31 março 2009

"Quero um sorriso
Que dure uma quadra
e dobre a esquina
a iluminar-me."

Nei Duclós

_____

Poema encontrado na revista Caras - andei visitando consultório médico... rsrs - e idéia da ilustração de lá também.

Momento mulherzinha: Eu tive um sonho... aliás, dois!

Quanto tempo sem escrever! E tanta coisa na cabeça, com vontade de passar pro blog...

Bom, estive fora na última semana, curtindo o finalzinho das minhas férias. Da semana em São Paulo e na praia tenho vááárias coisas pra contar mas vou começar por uma das últimas acontecidas/conversadas.

No sábado, conversando com minha amiga Kátia, que me hospedou na Praia Grande, lá pelas tantas, começamos a falar de sonhos que já tivemos com gente famosa.

Quem nunca sonhou com um ator que gostasse ou achava lindo? Eu tive dois sonhos marcantes. Um com o Alexandre Borges há muuuuito tempo, e outro, há uns 2, 3 anos, com o Jude Law.

O com o Alexandre foi mais sensual, com direito a beijo em trem e tudo. Passei SEMANAS suspirando pensando nele e não perdi, desde então, a novela na qual ele trabalhava na época, A próxima vítima! Até hoje, confesso, ainda suspiro ao vê-lo nas raras vezes que assistoo a novela das 8 que começa às 9.

Já com o Jude Law, foi uma coisa engraçada. Aconteceu no auge daquela história de que ele tinha traído a namorada com a babá dos filhos e a imagem que eu tinha dele era de um homem muito charmoso... e muito cafajeste! E não é que sonho com exatamente essa "peça"?! No sonho, eu estava em um parque de diversões com meus sobrinhos, cuidando deles no carrossel. Na época eu ainda era casada e, no sonho, lá pelas tantas, o Jude Law parava do meu lado, cuidando dos filhos no carrossel também... e me paquerando! Eu lembro que no sonho eu fiquei indignada! Como que ele ficava me cantando na cara-dura, eu usando uma aliança gigante?!

O mais divertido foi que, mesmo tendo acordado feliz, leve, sorridente, só lá pela metade do dia me lembrei do sonho! Aí ri muito, principalmente por ter me ofendido com a paquera!

Agora não lembro de outros sonhos que tenha tido com gente famosa, mas acho que os tive. Ah, lembrei! Já sonhei que batia o maior papo com o Tom Hanks lá nas Cataratas! Mas foi só conversa mesmo.

Na verdade, nunca sonhei com coisa mais... "profunda" com nenhum astro de novela ou Hollywood - beijar o Alexandre Borges e ser cantada pelo Jude Law já está de bom tamanho!

18 março 2009

Valeu a pena?

Há uns 5 anos, meu então marido, em um sábado, me buscou no trabalho e resolvemos almoçar ali por perto. Um restaurante servia um buffet que parecia feijoada e, famintos, começamos a nos servir. Para nossa decepção, depois de colocarmos as saladas no prato, descobrimos que era um buffet de peixes. Nos olhamos, pensamos por poucos milésimos de segundos e decidimos comer ali mesmo, cada um encontrando pouquíssimas coisas das quais gostava.

Na hora de pagar a conta, nova surpresa: o tal buffet era muito caro! Sei lá, ficou uns R$ 50, o que era o que pagaríamos, mesmo vivendo uma época bem apertada, por feijoada, não por peixe! Eu sabia que ele estava muito mais p*** que eu, então disse que estava tudo bem, que tinha valido a pena pelo menos para sabermos onde não comermos mais aos sábados no almoço.

Isso o convenceu e, daí em diante, sempre que fazíamos uma coisa que eu sabia que o irritaria, eu dizia: "tudo bem, valeu a pena!", e completava com diversos motivos; muitas vezes usando a idéia de que não mais repetiríamos aquilo; mas também, em muitas ocasiões, procurei mostrar o lado bom do que de ruim acontecera.

E isso acabou virando meio que um mantra na minha vida. Para tudo, tento pensar e dizer: "tudo bem, valeu a pena". É algo que me consola.

Ontem passei por uma "experiência", se é que assim posso chamar, que me magoou muito! Tanto que ainda não consegui mensurar ou derramar lágrimas pelo fato. Sabe quando a dor está lá, você sabe... mas ela fica encubada? É assim que me sinto agora.

Depois do ocorrido, quis deixar aquele momento no passado, esquecê-lo, enterrá-lo pra sempre, porque "não valia a pena ficar remexendo em dor alguma, pensando no que não tinha sido valioso", mas então... eu pensei no lado bom de tudo aquilo; nos momentos alegres que me causou no passado, nas gargalhadas dadas, nas lágrimas derramadas anteriormente de felicidade, na sensação que tive de me saber extremamente feliz, por muitos instantes! E pensei: "tudo bem, valeu a pena! Ficará no passado, logo não machucará... mas valeu a pena sim!".

Acaba que tudo vale a pena mesmo. Até quando, no final, ao contrário do desejado, não acaba bem :)

________________
Foto: a woman worth.. by vanillawork

15 março 2009

Momento Espírita: Saudação à alvorada


Cuida deste dia!

Ele é a vida, a própria essência da vida.

Em seu breve curso.

Estão todas as verdades e realidades da tua existência:

A bênção do crescimento... A glória da ação... O esplendor da realização.

Pois o dia de ontem não é senão um sonho.

E o amanhã somente uma visão.

Mas o dia de hoje bem vivido, transforma os dias de ontem num sonho de ventura;

E os dias de amanhã numa visão da esperança.

Cuida bem, pois, do dia de hoje!

Eis a saudação da alvorada.

* * *

O poema do indiano Kalidasa nos fala da importância do hoje, do agora.

Sábios e mais sábios proclamaram os mesmos dizeres.

O maior de todos eles foi muito claro ao enunciar: Não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados. Basta ao dia de hoje o seu próprio mal.

Notemos que Jesus não aconselha que não pensemos no amanhã, nem planejemos os tempos vindouros - de forma alguma.

Muitos homens têm rejeitado tais palavras, dizendo: Mas eu preciso pensar no dia de amanhã! Preciso fazer um seguro para proteger minha família. Preciso reservar algum dinheiro para a velhice!

Está certo! Naturalmente que precisa, porém faz-se necessário diferenciar pensar de inquietar-se.

A palavra chave aí é inquietação, que sempre indica insegurança, temor, incerteza - todos sentimentos que fazem mal ao Espírito, quando cultivados por muito tempo.

É dessa inquietação que nasce a tão comentada ansiedade - transtorno mental que tem trazido tantos prejuízos ao ser humano nos tempos atuais.

Em outra feita, quando o Mestre Nazareno propõe um modelo de oração, de atitude mental do homem com seu Criador, Ele recita:

O pão nosso de cada dia, nos daí hoje.

Percebamos que a prece pede somente pelo pão de hoje. Não se queixa do pão amanhecido que comemos ontem, e também não diz: garanti, por favor, o alimento para a próxima estação.

Não se entenda tal proposta como imediatismo. É apenas a cultura de se estar presente no dia de hoje, com todas nossas forças, com toda nossa vontade.

Muitos de nós ainda estamos incompletos ou ausentes no dia de hoje.

Parte de nós está no lamento do ontem, outra parte na expectativa de um amanhã possível.

Parte vive num passado que era muito melhor do que hoje; parte vive na simples espera, cômoda, de um futuro melhor.

Parte vive de lembranças traumáticas, tristes, outra parte vive no temor do que o futuro nos reserva.

Indagaríamos então: Que sobra de nós para o presente? Que energia, que foco, que vida?

Muitos vivemos fora do próprio tempo presente, pouco lá atrás, pouco acolá...

Assim, recordemos da saudação à alvorada:

Mas o dia de hoje bem vivido, transforma os dias de ontem num sonho de ventura;

E os dias de amanhã numa visão da esperança.

Cuida bem, pois, do dia de hoje!

Eis a saudação da alvorada!

Redação do Momento Espírita com base no cap. 1 do livro
Como evitar preocupações e começar a viver, de
Dale Carnegie, ed. Cia. Ed. Nacional.
Em 09.03.2009.

12 março 2009

Memezão

Fui corajosa e aceitei o meme grandinho da Ana, do Vida Cotidiana.

1. Nome Completo? Completo não coloco, mas é Sheila Augusta... :S
2. Porque lhe deram esse nome? Sheila foi escolhido por causa de um Espírito que escreveu muitas mensagens através da psicografia do Chico Xavier até os anos 80 e se chamava Scheilla, tendo sido uma freira alemã que morreu na 2ª Guerra Mundial, durante a qual foi enfermeira. Augusta foi coisa da minha avó.
3. Você faz pedidos às estrelas? Já fiz, não faço mais.
4. Quando foi a última vez que você chorou? Hoje à tardinha.
5. Gosta da sua letra?Atualmente, na maior parte do tempo, gosto.
6. Gosta de pão com o quê? Queijo.
7. Quantos filhos você tem? Como se chamam e quantos anos eles tem? Não tenho filhos...
8. Se você fosse outra pessoa, seria seu amigo? Seria! Mas me acharia chata!
9. Saltaria de bungee-jump? Jamais de la vie!
10. Desamarra os sapatos antes de tirá-los? Não, e também não desafivelo as sandálias.
11. Acredita que você seja uma pessoa forte? Ahan.
12. Sorvete favorito? Crocante.
13. Vermelho ou Preto? Preto.
14. O que menos gosta em você? Do meu lado preguiçoso.
15. O que mais gosta em você? Meu senso de humor.
16. De quem você sente saudades? De muita gente, em intensidades diferentes, até porque sei que algumas eu reverei, mas outras... não sei, ou já sei que não!
7. Descreva que roupa e calçado está usando agora? Uma blusinha azul de alcinha, short jeans e descalça (porque os pés estão levantados e acomodados na mesinha do pc).
18. Qual foi a última coisa que comeu hoje? Shawarma!!
19. O que você está escutando agora? O barulho do ar-condicionado e o som do teclado...
20. A última pessoa com quem falou ao telefone? Não posso contar porque isso poderá ser usado contra mim... rsrs
21. Bebida favorita? Hoje, suco de abacaxi com hortelã.
22. Comida? Macarronada com creme de leite e queijo.
23. Último filme que viu no cinema e com quem? Operação Valquíria, com a Vanessa e o Wissam.
24. Dia Favorito do ano? Não tenho.
25. Inverno ou verão? Inverno, SEMPRE!!
26. Beijos ou abraços? Abraços beeeeeeem apertados e carinhosos... (mas é duro deixar de lado beijo apaixonado...)
27. Sobremesa favorita? Pudim de leite condensado!
28. Que livro está lendo? Tô lendo trocentos textos ao mesmo tempo sobre literatura feminina para a monografia.
29.O que tem na parede do seu quarto? Um espelho, um "pindurador" com minhas bolsas e um quadrinho lindo que ganhei de amigos de Brasília e que é feito com folhas e sementes do cerrado formando duas flores.
30.Filmes favoritos? Minha lista seria gigante. Seguem cinco dos quais me lembro agora: Quem quer ser um milionário?, Desejo e reparação, A língua das mariposas, Brilho eterno de uma mente sem lembranças e Antes do amanhecer.
31. Onde foi o lugar mais longe que você foi? Mechelen, na Bélgica.
32. Uma música? Amado, da Vanessa da Mata.
33. Uma Frase? Descobri essa há pouco e adorei: "Podemos oferecer um presente, mas não podemos obrigar ninguém a aceitá-lo." É de Richard Bach (aquele de Fernão Capelo Gaivota e Longe é um lugar que não existe).

Repasso esse Meme para:
Mel, Pedro, Zica, Tainá, T_sin e Servo (caso ainda esteja vivo...)

11 março 2009

Infelizmente preconceito não é coisa do passado...

Escolhi uma figura engraçadinha para ilustrar uma situação, na realidade, muito triste e vergonhosa.

Uma das minhas colegas da faculdade é atriz de teatro, tem um grupo com dois outros atores. Eles são ótimos! Muitas das peças do grupo são escritas por eles mesmos e uma delas, Romeu e Julieta Acústico, é uma das coisas mais divertidas que já vi!

Pois bem, a Cláudia, essa colega, foi convidada, junto com outros atores da região, para fazerem um teste para atuarem em uma série/minissérie/seriado - não sei ao certo - da GLOBO. Ela não estava muito empolgada porque seu negócio é teatro, mas, com insistência de amigos e do pessoal da produção, foi. Achou que não passaria, mas foi chamada, semana passada, para fazer o teste de figurino.

O tal teste foi marcado para às 16h em um hotel 4 estrelas da cidade. Todos os atores selecionados tiveram que esperar a diretora até às... 22h(!). A diretora é uma sobrinha do Chico Anysio, mãe de uma atriz que na novela das 8 - que passa às 9 - é a irmã esquisita de um mocinho de olhos claros, muito lindinho, galã. Ela já foi casada com um diretor de novelas da mesma emissora. Não darei nomes, mas não é coisa difícil de se descobrir.

Bom, mas voltando ao teste, a diretora chegou às 22h e pediu, ali na recepção do hotel mesmo, para saber quem tinha sido escalado pra cada papel. Quando chegou na minha colega, uma das produtoras disse pra ela:

- Eles farão o casal que briga no apartamento do hotel.
- Não, não pode! - disse a diretora - não dá! Eles são negros. Ninguém vai acreditar que são hóspedes de hotel! Ele... ele pode até ser, mas ela tem cara de pobre; vão achar que ela é empregada do hotel. - ela então apontou pra uma moça, "egressa" de uma escola de modelos da cidade, alta, clarinha, e continuou: - pra hóspede tem que ser alguém assim. Aí vão acreditar que é hóspede! - voltou-se para a minha colega e disse: - nada pessoal, tá querida?

A Clau, não sei como, ainda sem chorar, disse pra ela:

- Olha, eu não vou te responder porque aí vai ficar f***!

E saiu do hotel arrasada.

Um monte de coisa me chocou nisso tudo!

