ensina sobre cativar - é onde encontramos a frase mais célebre do livro e do autor, Saint-Exupèry: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas".

O capítulo todo é lindo, de uma doçura inigualável mas, esta parte especialmente, sempre me emociona quando a releio. É a raposa quem fala ao principezinho:

"- Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo..."

Se quiserem ver o capítulo na íntegra, eu já o postei aqui há 2 anos. Ah, a ilustração do post é a original do livro, feita pelo próprio Saint-Exupèry. E vou falar uma última coisa sobre o livro: na minha opinião, O pequeno príncipe não é um livro infantil. Ele até pode ser lido por uma criança - eu o li a primeira vez com uns 8 anos - mas são os adultos que melhor o entenderão!

Amanhã, no próximo episódio de 31 dias de meme: Uma experiência inesquecível.

04 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 4 - Meu livro favorito


Minha escolha do livro favorito foi daquele que eu posso ler a qualquer momento porque sempre me ensina algo. Tinha que ser Sinal Verde.

Este livro, psicografado por Chico Xavier e ditado pelo espírito André Luiz - o mesmo de Nosso Lar - é um livro super-fácil de ler porque tem capítulos curtinhos e que trazem pequenas "sugestões" de conduta diante de situações e momentos da nossa vida. Os capítulos são, por exemplo: "Ao levantar-se", "Hóspedes", "Presentes", "Ver e ouvir"...

É um livro espírita mas pode ser útil a qualquer pessoa porque as lições são mais de educação do que qualquer coisa.

Um exemplo melhor:

"MODOS DESAGRADÁVEIS

Manejar portas a pancadas ou pontapés.
Arrastar móveis com estrondo sem necessidade.
Censurar os pratos servidos à mesa.
Sentar-se desgovernadamente.
Assoar-se e examinar os resíduos recolhidos no lenço, junto dos outros, esquecendo que isso é mais fácil no banheiro mais próximo.
Bocejar ruidosamente enquanto alguém está com a palavra.
Falar como quem agride.
Efusões afetivas exageradas, em público.
Interromper a conversação alheia.
Não nos esqueçamos de que a gentileza e o respeito, no trato pessoal, também significam caridade."

Por "dicas" como esta, Sinal Verde é o meu livro favorito entre tantos livros queridos.

Amanhã, em 31 dias de meme: Uma citação.

03 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 3 - Meu programa de tevê favorito


Ao mesmo tempo que escrevo este post eu tô procurando o episódio 10 da segunda temporada de Modern Family pra ver. É o meu programa de tevê favorito!

Falei da série aqui e nem tinha começado a segunda temporada ainda. Ao contrário de Glee que deu uma decaidinha este ano, Modern Family continua uma delícia de ver e causa, não tem jeito, gargalhadas em todos os episódios!

Tudo funciona na série: o elenco, as histórias, as piadas. Um destaque é a colombiana Sofia Vergara, linda e engraçadíssima com seu sotaque carregado e as piadas sobre seu país de origem.

Não tem outro programa que consegue ter a minha fidelidade semanal como Modern Family!

No próximo episódio de 31 dias de meme: Meu livro favorito. Mais "choro e ranger de dentes" pra decidir...

02 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 2 - Meu filme favorito


Eu pensei que fosse encontrar mais dificuldade pra escolher o meu filme favorito do que a música. À princípio pensei em escolher o mais recente favorito mas acho que com filme é diferente e eu não conseguiria deixar um antigo querido pra trás.

Comecei então a pensar nos filmes que vi mais de duas vezes e que veria agora se alguém me convidasse. Tem uns filmes que amo de paixão mas tenho que estar no clima pra assistir, como O paciente inglês que, se a gente estiver meio deprê ou sofrendo de amor, corta os pulsos antes do final do filme! Ou As pontes de Madison.

Aí escolhi Sociedade dos poetas mortos. Eu lembro a primeira vez que ouvi falar do filme. Foi no Jornal da Globo, o finado Paulo Francis elogiando o Robin Wiliams, os moços do elenco e a história.

Não sei precisar quantas vezes já o vi. Muitas, umas 10 pelo menos. Contando vezes que o vi na escola e também na faculdade. E depois quando comprei o dvd - original! Quando era adolescente, eu gostava principalmente dos atores gatinhos. Mais tarde, fui me apegando à história. Depois o vi com olhos de possível professora. Mas sempre, sempre, como apaixonada por cinema!

(E magoou uma vez que em Friends falaram mal do filme...)

Mas Sociedade dos poetas mortos é sim, meu filme favorito. O que tem cantinho especial no meu coração. Muitos outros também tem mas, Sociedade dos poetas mortos é especial.

Deixo aqui uma das cenas mais bonitas do filme, já no final. Queria que começasse um tiquinho antes, mas não a encontrei com legenda.

01 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 1 - Minha música favorita


E os 31 dias de meme já começam com uma perguntinha complicadíssima pr'eu responder porque adoro música e muitas marcaram momentos bacanas da minha vida - músicas e cheiros são o que mais me trazem lembranças!

Eu poderia falar de várias músicas do A-ha, músicas de ocasiões, músicas de cinema, mas vou dizer a música que mais tenho escutado nos últimos dias que é Brand new day, de Ryan Star.

E, como perguntaria a minha amiga Rose, "ele é o famoso quem mesmo?". Não sei, mas a música dele é a da abertura da minha série das últimas semanas, Lie to me.

Bom, não consegui encontrar no Youtube um vídeo oficial da música e achei ruinzinhos os vídeos de apresentações do Ryan Star - a música não me parece funcionar muito ao vivo :S -, então aqui você encontra um vídeo só com a música, aqui a letra e tradução da própria e, por último, aqui uma foto do moço - bonitón!

Amanhã, no próximo episódio de 31 dias de meme: Meu filme favorito.

31 dias de meme


Há alguns dias, fuçando blogs, descobri um meme diferente, o 31 dias de meme. Eu não consegui agora lembrar onde foi que o vi originalmente - mais alguém anda com a memória pifando feio agora no final do ano? - e se a dona andar por aqui, por favor, me avise que dou os créditos.

Bom, mas achei a idéia bacana e vou responder as 31 perguntas do meme durante este mês. Se alguém curtir a idéia, está convidado a fazer o mesmo ;)

Postarei o primeiro logo mais e, nos outros dias, a postagem deve ser pela manhã.

Atualizando:
Foi no Sem firulas que encontrei o meme!!