31 julho 2009

Um casamento original

Fui ver meus emails e tinha um com um link pro blog Bombou na web, da revista Época e que traz os vídeos que... bombaram - darr! - por esses dias.

Este aqui eu adorei e descobri que sempre, sempre mesmo choro em casamentos! Mesmo nos mais diferentes!

Todo mundo esperando aquela entrada "burocrática" dos padrinhos e madrinhas e dos noivos, quando...

Vejam!!

(atenção pra reação dos convidados!)

... y otras cositas (2)

Influenza A... A coisa parece que começa a assustar todo mundo, inclusive a mim, confesso! As faculdades e escolas estaduais - além das particulares - do Paraná cancelaram as aulas até o dia 10 de agosto. A esperança é que o clima esquente e assim diminuam os casos de problemas respiratórios em geral.

***

Dubai agora é outra alternativa pra mim ano que vem. A sugestão foi delicadamente dada por uma colega de trabalho super-sutil que disse que eu não tenho nada mesmo - nem namorado - e que era uma boa ir pra Dubai trabalhar em um hotel. O assunto surgiu depois de lermos uma matéria da VEJA, desta semana, se não me engano, dizendo que é grande a procura por brasileiros por conta da simpatia. De verdade, a idéia me pareceu interessante...

***

Da mesma colega ouvi uma que me fez rir do pensamento que algumas pessoas AINDA tem: falávamos de preconceito, no sentido de "conceituarmos" alguém sem o conhecermos direito e ela me soltou essa: "Eu nunca pensei que você é sapatão só porque você tá sempre com mulher!". Na verdade, para dar esse exemplo, claro que ela já pensou nisso! Pois é. Eu ter sido casada por 7 anos não quer dizer nada... mas eu ter amigas e sair sempre com elas, sim! Tsc, tsc, tsc...

***

Em outra VEJA, de umas duas semanas atrás, li a matéria Sozinhos.com? Discordei da afirmação do antropólogo inglês Robin Dunbar que diz que "a internet é muito boa para administrar amizades já existentes, garantindo sua continuidade mesmo a grandes distâncias, mas é ruim para criar do zero relações de qualidade".

Comassim?! Eu tenho pelo menos duas amigas de verdade que conheci através da net, além de outras pessoas e relacionamentos! Acho que a net não é esse bicho-papão. Mas sei que tem gente que só vive pra ela. Da minha parte, fiquei feliz ao fazer um teste lá e descobrir que não sou viciada na dita-cuja.

***

Sonora Brasil. Se na sua cidade tem SESC e esse projeto passar por aí, não deixe de conferir! No folhetinho diz o seguinte:

"Cumprindo sua missão de difundir o trabalho de artistas que se dedicam à construção de uma obra de fundamentação artística não-comercial, o SONORA BRASIL consolida-se como o maior projeto de circulação musical do Brasil. Em 2009 são 331 concertos, a maioria em cidades distantes dos grandes centros urbanos".

Aqui em Foz teve apresentação anteontem. Ouvimos os violonistas Marcelo Fernandes, de Campo Grande e Henrique Annes, de Recife - o projeto traz em cada etapa dois violonistas, um de cada região do Brasil, desta vez foi Centro-Oeste e Nordeste. Uma delícia ouvir as histórias, as músicas! Confiram, se puderem!

***

Fui no dermatologista quarta-feira e fiquei feliz com o tratamento que ele me passou à base de ácido glicólico, além do sabonete especial e do protetor solar. Pensei que fosse me encher de coisas, mas pelo jeito eu tô com a pele boa aos 34 anos. Na verdade, não fui lá querendo carinha de 20 anos - até porque minha pele era uma nhaca nessa idade! - já que me orgulho dos meus "pés de pintinho"!

***

Ainda na Saúde, fiz uns exames de sangue, à pedido do meu oftalmo, que estranhou a mudança de grau nos meus olhos de março pra cá. Ele suspeitou que eu pudesse estar com diabetes. Acabou pedindo exame de colesterol e triglicerídeos também. Fiquei preocupada... com todos os exames! Mas deu normal, ou no limite. Preciso me cuidar, anyways... E fazer meus óculos novos para parar de apertar os olhos pra ler algumas coisas menorzinhas - eu acho que em março fizemos errado os exames, só isso.

***

No mais, tudo bem. Tô de folga hoje e estava montando os capítulos da Monografia. A vontade é de ficar na cama, morgando... mas não dá, né?

Delicioso final de semana pra vocês :*

26 julho 2009

Minha amiga mansa e pacífica

Como eu tinha comentado há poucos dias, ganhei um presente muito gostoso de uma pessoa que adoro de paixão!

A pessoa é a Angélica, a minha amiga da história do Batman e Robin também, uma das poucas criaturas que conheço que se encaixam em alguma passagem do Sermão da Montanha, já que, como sempre brinco com ela, ela faz parte dos mansos que possuirão a Terra e os pacíficos que serão chamados filhos de Deus - se alguém fugiu das aulinhas de catecismo, da evangelização espírita ou similares, procure no Google do que eu tô falando.

Então, a Angélica é uma das pessoas mais doces, tranquilas, mansas e pacíficas que conheço! E é uma mulher linda, inteligentíssima, cultíssima e refinadamente engraçada. Além do mais, me ama do jeito que eu sou, mesmo cheia de defeitos e tão explosivamente diferente dela.

Bom, num dos últimos brechós que fizemos - perceberam que tô abusando do uso de links desde que aprendi a usá-los? rsrs - eu fiquei com um suéter pink, bonito, gostoso... mas que não achava muito a minha cara. Daí fui trabalhar com ele e quando encontrei a Angélica ela o adorou. Percebi que ela seria mais feliz com ele do que eu e decidi presenteá-la com a blusinha da Penélope Charmosa - e a Angélica é muito mais Penélope que eu; aliás, eu não sou nada Penélope Charmosa!