Como pode uma diretora de um canal tão conceituado, que tem tantos programas que tocam nessa questão do preconceito racial, agir assim?

Como pode um ser-humano humilhar tanto outro assim?

Como assim negro não tem cara de hóspede de hotel? Em que país essa mulher vive? Aliás, em que planeta?! Porque em qualquer país há brancos, negros, amarelos se hospedando diariamente em hotéis!

A Clau ficou muito, mas muito mal! No dia que me contou isso, saiu várias vezes da sala de aula pra chorar. Várias pessoas pediram pra ela tomar uma pedida legal e ela ainda estuda o que fazer.

Eu quis contar aqui essa história para que outras pessoas soubessem como essa senhora tratou uma atriz maravilhosa... mas que não tem a cor certa na opinião da digníssima diretora. Minha esperança é que esse tipo de coisa um dia, definitivamente, pare de existir!

E Clau, o azar é do programa, não seu!

08 março 2009

Lágrimas ocultas

E como estou hoje pode ser contado em uma poesia de Florbela Espanca...

"Se me ponho a cismar em outras eras
Em que ri e cantei, em que era q'rida,
Parece-me que foi noutras esferas,
Parece-me que foi numa outra vida...

E a minha triste boca dolorida
Que dantes tinha o rir das Primaveras,
Esbate as linhas graves e severas
E cai num abandono de esquecida!

E fico, pensativa, olhando o vago...
Toma a brandura plácida dum lago
O meu rosto de monja de marfim...

E as lágrimas que choro, branca e calma,
Ninguém as vê brotar dentro da alma!
Ninguém as vê cair dentro de mim!"

(Florbela Espanca)

_____________
Foto: To disappear forever by LonelyPierot

02 março 2009

Aprendendo mais sobre os elfos...

Conversa há pouco no MSN:

Luís diz (20:21):
eu tenho um "je ne sais quoi" pela catarina
Sheila diz (20:22):
ela é linda, né?
Sheila diz (20:22):
mas uma blz diferente.
Sheila diz (20:22):
tem hora q é esquisita.
Sheila diz (20:22):
e parece q não tem os dentes de cima...
Luís diz (20:22):
nunca reparei nisso
Sheila diz (20:22):
em "o senhor dos anéis" parecia bastante.
Sheila diz (20:23):
ela fala sem mexer a parte de cima da boca...
Luís diz (20:23):
isso é porque ela era uma elfa
Luís diz (20:23):
os elfos não têm dentes de cima
Luís diz (20:23):
é por isso que não comem maçãs

(Vocês sabiam disso? hahaha)

01 março 2009

Vi: Operação Valquíria

Ontem à noite eu me lembrei porque Tom Cruise foi a minha paixão da adolescência e porque, quando eu tinha 13 anos, uma foto linda do rosto dele - arrancada de alguma Capricho - era o meu tesouro no lado de dentro de uma porta do meu guarda-roupa.

Fui ver o filme Operação Valquíria com amigos. A história é a seguinte: um grupo de militares e políticos alemães decidem assassinar Hitler por não acreditarem mais nos rumos que ele dá à Segunda Guerra Mundial e à Alemanha. Tom Cruise é o Cel. Stauffenberg, militar que, após ter seu pelotão atacado no norte da África e sofrido graves ferimentos, está de volta ao seu país e é recrutado pelo grupo de golpistas. O filme conta, então, como eles colocaram esse plano em ação.

Assuntos ligados à Segunda Grande Guerra sempre me interessaram, acho que, principalmente, porque não vejo nenhum dos lados como vilões, já que vítimas e grandes perdas aconteceram tanto na Alemanha quando na França, por exemplo, que estavam em lados opostos. Qualquer guerra sempre me parece cruel e incompreensível.

Tom Cruise está lindíssimo e ótimo no papel. Li uma crítica que dizia que ele estava muito frio no papel... Peraí, comassim? O que esperavam de um coronel do exército alemão planejando um golpe de Estado?!

Além dele, e por isso escolhi esse cartaz alemão pra ilustrar o post, o resto do elenco é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O e recheado de atores que eu adoro!! Kenneth Branagh, Tom Wilkinson, Bill Nighy, Terence Stamp...

Uma coisa "engraçada" é que, mesmo sabendo que Hitler só morreu quase um ano depois, ou seja, sabendo que esse, que foi o 15º (!!) atentado contra a vida do líder nazista, não deu certo, nós nos pegamos no cinema torcendo por eles e chocados quando sabemos que não deu certo...

Muito bom mesmo! Recomendo!!

Curiosidade: A Valquíria (Die Walküre, no original alemão) é uma ópera deWagner, compositor preferido de Hitler. Por conta disso, durante muitos anos, as obras de Wagner foram renegadas por maestros que tocavam em Israel.