23 julho 2011

Amy Winehouse

  

Nesse momento eu só fico pensando no desperdício de talento que é a morte tão prematura de alguém como Amy Winehouse!

Que Deus a ampare e ampare os que amaram e que sofrem agora.

Back to black é minha música preferida dela.

18 julho 2011

... y otras cositas (20)

Quem mais acaba tendo trocentas idéias quando resolve escrever um post?

Comigo sempre acontece isso: tenho uns 3 posts na cabeça mas vamos por partes; espero postar os outros ainda esta semana.

***

Primeira coisa que quero perguntar: quem é você de Mountain View, na Califórnia, que sempre passa por aqui?

Sempre aparece no Live Traffic Feed visitas da mesma cidade e isso me deixou curiosa. Primeiro achei que a pessoa tinha passado e pronto, mas como é frequente...

Obrigada pelas visitas, tá? Mas quero mesmo saber quem é você! ;)

***

Quando foi a última vez que vocês viram um estilingue? 

Não sei como, fiquei pensando nisso quando vinha pro trabalho. O último que vi foi, provavelmente, na mão de algum irmão meu que, obviamente, não usava pra matar passarinho mas pra intimidar os outros irmãos.

Acho que nem existem mais aqueles estilingues de madeira, de borracha preta e com aquele negócio que parece borracha de hospital. Já brinquei com estilingue - eu fui muito moleca - e hoje me dei conta que, meus sobrinhos, nem devem saber o que isso. Claro, pelo uso "matador" que os estilingues tinham na mão da maioria dos moleques, melhor ter sumido mesmo. Será sinal de que estamos evoluindo e nos tornando menos cruéis com nossos irmãozinhos menores, os animais? Tomara!

***

Dois anos depois, estou às voltas com outra monografia pra escrever.

Tô concluindo uma pós que comecei no final do ano passado e entrei na reta final. Agora é passar pro papel minhas idéias e as idéias alheias. Acho que vai ficar bem legal. Novamente é relacionado a escrita de autoria feminina, mas agora tem a Rachel de Queiroz fazendo companhia à Martha Medeiros :))

Vou, vergonhosamente, confessar que nunca tinha lido nada da Rachel de Queiroz além de crônicas e estou adorando! O livro com o qual estou trabalhando é o As três Marias que é muito bom! Recomendo!

***

Vocês têm medo de mudanças?

Eu achava que não tinha mas, recentemente percebi que, sim, mudanças me assustam, me fazem querer voltar atrás em decisões começadas, voltar pra segurança na minha vidinha de sempre.

Não tem como falar muita coisa sobre o que é porque tá tudo bem cru. À medida que for acontecendo, ou sendo resolvido, conto aqui (:

*** 

Gente, por fim: uma amiga minha tá vendendo ingresso do Rock in Rio pra duas noites: a do Red Hot Chilli Peppers e a do Metallica. Um deles , o do Chilli Peppers é ingresso inteiro, o do Metallica é meia.

Se alguém estiver interessado, me dá um toque.

Ah, e ela não é cambista: acontece que pretendia ir mas não vai dar certo e por isso tá se separando dos ingressos - com alguma dor, claro.

***

E é isso. Quero ver se amanhã publico outras postagens que estão na minha cabeça!

Uma semana deliciosa, produtiva e cheia de boas notícias pra nós ;)



14 julho 2011

Níver Wissam


Hoje é aniversário do meu querido amigo Wissam! Se eu for escrever tudo que pensei pra este post ele vai sair enorme, porque tem tanta coisa que posso falar dele e da nossa amizade! Mas vou tentar ser o mais breve possível.

Conheci o Wissam quando ainda era casada no aniversário de um outro amigo. O primeiro interesse que surgiu, em mim e no meu ex-marido, foi aproximá-lo da Vanessa, amiga solteira. Quando a gente descobriu que ele tinha namorada já era tarde demais porque ele já tava chegado e não deu namoro mas virou uma super-amizade!

E aí, mais uma vez, cai por terra aquela coisa que homem e mulher nunca têm amizade sincera, que sempre tem algum interesse, blá, blá, blá!

O Wissam é um dos maiores cavalheiros que eu conheço, de querer pagar conta, de dar os melhores presentes nos amigos secretos malucos, de sair no meio do filme pra comprar uma água se a gente pedir - acho quea  gente meio abusa... rsrs. Gentilíssimo, educadíssimo, engraçado, tranquilo... e solteiro, tá meninas?

No aniversário dele, e em todos os outros dias do ano, eu desejo que ele seja muito feliz, com sua vida cheia de paz, de saúde, de realizações e que ele continue do jeito que é, que Deus o abençoe gigantemente e que ainda possamos rir muito, seja pessoalmente, seja pelo MSN - ele está gereciando uma loja da família na capital paraguaia, atualmente - e ver muitos e muitos filmes juntos.

Te amo muito, brimo!

(Viu só? Tardou mas escrevi um post pra você aqui ;)



Imagem: Daqui.

13 julho 2011

Dica "otorrínica"



Não sei como vocês são, mas eu sou a louca do cotonete! Não consigo passar sem! Dia sim, dia não, eu quero limpar o ouvido, cutucar até deixar sem nadinha saindo no cotonete.

Mas eu sei que isso não é saudável... Minha mãe me dizia isso, uma amiga me dizia que um médico uma vez lhe disse que a gente devia limpar os ouvidos com o cotovelo pra não conseguirmos enfiar nada neles...

Bom, aí há umas semanas comecei a me incomodar com alguma coisa no meu ouvido direito. Parecia um negocinho se movendo lá dentro e comecei a ficar preocupada. Tentei marcar consulta com um otorrino recomendado mas, como tava distante, desmarquei e marquei com outra médica perto do trabalho mas de quem nunca ouvi falar.

Tirando as topeiras das recepcionistas que não perceberam que a médica estava sem paciente e me fizeram esperar 30 minutos à toa, adorei a médica que me atendeu. Expliquei o que acontecia e ela pediu pra ver meu ouvido. A primeira coisa que ela me perguntou: "Você usa cotonete?". Eu sabia que finalmente levaria bronca de um especialista com isso :S

E foi o que aconteceu. Muito gentilmente ela observou que meus dois ouvidos não tinham nadinha de cera e que isso não era bom. Que cera era proteção, que meus ouvidos sem cera nenhuma ficavam completamente abertos para qualquer coisa, que não estava fazendo o certo...

Eu tenho tentado, desde então, não usar o bendito cotonete nos ouvidos. Tá difícil e eu tô pelo menos diminuindo. Mas é complicado porque meu ouvido coça um tiquinho e eu já fico morrendo de vontade de correr pro banheiro pra catar um cotonete pra cutucar "as urêia"!

É engraçado como isso é difícil! Como pode uma coisinha que parece tão simples como limpar os ouvidos ser prejudicial e complicada de deixar de lado?!

Então, pra quem não sabe, fica aqui minha dica "otorrínica": quando o otorrino disser que seu ouvido está muito limpo, não tome isso como elogio. A limpeza do ouvido deve ser bem superficial. O melhor é aproveitar o horário do banho e passar a toalha só por onde ela alcança na nossa orelha, bem por cima mesmo.

(Mas façam o favor de não deixar fazer cascão atrás da orelha que isso médico nenhum vai dizer que é saudável ou bonito, ok?)

Ah, o meu problema não tinha nada a ver com o ouvido, ela sugeriu muscular e me pediu pra procurar um clínico geral caso seguisse com dor. Mas como não senti mais nada, não foi em outro médico :)


Imagem: do blog Banana com farinha

09 julho 2011

A linda Hilda

Mais desenhos da linda Hilda.

Outros posts com desenhos de Duane Bryers aqui.

Imagens retiradas deste blog aqui.