Aí, quando finalmente deu certo de nos encontrarmos para eu lhe dar o suéter, fui surpreendida com um presente dela, um perfume que um dia senti nela e disse ter gostado. O dito-cujo é o Sarkany Women, que eu nem conhecia pelo nome, mas pelo qual estou apaixonada agora! Não sou fã de perfumes florais e o único que tenho, que nem é exatamente floral, mas é mais... "doce" (?) é o Tarsila, que foi um dos presentes mais surpresa que já ganhei - sim, sim, veio pelo correio!! - O Sarkany é muito gostoso e ando usando ele diretão, desde quarta-feira. O melhor é que ele fica na pele! Essa noite acordei várias vezes com o cheiro dele no meu pulso e, quando fui guardar a pashmina usada ontem à noite, tava perfumadinha também. Hoje a encontrei no serviço e ela já chegou falando que tava quentinha com a blusa... e eu dei o pulso pra ela cheirar - e depois de 6 horas, tava lá o cheiro bom!

Acho que todo mundo fica feliz com presente, não é? Eu adoro presentear e já descobri que a gente não precisa ter dinheiro sobrando pra isso. Uma coisinha que compramos ao lembrarmos da pessoa, coisinha que pode parecer boba, já faz efeito.

Muito bom sermos presenteados. Melhor ainda quando não esperamos o presente. E se é especial quando o presente nos agrada, mais especial ainda quando ele é dado por quem amamos!

Sinceramente, não sei quem ficou mais feliz com o presente, se eu ou a doce Angie :)
_____
Foto: Friendship III by Social-Disaster

23 julho 2009

Poema XX - Pablo Neruda

Pablo Neruda é, acredito, o poeta hispano-americano mais conhecido no Brasil, seja por sua poesia, seja pelo filme O carteiro e o poeta.

Seu livro mais conhecido, Veinte poemas de amor y una canción desesperada, foi publicado quando ele tinha só 20 anos e hoje lemos o último poema de amor, o XX, na aula de Literatura Hispano-Americana.

Éramos poucos na sala e terminamos a leitura comovidos. A Vikki disse que se houvesse mais dois versos ela teria chorado e não foi exagero. Quem nunca perdeu um amor? Quem não sabe como isso realmente dói?

"Puedo escribir los versos más tristes esta noche.

Escribir, por ejemplo: 'La noche está estrellada,
y tiritan, azules, los astros, a lo lejos.'

El viento de la noche gira en el cielo y canta.
Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Yo la quise, y a veces ella también me quiso.

En las noches como ésta la tuve entre mis brazos.
La besé tantas veces bajo el cielo infinito.

Ella me quiso, a veces yo también la quería.
Cómo no haber amado sus grandes ojos fijos.

Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Pensar que no la tengo. Sentir que la he perdido.

Oír la noche inmensa, más inmensa sin ella.
Y el verso cae al alma como al pasto el rocío.

Qué importa que mi amor no pudiera guardarla
La noche está estrellada y ella no está conmigo.

Eso es todo. A lo lejos alguien canta. A lo lejos.
Mi alma no se contenta con haberla perdido.

Como para acercarla mi mirada la busca.
Mi corazón la busca, y ella no está conmigo.

La misma noche que hace blanquear los mismos árboles.
Nosotros, los de entonces, ya no somos los mismos.

Yo no la quiero, es cierto, pero cuánto la quise.
Mi voz buscaba al viento para tocar su oído.

De otro. Será de otro. Como antes de mis besos.
Su voz, su cuerpo claro. Sus ojos infinitos.

Ya no la quiero, es cierto, pero tal vez la quiero.
Es tan corto el amor, y es tan largo el olvido.

Porque en noches como ésta la tuve entre mis brazos,
mi alma no se contenta con haberla perdido."

Aunque éste sea el último dolor que ella me causa,
y éstos sean los últimos versos que yo le escribo."

22 julho 2009

... y otras cositas (1)

As aulas recomeçaram. Último semestre e o mais hardcore, com certeza já que tenho os estágios de regência de Português e Espanhol pra fazer, além da minha monografia que está empacada por culpa completamente e unicamente minha. O que me deixa menos histérica é que sei que quando começar a escrever, vai - é meio que uma comunicação mediúnica... - e dá certo. Mas preciso começar!

Bom, daí que terei menos tempo pro blog, ou menos cabeça pra pensar no blog já que, por mais que isso aqui seja um filhotinho querido, as prioridades têm que ser outras nestes próximos meses. Então, se eu demorar pra postar alguma coisa, já sabem: continuo viva, mas envolvida com alunos - espero que bonzinhos - do ensino médio e fundamental e com capítulos a serem definidos e postos no papel.

***

O inverno tá uma delícia por aqui! Dias bonitos com sol - ou como hoje, com chuva na madrugada - e noites perfeitas pra dormir! Se não fosse por Som e Fúria, eu dormiria agora pelas 21h mesmo...

***

E por conta do frio, os hidratantes são meus melhores amigos pós-banho! Me emplasto com eles pra não ficar com aquela pele de cobra. Tem funcionado! Além de que, quando o banho rola antes de ir deitar, é muito gostoso ir dormir cheirosinha, não é?

***

Frio... H1N1! O que tem de gente ligando na Secretaria - de Turismo - e nos perguntando se as fronteiras estão fechadas, se o Parque Nacional tá fechado, se a Itaipu tá fechada... Calma, pessoal, por aqui anda tudo normal... com exceção do pessoal mascarado nas fronteiras.

***

E Foz figura como cidade mais violenta pros jovens no Brasil. Que coisa triste... mas muito real! Fronteira, tráfico, bandidagem, falta de perspectivas... Junta tudo, o que poderia dar? O fim da picada é a Prefeitura e a Secretaria de Segurança Pública dizendo que os dados são antigos e que a violência caiu mais de 35% nos últimos três anos.

***

Aff, falei demais! No próximo post quero falar de delicadezas e, por conseguinte - que palavra "desusada", rsrs - de uma pessoa muito especial e do presente cheiroso que ela me deu hoje!

Fiquem com Deus, os que crêem. Os que não crêem fiquem em paz :)

P.S. - Perceberam que tô com um humor bem melhor?

19 julho 2009

Apaixonados por gatos

Quando eu passei pela doença do Enzo encontrei na clínica veterinária, primeiro um folheto de uma ONG, a Vida Animal, e depois a Giane, que fazia parte da ONG.

Aos poucos o contato - normalmente por email ou telefone - foi se estreitando e comecei a ajudá-la com venda de rifas ou coisas materiais que ela precisa pra cuidar dos gatinhos que mantem em casa. É que, por problemas de saúde ela precisou se afastar da Vida Animal, mas cuida em uma casa no mesmo terreno da sua de cerca de 40 gatinhos - os gatos têm uma casa praticamente só pra eles mesmo! - que estão ali esperando um novo lar.

A própria Giane faz sempre questão de dizer que é tudo muito simples e que precisa de ajuda de outras pessoas que gostem de animais para poder comprar ração, jornais, outros alimentos pros mais debilitados ou bebês, pagar veterinário...

Depois de muitos convites, fui lá com a Angelice pra ela adotar uma menininha. E, gente, foi uma visita tão gostosa!

Logo na entrada fomos recebidos por um husky lindo que foi abandonado ali. Bravinho, só o marido da Giane, o Daniel, consegue cuidar dele. Aí entramos na casa e... realmente, a casa é dos gatos; e gatos de tudo quanto é tamanho, cor, pelagem e humor! Ficamos quase uma hora com a Giane e o Daniel e a gataiada ouvindo as histórias de alguns deles, fazendo carinhos em outros, recebendo afagos dos mais amorosos - e como eles têm gatos amorosos! - e vendo como eles praticamente todos se dão bem. Claro que nem todos são lindos, de acordo com a estética "padrão", mas mesmo os mais estrupiados, judiados, magros são lindinhos!

Agora me emociona muito lembrar da visita porque a gente às vezes tem uns desejos tão fúteis - uma bota nova, um casaco da moda, alisar o cabelo - e hoje eu vi duas pessoas que não vivem pra si, mesmo com as limitações financeiras que enfrentam! E são e estão felizes ali, por mais humildes que sejam suas condições!

Pra mim a Giane é um exemplo de ser humano: é uma pessoa querida e que, mesmo se recuperando de uma doença, encontra espaço quase que diariamente para abrigar mais uma criaturinha desemparada. E sempre com muito amor!

Eu sei que tem um monte de gente que pode ler isso e criticá-la, ou criticar a mim por me comover com isso, mas eu não creio que pessoas que normalmente fazem essas críticas ajudam outras pessoas. Geralmente existe a crítica a algum trabalho assistencial - e não vejo diferente em ajudar animais ou pessoas porque todos são criados por Deus - mas sem existir, em contra-partida, alguma ajuda a qualquer pessoa carente, ou ONG, ou a feitura de trabalho voluntário. E eu acredito piamente que os animais são pequenos instrumentos, nossos irmãozinhos menores, por meio dos quais Deus testa a nossa compaixão, o nosso amor ao próximo, seja ele quem e como for.

Desejo sinceramente que no mundo hajam muito mais pessoas como esse casal tão especial. E desejo muito um dia poder também deixar de valorizar o que não tem de verdade valia nenhuma pro nosso espírito.


Pra quem quer conhecer os gatinhos da casa da Giane,segue o link pra um fotolog que ela criou para divulgar os possíveis adotados. A foto que ilustra o blog é de lá, eles ficam a maioria assim, todos juntinhos, pacificamente: http://adotegatinhosfozdoiguacu.nafoto.net/

Moymoypalaboy

Uma das coisas que acho mais bacanas na internet é a possibilidade de conhecermos culturas tão distintas da nossa e que até uns 15 anos atrás só nos chegavam pela tevê ou pela imprensa escrita... ou por cartas!

Hoje o Wissam me mandou um link pelo MSN e quando comecei a ver, percebi que já conhecia as criaturinhas que ali dublavam Thalia - é que o Wissam é muito fã de música mexicana... rsrs. Bom, aí fui fuçar mais um pouco e descobri que são dois irmãos filipinos - Moymoy é o nome de um deles - que dizem no seu canal no Youtube estar ali fazendo vídeos bobos.

Sim, são bobos, e por isso mesmo muito engraçados! Na minha opinião, quem é engraçado não se leva a sério - bom, acho que nenhum de nós deveria se levar muito a sério... - e os meninos, definitivamente, estão ali aproveitando a brincadeira!

É legal poder conhecer algo das Filipinas, país do qual sei tão pouco e que fica geograficamente tão distante.

O vídeo que escolhi do Moymoypalaboy é um deles dublando Backstreet Boys - com a participação especial de um amigo, o que está no meio.

Enjoy it!

17 julho 2009

Propaganda da Coca-Cola na Espanha

Encontrei a propaganda no Mulher 7 por 7 e fiquei encantada/emocionada!


Não sei se está audível ou compreensível pra todos, até porque é falado em espanhol da Espanha, que é menos claro pros nossos ouvidos latinos, mas vale a tentativa.

No vídeo, Jusep Mascaró, de 102 anos, vai visitar Aitana Martínez, que recém nasce e fala a ela do tempo, da vida... Desafio vocês a não ficarem ao menos com os olhos marejados!!

Lindíssimo!!

16 julho 2009

Enquanto isso, na telinha...

Não sou muito de televisão - aberta, pelo menos - mas dois programas me conquistaram recentemente e tento não perder nenhum.

O primeiro é o Profissão Repórter. Sempre gostei muito do Caco Barcellos mas, quando o programa começou, não me empolguei: achava que era só mais uma cópia do Globo Repórter.

Ledo engano. O programa é bem mais dinâmico e acompanha reportagens de jovens profissionais, mostrando o outro lado da notícia - hmmm... acho que a chamada é assim mesmo... rsrs. Nas últimas três semanas dois programas falaram sobre consumo de drogas, adictos e tratamentos. Tudo muito triste, mas com possibilidade de ver esperança em muitos casos.

O mais bacana é mesmo ver como eles preparam as matérias, não só ela bonitinha, na tela. E muito bom ver que todos sofrem com as mazelas que mostram. O programa que falou de tragédias no trânsito foi maravilhoso!


O outro programa é a minissérie Som e fúria. Tô apaixonada por ela! Na verdade, ela é uma adaptação de uma série canadense chamada Slings and arrows; adaptação, aliás, feita pelo diretor da série, Fernando Meirelles - \o/.

A história acompanha o cotidiano do grupo de teatro do Teatro Municipal de São Paulo que tenta fazer suas montagens em meio a falta de verba e de apoio governamental - tudo fictício, claro, porque a arte é suuuper-apoiada pelos poderes públicos, né?

O destaque pra mim é o Felipe Camargo como protagonista - aliás, eu tinha lido uma entrevista dele na VEJA e o vi no Fantástico semana retrasada e me emocionei com a sinceridade e transparência dele! - e eu adoro também ver a Maria Flor. A guria parece sempre estar muito bem!

Achei graça nas "homenagens" feitas em referências: o crítico Heliodoro - a crítica Bárbara Heliodora? - e o diretor Oswald Thomas - o diretor Gerald Thomas?

Queria ver mais coisa bacana assim na tevê.

15 julho 2009

Bola pra frente!

(eu não creio que dei um título destes ao post...)

Acredito que todo mundo adoraria ter apenas dias maravilhosos durante a semana, o mês, o ano... a vida! Mas, infelizmente, como todos somos testemunhas, não é bem assim...

Ando tendo uns dias bem punk! Sabe quando parece que nada dá certo? Se fosse de crer nessas coisas - à fundo - diria que passo pelo meu inferno astral: vida amorosa, trabalho, aqui em casa.

Mas - viva! - tô comprovando que, realmente, a gente consegue tirar coisas positivas dos momentos de dor. E aprendizados.

Por exemplo, eu descobri recentemente que a gente, muitas vezes quer ser amado por uma questão de orgulho. Não existe mais uma relação, mal ou nenhum contato temos com o antigo amado mas queremos que ele ainda nos ame! Por orgulho. Para sabermos que provocamos sentimento assim em alguém. Mas, se a pessoa decidiu sair da sua vida, se ela quer seguir adiante, amar alguém no passado não é doloroso? Sentir saudades, pensar nos doces e deliciosos momentos de amor... Não é bom pra ninguém. Nem pra gente, nem pro - antigo? - amado!

(no meu caso eu acho que muito do meu comportamento é por conta de carência afetiva também. Mas aí esse post ficará muito "divã"... rsrs)

A insatisfação que tenho há tempos no meu trabalho tem que servir pra me fazer decidir o que quero do meu futuro. Me sinto presa à Foz por conta da faculdade, afinal faltam poucos meses pra conclusão do curso. Tento pensar em planos imediatos para 2010 e eles são diversos e constrastantes: me dedicar mesmo ao magistério? Fazer uma especialização ou tentar uma bolsa de mestrado direto? Ficar estudando pra concursos públicos? Tentar a vida na Espanha onde já tenho minhas primas - todo mundo trabalhando honestamente, viu? rsrs - ? Um monte de coisas...

A indefinição de quando terei a casa só pra mim é um exercício de paciência que nem sempre consigo fazer. É o que mais tem me arrancado lágrimas - e eu ando chorando muito! - e o que me incomoda por não ter prazo pra terminar! Quer dizer, eu não sei quando vou mudar de emprego ou ir embora, nem se uma pessoa super-bacana aparecerá na minha vida semana que vem, mas a questão da casa é a mais desagradável. E aí sigo tentando ser paciente :S

O que mais consigo ver de positivo hoje na minha vida é que os amigos - e eu nunca fui de ter muitos - estão sendo muito amorosos e companheiros. Em momentos em que a gente quer muito o colo da mãe, eu tenho encontrados ombros, braços e olhos - nos distantes, mas acessíveis pelo msn - acolhedores e que eu já sabia muito especiais! São principalmente esses que me amam que têm conseguido colorir meus diasquando eu preferiria me trancar no quarto e sumir!

______
Foto: Happy Roses Rainbow Glitter by HappyRoses

14 julho 2009

Socorro - Arnaldo Antunes



"Socorro!
Alguém me dê um coração
Que esse já não bate nem apanha
Por favor!
Uma emoção pequena, qualquer coisa!
Qualquer coisa que se sinta
Tem tantos sentimentos
Deve ter algum que sirva..."

(Socorro - Arnaldo Antunes/Alice Ruiz)

- Já comigo se dá que meu coração não bate, mas apanha e emoções sentidas não me faltam. Sinto amor, sinto dor... sinto tudo. Socorro! -

12 julho 2009


"Não quero mais o amor,
Nem mais quero cantar a minha terra.
Me perco neste mundo,
Não quero mais o Brasil
Não quero mais geografia
Nem pitoresco.

Quero é perder-me no mundo
Para fugir do mundo."


(Augusto Frederico Schmidt)

____
Foto: Looking forward again by =NeoPiter

Apresentando: Azeitona e Naomi

Tá friiiio por aqui mas também faz um sol lindo! Aproveitei pra - tentar - tirar fotos - decentes - da Azeitona e da Naomi, as já moradoras da casa.

A Azeitona - que chamo de Zê - já veio com esse nome quando chegou na casa. Ela vivia com seu antigo dono na rua, os dois "moravam" ao lado do terminal de transporte urbano, onde eu trabalho eventualmente - temos um posto de informações turísticas lá. Ela sempre aparecia pra fazer festa pra gente, com o seu dono por perto.

Um dia ela começou a aparecer sozinha. Diretão. A vizinha de uma loja ao lado contou que ouvira falar que tinham matado o dono dela. Pouco depois a Vanessa descobriu que ela estava prenhe. Conseguimos convencer minha mãe a ficar com ela, respeitando sua condição de só recebê-la depois do parto - porque a Mãinha tem pavor de acompanhar parto de bichinho e nós nos comprometendo a arranjar dono pra todos os cachorrinhos. Aceitamos e, depois de algumas semanas lá em casa, ela veio pra casa nova.

A Azeitona é tão feinha que fica engraçadinha! É super-carinhosa mas muito assustada. Provavelmente passou por maus-bocados na rua; ela some ao ver alguém com vassoura perto dela e é muito difícil deixar alguém pegá-la no colo. Adora bater perna e, o pão com ela na foto não é cenográfico: ela fica na porta de manhã esperando um pedacinho de pão todo dia! E ai de alguém que tente tomá-lo. Na foto não dá pra ver direito, mas enquanto eu chamava o nome dela pra ela olhar pra foto, ela me olhava pelo canto dos olhos... e olhava pro pão! rsrs

O veterinário calcula que ela já seja velhinha, o que atestam sua barba branca e seus dentes... Ultimamente tenho percebido que ela enxerga menos à noite, tendo, frequentemente, corrido atrás até dos gatos da casa - durante o dia, ela não dá muita bola pra eles.

Ela é uma queridinha, boazinha demais!

E aí tem a Naomi - a minha Negusha - a gata mais blasée do Universo!

Pra vocês terem uma idéia do quanto ela é sossegada, eu a encontrei na rua, na frente da minha escola de francês. Estava indo lá só de passagem porque é na mesma rua do Centro - Espírita. A Naomi devia ter uns seis meses e estava no canto de dentro da calçada. Eu fiquei preocupada ao vê-la ali porque é uma rua de movimento e pensei que ela poderia ser atropelada. Daí peguei-a no colo, foi na Associação Franco-Brasileira com ela, depois fui no Centro... e ela não deu sequer um miado, foi tranquilinha pra toda parte no meu colo!

Quando fui morar com uma amiga ano passado, minha mãe pediu pr'eu deixá-la aqui por ter dó dela viver em um apartamento.

- ela veio deitar no meu colo agora -

Ela é a gata mais linda que conheço; infelizmente não consegui tirar uma foto do corpo inteiro dela, mas ela é peludíssima e dessa cor que é meio café... não um preto escurão. A criaturinha é um sossego só também, mia baixinho, não incomoda quando estamos comendo, não pede carne nem nada. E o mundo pode cair que, se ela estiver confortável dormindo em algum lugar, assim continuará - no começo do ano, ao vê-la dormindo aqui, a Vanessa perguntou qual era a graça de ter um bicho que só dorme e que não dá bola pra você! rsrs

Ela está com uns cinco anos mas continua notívaga - bom, parou um pouco agora no frio - e apreciadora de tomar sol na rua - onde ela estava quando tirei a foto, inclusive. Mas morro de medo dela ficar lá e acabar sendo atropelada!

Dos gatos que tive ela é, provavelmente, a que tem mais características felinas - quanto a fazer as coisas no seu tempo e ao seu modo - o que não a torna chata, já que ela tem um jeito muito dengoso e irresistível de miar baixinho quando quer pular no colo, ou quando quer só um cafuné.

Sinceramente, não sou a maior fã de casa com tantos bichos como está agora - três gatos e uma cachorrinha - mas gosto de ver os gatos correndo pela casa ou, como faziam há pouco, brincando no sol lá fora, enquanto a Zê lagarteia e cuida do seu pão.

10 julho 2009

A salvação inesperada

Juro, eu não pretendia um terceiro post hoje!

Mas estava aqui, preparando minha aula pra evangelização amanhã - meus queridos monstrinhos de 13 a 15 anos - e me deparei com uma história pela qual tenho muito carinho desde criança e que está em um dos meus livros infantis preferidos!

Pai Nosso é um livro ditado pelo Espírito Meimei e psicografado por Chico Xavier. Nele, em pequenas histórias, lindamente ilustradas,são explicados, de forma muito delicadinha e acessível pros pequeninos, os versos da oração dominical. Eu o tinha quando criança e já estou em falta, porque sempre quis dar pros meus sobrinhos um exemplar do livro!

Fica aqui a minha história preferida. Não consigo lê-la sem me emocionar; hoje divido-a com vocês.

**

"Num país europeu, certa tarde, muito chuvosa, um maquinista, cheio de fé em Deus, começando a acionar a locomotiva com o trem repleto de passageiros para longa viagem, fixou o céu escuro e repetiu, com muito sentimento, a oração dominical.

O comboio percorreu léguas e léguas, dentro das trevas densas, quando, alta noite, ele viu, à luz do farol aceso, alguns sinais que lhe pareceram feitos pela sombra de dois braços angustiados a lhe pedirem atenção e socorro.

Emocionado, fez o trem parar, de repente, e, seguido de muitos viajantes, correu pelos trilhos de ferro, procurando verificar se estavam ameaçados de algum perigo.

Depois de alguns passos, foram surpreendidos por gigantesca inundação que, invadindo a terra com violência, destruíra a ponte que o comboio deveria atravessar.

O trem fora salvo, milagrosamente.

Tomados de infinita alegria, o maquinista e os viajores procuraram a pessoa que lhes fornecera o aviso salvador, mas ninguém aparecia. Intrigados, continuaram na busca, quando encontraram no chão um grande morcego agonizante. O enorme voador batera as asas, à frente do farol, em forma de dois braços agitados, e caíra sob as engrenagens. O maquinista retirou-o com cuidado e carinho, mostrou-o aos passageiros assombrados e contou como orara, ardentemente, invocando a proteção de Deus, antes de partir. E, ali mesmo, ajoelhou-se, ante o morcego que acabava de morrer, exclamando em alta voz:

- Pai Nosso, que estás no céu, santificado seja o teu nome, venha a nós o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na Terra como no céu; o pão nosso de cada dia dá-nos hoje, perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores, não nos deixes cair em tentação e livra-nos do mal, porque teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Assim seja.

