Pular para o conteúdo principal

Mais bonita (8): Base Intense O Boticário


Quem tem pele oleosa vai entender o meu drama com bases. Antes desta aqui eu usava, quando não tinha jeito, a Dream Matte MousseMaybelline, mas acho que ela deixa a pele da gente matte demais, o que não curto muito - fica com cara de coisa fake! - e o tom não é exatamente o da minha pele. Pra piorar, agora no inverno, um dia que tentei usar a da Maybelline, ela marcou TUDO que estava seco por conta do frio e levei um susto, me sentindo uns 15 anos mais velha - e acabada! quando me vi no espelho. Juro!!

Aí li no 2Beauty a Marina há um tempinho falando super-bem desta base aqui e me interessei, principalmente porque ela custa R$ 17,90, ou coisa parecida e, caso eu não gostasse, era um prejuízo menos dolorido do que se comprasse uma coisa mais cara.

A minha cor é a 4. Eu levei um leve susto porque o tom mais escuro é o 5. As duas vendedoras que me atenderam em lojas diferentes da marca me indicaram a 3 mas foi óbvio desde a primeira vez que testei que era muito claro. O 4 é um tiquinho mais escuro do que minha pele, mas como ele uniformiza o tom, fica bem bacana, nada óbvio que tô maquiada, até porque a cobertura é leve!

Ela é bem líquida, tem um cheiro gostoso - não, sei até que parece, mas não sou fissurada em cheiro de cosméticos - e não deixa minha pele mais oleosa do que já é. Sobre isso, é assim: desisti de encontrar os produtos mágicos que me deixem com a pele super-seca por horas. Nem Magix, nem Blot, nem o protetor solar que tenho usado, o Minesol da La Roc! Claro, eles dão uma grande ajuda, mas nada que não me obrigue a reaplicar o Blot com certa frequência - até porque o próprio Blot me parece que ficou menos eficiente depois que foi "remendado" com álcool.

Mas voltando à Base Intense, é boa mesmo. Talvez não sirva muito pra quem tem coisinhas demais a esconder, mas se os seus problemitas são leves, ela resolve - inclusive com as olheiras. Sei que base líquida não é a mais recomendada para peles oleosas mas tem funcionado comigo.

Uma opção boa e barata de base, com certeza.

Comentários

  1. Adorei a dica Sheila, até porque li no percepções da vida , da Babi sobre um pó iluminador do Boticário tb e testei , realmente é ótimo.
    Valeu a dica , vou testar apesar que tenho umas marcas de acne pra esconder, mas o preço ajuda, rrsrsrss
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito de olho nesta base, pq pela descrição, ela parece com a da L`aqua Di Fiori, só que bem mais barata! Vou testar! (se bem que não estou precisando de base mais nenhuma.. ai!) :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Cris,

    Aff, esqueci de te responder, perdão!

    Eu acho, normalmente, as coisas d'O Boticário caras em comparação com importados mas essa linha Intense dá pra arriscar porque é a linha mais "popular" e gostei mesmo da base - que já tá quase no finalzinho...
    ____

    Lanny,

    Não conheço a da L'Aqua di Fiori... Agora eu tô pensando no Verão e querendo investir na Studio Fix - aproveitando uma tia que viaja com frequência pro exterior e passar pelos duty frees da vida - ou a da Mary Kay. Não acho que essa da Intense seja apropriada pro calorão e a oleosidade que o acompanha. Infelizmente, porque gosto muito dela.
    ____

    Beijocas, gurias. Deliciosa semana.

    ResponderExcluir
  4. Hence you may not have a Mini - DV Camcorder with good audio, but you can always extend its capabilities
    by attaching an external microphone. com Panasonic's HDC-SD60K is one nice HD camcorder. That's why the customer reviews are important since you can't trust the manufacturer to give you an unbiased assessment. If you're considering buying this digital video camera, it would help you make
    the final decision if you read this Sony HDR-CX110 independent review.



    Also visit my web site: Camcorder Reviews

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que é um "scammer"?

Eu fico tanto tempo sem escrever que, quando volto, fico com vergonha, pode?
Em minha defesa quero dizer que andei muito ocupada e sem nada de interessante pra escrever e que ando visitando os blogs que curto mas NÃO CONSIGO comentar há semanas! Sempre dá erro.
Mas, vamos ao que me motivou voltar a escrever um post. E senta confortável porque a história é longa mas muito séria e importante de ser conhecida.
Vocês já ouviram falar em scammer ou scam?
Scam, traduzindo meia-boca do original inglês, é um golpe, trambique, cambalacho. Scammer é quem o pratica. Na internet os scams mais conhecidos são aqueles golpes que com certeza vocês já conhecem de receber um email dizendo que tem um dinheiro em um banco africano e que você foi escolhido pra ficar com aqueles milhões. Já não recebeu um desses emails?
Mas existe mais um tipo de scam que tem se alastrado e que eu conheci este final de semana, da forma mais dolorosa: quase sendo vítima dele. É o scam romântico.
Se por um lado eu me enverg…

As calcinhas no varal

Hoje lavei minha roupa e, ao estendê-la no varal, fiquei chocada com a "qualidade" de boa parte das calcinhas que ali estavam.

As mulheres que têm entre 30 e 35 anos provavelmente cresceram ouvindo suas mães dizerem para cuidar com a roupa de baixo que usa porque se desmaiar na rua todos verão a calcinha velha, o sutiã com alça encardida - nem é o tema do post, mas quero avisá-las que é verdade! Um ex-colega de faculdade, bombeiro, diz que sim, eles reparam, mesmo nos momentos mais complicados de socorro, se as "moçoilas" estão com calcinha feia! - e falarão que a dona da lingerie é uma porquinha!

Daí hoje, olhando as calcinhas no varal, eu fiquei pensando que ali estavam aquelas calcinhas que normalmente eu usaria só pra dormir. Mas eu não só durmo! Ou seja, eu saí com boa parte delas!!

"Analisando" o varal, lembrei de que eu sempre tentei ser caprichosa com o que vestia por baixo da roupa. Mesmo quando era casada tentava usar lingerie arrumadinha e depois,…

25 em 2013 - Livro 5: Sua resposta vale um bilhão

Eu sinto tanto só agora escrever sobre Sua resposta vale um bilhão que li em fevereiro! Principalmente porque vou deixar muita coisa bacana do livro de fora. Mas gostei tanto que, mesmo assim, vale a pena.
Minha história com o livro é longa. Sou apaixonada pelo filme Quem quer ser um milionário - sobre o qual comentei efusivamente aqui, há 4 anos. Naquela época eu já tinha me interessado pelo livro, primeiro do autor - um diplomata indiano - mesmo correndo o risco de me decepcionar com o filme depois de lê-lo.
Namorei o livro longamente até que encontrei na Estante Virtual - um site que reúne sebos do Brasil inteiro - no comecinho do ano. Paguei R$ 4- sim, quatro reais! - por uma edição praticamente nova.
Quanto à história, muita coisa é diferente do filme - e necessário, se pensarmos na impossibilidade de adaptar um livro inteiro pra 2h de película. Escrevendo isso, o que me vem à cabeça é que, na verdade, o filme é inspirado na idéia central, do menino pobre, criado no mundo e que ganh…