30 novembro 2010

Adotar é tudo de bom


Esse branquelo orelhudo daqui de cima é o Rico, novo morador lá de casa. Calcula-se que ele tenha cerca de 1 ano e tem "um quê" de pittbull - dizem, eu não notei ainda.

O Rico ficou mais ou menos 1 mês morando na casa da minha irmã que o encontrou praticamente morrendo, esquelético, babando sem parar, perto da chácara onde mora. Depois de 4 dias procurando um dono pra ele, ou alguém que o acolhesse, levou pra sua casa, depois de passar pelo veterinário para tomar um banho e onde foi diagnosticado que ele deve ter levado um chute na boca e, por isso, a baba persistente, a dificuldade de comer e o praticamente inexistente latido. Mais tarde descobrimos, já aqui em casa, pra onde ele veio semana passada, que ele tem um probleminha nas patas traseiras que o impedem de se firmar por muito tempo nelas.

Orelhudo, magrelo, com problema na boca e nas patas... e um doce de cachorro! Ele fica feliz e vem rápido quando qualquer um o chama. Gosta de ficar encostado na gente e, se possível, deita em cima do nosso pé também. Se der sopa e estiver em um lugar mais baixo, ele subirá no seu colo, todo carente e animado.

Provavelmente por nunca ter comprado um animal, eu não entendo o porquê de pessoas preferirem a compra à adoção. Pela beleza dos filhotes? Mas a gente só consegue amar o que é bonito e bebê?

Ainda acho que a melhor maneira de se encontrar um bichinho é salvar um da rua ou visitar um abrigo e adotar o seu. Comprar "algo" é gostoso - quem melhor do que uma mulher pra falar isso? - mas, eu tenho certeza que adotar é muito mais gratificante!

Pensem nisso quando forem escolher o próximo bichinho de estimação, companheiro de tantos momentos em nossas vidas.

2 comentários:

  1. Adoro filhos adotivos... aqui em casa tenho a Doce e o Caramelo... bom, a Doce não faz muito jus ao nome e tem horas que é bem chata e o Caramelo foi doado pela dona, que ia viajar para o exterior e não podia levá-lo.
    Depois que eu achei a Carniça, que ficou em Foz e era o xodó do pai, eu nunca mais vou comprar um amigo...

    ResponderExcluir
  2. Zica,

    Muitos fofos seus filhos! Adorei a "coincidência" dos nomes.

    O Carniça eu não conheço mas depois que a gente adota, e é tão amado, não tem como comprar um amigo. Mesmo que o amigo seja um gato que não te dê lá muita bola quando você quer... rsrs

    Beijocas, boa semana.

    ResponderExcluir