Quando acabou de orar, grande quietude reinava na paisagem.

Todos os passageiros, crentes e descrentes, estavam também ajoelhados, repetindo a prece com amoroso respeito. Alguns choravam de emoção e reconhecimento, agradecendo ao Pai Celestial, que lhes salvara a vida, por intermédio de um animal que infunde tanto pavor às criaturas humanas. E até a chuva parara de cair, como se o céu silencioso estivesse igualmente acompanhando a sublime oração."

Songbird - Eva Cassidy



"For you there'll be no crying
For you the sun will be shining
'Cause I feel that when I'am with you
It's alright, I know it's alright"

Amo essa música, por mais tristinha que ela soe...

09 julho 2009

Por que você não tem filhos?

No comecinho do ano escrevi sobre uma perguntinha famigerada feita às mulheres solteiras: "E você, já casou?" Pois é, mulher nenhuma solteira gosta de responder isso!

Só que tem outra triste também, que sofrem as já casadas ou as que já passaram dos 30 anos: "Não tem filhos?", ou sua variante mais cruel: "Por que você não tem filhos?"

Não que essa pergunta seja uma que não tenha resposta, muito pelo contrário, ela tem! Mas, dificilmente é uma resposta que queiramos dar. Eu sei porque eu ainda tenho que responder isso, aliás, respondi essa semana.

Normalmente essa pergunta não é feita por maldade, é quase uma "curiosidade boa", mas não é legal de se fazer. Na verdade, ela é indelicada.

Acompanhem meu raciocínio: as duas mais prováveis razões de uma mulher não ter filhos são, ou ela não quis simplesmente, ou ela não conseguiu engravidar. Se ela não quis, não é legal ter que ficar explicando isso pra qualquer um e ver, normalmente, as caras chocadas dos que não entendem sua opção por ter casa, marido... e nada de filhos - eu mesma não entendo, pra ser sincera. A outra possibilidade, dela não ter conseguido engravidar, é triste ficar contando!

No meu caso, eu não consegui engravidar. Tentei por uns 4 anos quando casada e não aconteceu. Não creio que pra alguma mulher seja tranquilo lidar com as menstruações quando chegam quando você espera que "dessa vez tenha conseguido". Sim, cada menstruação é uma frustração. E eu sei que muuuuitas mulheres sabem do que eu falo. E daí ainda tinha que ouvir as perguntas, sempre interessadas, de TODO mundo - porque esse assunto parece ser que nem barriga de grávida: é pra qualquer um fazer/tocar!

Para tentar esgotar o assunto, já respondo que não sei se ainda terei filhos. Se os quero? Em alguns momentos dolorosamente! Em outros, decido aceitar a possibilidade de adular os sobrinhos - olha, eu sou ariana, mas devo ter algo de pisciano e de libriano, não é possível! rsrs

De qualquer forma, não quero tornar isso algo cruel pra mim mesma, ficar pensando muito no assunto. Em dois relacionamentos eu quis ser mãe e não aconteceu. Se assim foi, eu só posso confiar nos desígnios de Deus para assim ter sido. E confio, de verdade.

Então, por favor, pensem com carinho, "filtrem", como diz minha amiga Kátia, quando forem perguntar a uma mulher por que ela - ainda! - não tem filhos.

____
Foto: baby's feet by the prodigy

07 julho 2009

Viver despenteada

Ontem recebi no orkut esse texto lindo da minha queridíssima amiga Angélica e na hora achei ele perfeito pra colocar no blog!

Me identifiquei com ele, ou me senti precisando dele e acho que muitas gurias, e os meninos também, sentirão e, caso não se identifiquem, verão bons motivos para viverem despenteados :)

Infelizmente não tem o nome do autor...

"Hoje aprendi que é preciso deixar que a vida te despenteie, por isso decidi aproveitar a vida com mais intensidade porque o mundo é louco, definitivamente louco...

O que é gostoso, engorda. O que é lindo, custa caro. O sol que ilumina o seu rosto enruga. E o que é realmente bom dessa vida, despenteia:

Fazer amor, despenteia.

Rir às gargalhadas, despenteia.

Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.

Tirar a roupa, despenteia.

Beijar a pessoa amada, despenteia.

Brincar, despenteia.

Cantar até ficar sem ar, despenteia.

Dançar até duvidar se foi boa idéia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo irreconhecível!

Então, como sempre, cada vez que nos vejamos eu vou estar com o cabelo bagunçado… mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida!

É a lei da vida: sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa, que aquela que decide não subir. Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável, toda arrumada por dentro e por fora. O aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença: arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça, coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique séria… e talvez deveria seguir as instruções, mas quando vão me dar a ordem de ser feliz? Por acaso não se dão conta que para ficar bonita eu tenho que me sentir bonita, a pessoa mais bonita que posso ser?

O único que realmente importa é que ao me olhar no espelho, veja a mulher que devo ser. Por isso, minha recomendação a todas as mulheres:

Entregue-se, coma coisas gostosas, beije, abrace, dance, apaixone-se, relaxe, viaje, pule, durma tarde, acorde cedo, corra, voe, cante, arrume-se para ficar linda, arrume-se para ficar confortável, admire a paisagem, aproveite, e acima de tudo, deixa a vida te despentear!"

____
Foto: HAir by yerme

Thriller - De repente 30



Acontecem neste momento as homenagens ao Michael Jackson em Los Angeles. Lembrei desse vídeo dia desses - acho que a Vanessa lembrou dele e falamos disso - e quis deixar aqui.

