06 setembro 2012

Vi: O despertar


Ops, ontem não deu pra postar mas aqui estamos pro terceiro filme da semana.

O despertar se passa em 1921, na Inglaterra. Florence Cathcart, interpretada por Rebecca Hall é uma mulher cética, que perdeu o noivo na 1ª Guerra Mundial e que agora trabalha desmascarando médiuns charlatões e provando que fantasmas não existem. 

Ao voltar de um caso de charlatanismo, ela recebe a visita de Robert Mallory - ai, ai, Dominic West, que já apareceu aqui no blog e, mesmo manco, continua super-charmoso -, professor em um internato para garotos que a procura para desvendar um mistério na escola, onde um menino morreu depois de ver o fantasma de uma outra criança que, supostamente, morreu no mesmo local, quando o internato era uma residência. Lá vai Cathcart, toda cética, disposta a provar que não tem fantasma nenhum mas as coisas não saem como esperadas por ela, o que começa a deixar a personagem não tão certa de suas convicções.

Ambientada naqueles casarões rodeados por jardins e matas lindíssimas que a gente só vê na Inglaterra, a história segue a linha elegante de Os outros e A mulher de preto - do qual comentei anteontem. Gostei bastantinho! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário