13 julho 2011

Dica "otorrínica"



Não sei como vocês são, mas eu sou a louca do cotonete! Não consigo passar sem! Dia sim, dia não, eu quero limpar o ouvido, cutucar até deixar sem nadinha saindo no cotonete.

Mas eu sei que isso não é saudável... Minha mãe me dizia isso, uma amiga me dizia que um médico uma vez lhe disse que a gente devia limpar os ouvidos com o cotovelo pra não conseguirmos enfiar nada neles...

Bom, aí há umas semanas comecei a me incomodar com alguma coisa no meu ouvido direito. Parecia um negocinho se movendo lá dentro e comecei a ficar preocupada. Tentei marcar consulta com um otorrino recomendado mas, como tava distante, desmarquei e marquei com outra médica perto do trabalho mas de quem nunca ouvi falar.

Tirando as topeiras das recepcionistas que não perceberam que a médica estava sem paciente e me fizeram esperar 30 minutos à toa, adorei a médica que me atendeu. Expliquei o que acontecia e ela pediu pra ver meu ouvido. A primeira coisa que ela me perguntou: "Você usa cotonete?". Eu sabia que finalmente levaria bronca de um especialista com isso :S

E foi o que aconteceu. Muito gentilmente ela observou que meus dois ouvidos não tinham nadinha de cera e que isso não era bom. Que cera era proteção, que meus ouvidos sem cera nenhuma ficavam completamente abertos para qualquer coisa, que não estava fazendo o certo...

Eu tenho tentado, desde então, não usar o bendito cotonete nos ouvidos. Tá difícil e eu tô pelo menos diminuindo. Mas é complicado porque meu ouvido coça um tiquinho e eu já fico morrendo de vontade de correr pro banheiro pra catar um cotonete pra cutucar "as urêia"!

É engraçado como isso é difícil! Como pode uma coisinha que parece tão simples como limpar os ouvidos ser prejudicial e complicada de deixar de lado?!

Então, pra quem não sabe, fica aqui minha dica "otorrínica": quando o otorrino disser que seu ouvido está muito limpo, não tome isso como elogio. A limpeza do ouvido deve ser bem superficial. O melhor é aproveitar o horário do banho e passar a toalha só por onde ela alcança na nossa orelha, bem por cima mesmo.

(Mas façam o favor de não deixar fazer cascão atrás da orelha que isso médico nenhum vai dizer que é saudável ou bonito, ok?)

Ah, o meu problema não tinha nada a ver com o ouvido, ela sugeriu muscular e me pediu pra procurar um clínico geral caso seguisse com dor. Mas como não senti mais nada, não foi em outro médico :)


Imagem: do blog Banana com farinha

2 comentários:

  1. Sheila uso cotonete duas a três vezes por semana no máximo, mas deixá-los de lado é bem difícil... só secar com a toalha não resolve, pelo menos para mim... manias , manias...
    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Ai, menina! É viver um dia de cada vez tentando não correr pro cotonete! hahaha

    Beijocas.

    ResponderExcluir