15 julho 2009

Bola pra frente!

(eu não creio que dei um título destes ao post...)

Acredito que todo mundo adoraria ter apenas dias maravilhosos durante a semana, o mês, o ano... a vida! Mas, infelizmente, como todos somos testemunhas, não é bem assim...

Ando tendo uns dias bem punk! Sabe quando parece que nada dá certo? Se fosse de crer nessas coisas - à fundo - diria que passo pelo meu inferno astral: vida amorosa, trabalho, aqui em casa.

Mas - viva! - tô comprovando que, realmente, a gente consegue tirar coisas positivas dos momentos de dor. E aprendizados.

Por exemplo, eu descobri recentemente que a gente, muitas vezes quer ser amado por uma questão de orgulho. Não existe mais uma relação, mal ou nenhum contato temos com o antigo amado mas queremos que ele ainda nos ame! Por orgulho. Para sabermos que provocamos sentimento assim em alguém. Mas, se a pessoa decidiu sair da sua vida, se ela quer seguir adiante, amar alguém no passado não é doloroso? Sentir saudades, pensar nos doces e deliciosos momentos de amor... Não é bom pra ninguém. Nem pra gente, nem pro - antigo? - amado!

(no meu caso eu acho que muito do meu comportamento é por conta de carência afetiva também. Mas aí esse post ficará muito "divã"... rsrs)

A insatisfação que tenho há tempos no meu trabalho tem que servir pra me fazer decidir o que quero do meu futuro. Me sinto presa à Foz por conta da faculdade, afinal faltam poucos meses pra conclusão do curso. Tento pensar em planos imediatos para 2010 e eles são diversos e constrastantes: me dedicar mesmo ao magistério? Fazer uma especialização ou tentar uma bolsa de mestrado direto? Ficar estudando pra concursos públicos? Tentar a vida na Espanha onde já tenho minhas primas - todo mundo trabalhando honestamente, viu? rsrs - ? Um monte de coisas...

A indefinição de quando terei a casa só pra mim é um exercício de paciência que nem sempre consigo fazer. É o que mais tem me arrancado lágrimas - e eu ando chorando muito! - e o que me incomoda por não ter prazo pra terminar! Quer dizer, eu não sei quando vou mudar de emprego ou ir embora, nem se uma pessoa super-bacana aparecerá na minha vida semana que vem, mas a questão da casa é a mais desagradável. E aí sigo tentando ser paciente :S

O que mais consigo ver de positivo hoje na minha vida é que os amigos - e eu nunca fui de ter muitos - estão sendo muito amorosos e companheiros. Em momentos em que a gente quer muito o colo da mãe, eu tenho encontrados ombros, braços e olhos - nos distantes, mas acessíveis pelo msn - acolhedores e que eu já sabia muito especiais! São principalmente esses que me amam que têm conseguido colorir meus diasquando eu preferiria me trancar no quarto e sumir!

______
Foto: Happy Roses Rainbow Glitter by HappyRoses

9 comentários:

  1. Oi, Sheila!
    Eu também tenho dias assim (acho que todo mundo, né?) e agradeço por ter um marido lindo que seja meu melhor amigo pra me amparar. Amigos são essenciais nessas horas.
    Beijos,
    Talita.

    ResponderExcluir
  2. Sheila, tó passando pra desejar boa noite e força .
    Uma quinta feira repleta de alegrias e luzes no seu caminho!
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Sheila, acho que todo mundo tem essas fases, de tudo estar dando errado ao mesmo tempo e a gente não saber onde colocar os pés. Sempre que me sinto assim, tento me prender a algo, um trabalho, uma pessoa, sei lá. Só o que não pode fazer é desistir :) Boa sorte e espero que isso se ajeite o quanto antes!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Todo mundo passa por momentos bons e outros nem tão bons assim... é a vida! Não teria graça se fosse só rosas, é preciso saber podar, cuidar e arrancar os espinhos, sem jogar no chão para ferir as pessoas!!
    E é maravilhoso poder ter fé em Deus, família e amigos ao nosso lado, nos ajudando a enxergar "no escuro"
    Eu agradeço a Deus por ter pessoas assim ao meu lado!!

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Talita,

    Lucky you, guria :)

    Que bom que tem o melhor amigo juntinho de si!

    ____
    Cris,

    Uma quinta linda pra você também!! Obrigada pelas palavras sempre carinhosas.

    ____
    Flávia,

    Você tem razão. Deveríamos olhar mais ao nosso redor. Vamos fazer isso? Acho que o começo é nenhuma se achar dona da verdade.

    ____
    Carol,

    Pois é, todos temos essas fases. Tô tentando me apegar mais com Deus! rsrs

    ____
    Cíntia,

    Achei lindo isso: "é preciso saber podar, cuidar e arrancar os espinhos, sem jogar no chão para ferir as pessoas!!" Espero aprender. Logo!

    ____
    Beijocas e bom dia pra vocês.

    ResponderExcluir
  7. não consigo imaginar-te de cu para o ar, a apanhar morangos em Espanha...

    ... até porque a mão-de-obra (ilegal) marroquina é bem mais barata!

    ResponderExcluir
  8. Luís,

    Você que sabe tanto, também sabe que "cu" no Brasil não é o mesmo que em Portugal.

    E não pensei em catar morangos na Espanha...

    Beijocas, boca-suja!

    ResponderExcluir
  9. Oi Sheila. Eu voltei da Espanha faz um mês. Estava morando com uma menina de Pernambuco que é formada em letras e está tentando uma bolsa de mestrado lá. Se vc quiser posso te passar o contato, de repente vc pode fazer um mestrado lá. Beijocas, tudo de bom!!!

    ResponderExcluir