É do filme De repente 30 que é fofíssimo, com a Jennifer Garner e o Mark Ruffalo. Quem não viu, procure nas locadoras. Quem já viu... bom, sabe do que eu tô falando :)


Vikki, florzinha, fã mais sentida que encontrei esses dias, o post é especialmente pra você :)

Ô, lá em casa!! (1)


O título não é original nem muito menos o mocinho que a ilustra mas ontem à noite, assistindo X-Men II - e tendo uma incrível sensação de dejàs-vu... - não pude deixar de suspirar...

Hugh Jackman - que acredito, ficará marcado pra sempre como Wolverine - é tudo de bom: lindo, simpático, bem-casado, pai amoroso e, quem o viu apresentando o Oscar desse ano, comprovou que com talentos artísticos que vão além de usar as garras de adamantium - o rapaz canta e dança muito bem também!

Então, não tem como não pensar, ô lá em casa!!

06 julho 2009

A voz do silêncio - Martha Medeiros


"Pior do que a voz que cala,
é um silêncio que fala.

Simples, rápido! E quanta força!

Imediatamente me veio à cabeça situações
em que o silêncio me disse verdades terríveis,
pois você sabe, o silêncio não é dado a amenidades.
Um telefone mudo. Um e-mail que não chega.
Um encontro onde nenhum dos dois abre a boca.

Silêncios que falam sobre desinteresse,
esquecimento, recusas.

Quantas coisas são ditas na quietude,
depois de uma discussão.
O perdão não vem, nem um beijo,
nem uma gargalhada
para acabar com o clima de tensão.

Só ele permanece imutável,
o silêncio, a ante-sala do fim.

É mil vezes preferível uma voz que diga coisas
que a gente não quer ouvir,
pois ao menos as palavras que são ditas
indicam uma tentativa de entendimento.

Cordas vocais em funcionamento
articulam argumentos,
expõem suas queixas, jogam limpo.
Já o silêncio arquiteta planos
que não são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.

Quantas vezes, numa discussão histérica,
ouvimos um dos dois gritar:
"Diz alguma coisa, mas não fica
aí parado me olhando!"

É o silêncio de um, mandando más notícias
para o desespero do outro.

É claro que há muitas situações
em que o silêncio é bem-vindo.
Para um cara que trabalha
com uma britadeira na rua,
o silêncio é um bálsamo.
Para a professora de uma creche,
o silêncio é um presente.
Para os seguranças de um show de rock,
o silêncio é um sonho.

Mesmo no amor,
quando a relação é sólida e madura,
o silêncio a dois não incomoda,
pois é o silêncio da paz.

O único silêncio que perturba,
é aquele que fala.

E fala alto.

É quando ninguém bate à nossa porta,
não há emails na caixa de entrada
não há recados na secretária eletrônica
e mesmo assim, você entende a mensagem."

____
Foto: Biography of my silence, v.3 by mybittersweetness.

05 julho 2009

Mudanças visíveis

Graças ao meu pedido por ajuda pro link - sinceramente, é tão simples que me senti burriquíssima! hahaha - acabei adicionando a queridíssima Branca - olha o uso do link aí, gente! - no MSN e, papo vai, papo vem sobre a ignorância bloguística e ela me apresentou a dois sites com muitos "fundos de blog" e "fundos de título de blog" disponíveis pra personalizar o dito-cujo.

Bom... aí, como podem ver, dei uma renovada no visual no meu. Testei uns 3, mas foi por esse azulzinho que me apaixonei! Primeiro testei uns rosas mas, convenhamos, aos 34 anos, tô meio passada pra ficar no rosa, né? Daí decidi pela minha cor preferida, mas com toques delicadinhos.

Pra quem estiver interessado, são esses os sites que visitei hoje:

http://blo64rt.blogspot.com/

http://www.thecutestblogontheblock.com/

O primeiro tem imagens mais "retrôs". Foi de onde tirei o meu, mas as possibilidades são inúmeras. O segundo tem coisas lindinhas... com a desvantagem dos mais bonitos terem algo escrito :S

Fucem por lá e, caso precisem de ajuda, agora eu tô craque em colocar link e em mudar cara de blog :)

O Twitter e eu - ainda estamos nos conhecendo...

Há meses, acho que lá pelo começo do ano, li uma matéria sobre o Twitter e fui ver o que era. Acabei me cadastrando mas não postava nada, até porque não sabia se escrevia em português, em inglês, em javanês... - não, javanês eu não falo! rsrs

Bom, passaram-se semanas, ele lá quietinho, aí o Rubens, que é da lista de cinema da qual eu participo no Yahoo!, me adicionou. Avisei-o que nem lembrava a minha senha, que não valia a pena me seguir. Bom, só que a eles seguiram-se outros curiosos me seguindo - sempre conhecidos, claro - e, há algumas semanas, acabei quebrando a cuca pra descobrir minha senha e login e comecei a escrever lá, só que nada compulsivo como sei que é pra muita gente - alguns, inclusivo que sigo e que me seguem.

Mas, é assim, eu não sei direito ainda pra que serve o Twitter! Passo lá uma hora ou outra, escrevo alguma coisa... e é só. Acho legalzinho, mas não sou uma pessoa de poucas palavras e ter cada post com possíveis 140 caracteres meio que me poda. O blog eu comecei a escrever pensando direitinho, também devagar, com raríssimos leitoras - normal, né? - mas lá... ainda estou engatinhando. O blog é o meu queridinho virtual, um filhote amado. O Twitter é aquele que ainda tá chegando.

Essa semana aumentou o número de gente que sigo e que me segue - isso de seguidor... fica até bonitinho em inglês, mas em português lembra seita religiosa, sei lá! -, principalmente o pessoal da já citada lista de cinema. Já houve tentativas de "seguidores" esquisitos que eu rechacei porque fica parecendo aquele povo fominha do orkut que quer ser amigo de todo mundo, e o meu lance é qualidade, não quantidade - hmmm... é meio lema pra tudo na vida! rsrs

Resolvi colocar o link pro Twitter aí do lado, pra quem tiver curiosidade.

Mas, e vocês, têm Twitter, se empolgaram com o passarinho?

P.S. 1 - AMEI essa imagem que ilustra o post! Que passarinho mais fofo!!

P.S. 2 - Quem não leu, por favor, leia o meu post anterior e diga, por favor, se pode me ajudar :)

Pedido de ajuda "bloguística"

Gente, preciso saber de uma coisa de blogueiros mais espertos: como eu coloco um link numa palavra num post? Por exemplo: "Como eu falei anteriormente aqui" - e aí nesse aqui fica um link pra outro post.

A Dona Zica já tentou me explicar uma vez mas não entendi, por incompetência minha, não dela - sabem aquela história de que é duro ensinar papagaio velho falar? rsrs - daí tô pedindo ajuda geral.

Agradeço desde já as boas almas que souberem me explicar, como se eu tivesse cinco anos - como diria Denzel Washington, advogado, no filme Filadélfia - como é que se faz essa coisinha tão útil!

03 julho 2009

Selo de presente


Presente da querida Elaine, do Um pouco de mim - www.elainegaspareto.blogspot.com - e é assim: preciso dizer cinco coisas que são "Roxie" pra mim nos seguintes temas...

Música: A-ha, Adriana Calcanhoto, Marisa Monte, Legião Urbana e Nando Reis.

Televisão e cinema: Profissão repórter, Tudo novo de novo, Meryl Streep, Kate Winslet e Fernando Meirelles.

Países que gostaria de conhecer: Escandinávia, Escócia, Maldivas, Austrália e Canadá.

Cores favoritas: Vermelho, preto, azul, marrom e lilás.

Hobbies: ler, fuçar na net, escrever, ir ao cinema e cozinhar - o mais raro de todos.

Indico os "roxies":
Cristiane - www.jardimdacris.blogspot.com
Tainá - www.pensadoraincubada.blogspot.com
Carol - www.meninasemanias.blogspot.com
Henryhh - www.henryhh2008.blogspot.com
Luís - www.umtripeironacidadeluz.blogspot.com

Uns para aparecerem, outros para conhecer melhor... :)

Vai ser um chuáá!!



Gente, seguinte: as Cataratas do Iguaçu estão concorrendo ao posto de uma das 7 Maravilhas Naturais. Hoje elas estão em 3º lugar e têm que ficar por aqui porque só os onze primeiros colocados de cada categoria - são 7: Paisagens e formações de gelo, Ilhas, Montanhas e vulcões, Cavernas, formações rochosas e vales, Florestas, parques nacionais e reservas naturais, Lagos, rios e cachoeiras e Mar - passarão pra segunda fase, a terceira, com nova eleição.

Queria pedir o voto do vocês. O que têm a fazer é entrar nesse site aqui: www.votecataratas.com e escolherem o idioma de preferência e daí votarem nas Cataratas. Na verdade, há necessidade de votar em 7 candidatos. As Cataratas já estão lá preenchidas, então vocês têm que ir no browserzinho - será que é esse o nome dele? rsrs - e escolherem "Lakes, rivers, waterfalls" e depois escolherem outros 6 atrativos para a próxima etapa. Seria legal NÃO escolherem atrativos como Niagara Falls ou outros muito conhecidos e que, com certeza, serão bem votados. Eu escolhi ser solidária com a Jamaica, Belarus, Guatemala... 8-)

Daí vocês receberão uma confirmação no email de vocês e precisam clicar no link de novo... É chatinho, mas vale a pena: cinco viagens com tudo pago - não me perguntem o que é TUDO! - pra Foz, com direito a acompanhante serão sorteadas! E se um de vocês ganhar, me liga que aí marcamos alguma coisa! rsrs

02 julho 2009

Tudo ao mesmo tempo agora...

Tô com o sono atrasado de dias. Hoje pensei em usar a desculpa de uma dor de cabeça que começou na madrugada pra dormir mas não deu já que a dita-cuja me obrigou a levantar pra tomar um remédio - buscopan - e comer algo pra não passar mal.
***
Descobri areia ***** não posso falar disso *****
***
Tenho visitas técnicas pra fazer de amanhã até domingo nos atrativos da região para ver as mudanças em alguns. Amanhã é na Itaipu mas não vou porque tenho prova na fac. Se ainda fôssemos visitar o novo planetário, que nos foi barrado, até arriscaria uma segunda chamada... Sábado é no parque nacional brasileiro e no domingo no argentino. Meu chefe queria que eu fizesse o passeio do sábado e depois fosse trabalhar à noite. Felizmente ele conseguiu alguém pra me substituir porque senão não ia nas cataratas. Sair de casa cedo e só voltar depois das 23h?! Sem chance!
***
Tive que deixar meus óculos na ótica porque ultimamente mais têm me feito mal que bem. Será que o grau já aumentou?! Eles foram feitos há menos de 4 meses!!
***
Tô trabalhando hoje no aeroporto. Não param de chegar vôos e tô morreeeendo de fome!
***
A dor de cabeça persiste e minha tia Miriam tá achando que é Influenza A. Como é só a cabeça, prefiro pensar que é a proximidade "daqueles dias" que me causa isso. De qualquer forma, estando em uma cidade onde dois caso já foram confirmados e atendendo gente do mundo todo... risco existe de ficar doente.
***
Engraçado que, mesmo com tudo isso, não tô irritada nem de mau-humor... Sorte da estagiária que está comigo hoje!
***
Queria ir pra casa. Não tô com pique pra trabalhar hoje :S

____
Foto: Bad Day by elultimodeseo

01 julho 2009

Amar - Carlos Drummond de Andrade

"Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados, amar?

Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
amar o que o mar traz à praia,
e o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

Amar solenemente as palmas do deserto,
o que entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave de rapina.

Este o nosso destino: amar sem conta,
distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesmo de amor, e na secura nossa
amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita."