14 dezembro 2010

31 dias de meme: Dia 14 - Um livro de ficção


A primeira vez que li Amor é só uma palavra eu tinha 12 anos. Depois li quando tinha uns 18 e acho que li depois disso também. Quis colocar esta capa aqui porque da primeira vez que li era essa aí mesmo!

Oliver Mansfeld é quem conta a história, que começa com seu corpo sendo encontrado, enforcado. Aí ele conta sua história e do seu envolvimento com Verena Lord, uma mulher casada, mais velha. Os dois são pessoas bem humanas, cheias de defeitos, meio esquisitas, mas a história é tão bem contada por J. M. Simmel, que não tem como não grudarmos nele.

Uma lembrança curiosa que tenho da primeira vez que o li foi a seguinte: o livro é alemão, então os lugares e algumas coisas têm aqueles nomes gigantes alemães e eu, aos 12 anos, simplesmente pulava aquelas consoantes todas juntas. Na segunda vez já foi menos complicado e eu achei graça de como tinha feito quando pré-adolescente.

Não sei porquê escolhi este livro. Não é meu preferido de todos os tempos mas acho que guardo um carinho especial por ele pelo momento em que foi lido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário