Pular para o conteúdo principal

Mais bonita (13): Pro Longwear Concealer MAC


Mais uma série aqui do blog ressuscitada: Mais bonita. É que eu andava usando o de sempre, sem qualquer coisa nova que merecesse ser comentada, mas aí, finalmente conheci pessoalmente o corretivo da MAC do qual vos falo neste post e... ele merece muito, mas muito mesmo ser comentado!

(Já perceberam que gostei dele, né?)

Mas antes de falar dele, deixa voltar um pouco na história minha com corretivos. O primeiro corretivo que usei e gostei de cara foi o da linha Candeia, da Natura. Aliás, é um dos poucos produtos de maquiagem desta marca que eu gosto realmente - mas amo os cremes e sabonetes! Bom, tava eu usando o meu corretivo da Natura, já acabando, quando li em um blog que eles tinham saído de linha. Fiquei preocupada porque eles não são absurdamente caros e funcionam comigo - pras olheiras de panda e manchinhas no rosto. Aí ainda consegui comprar um tubinho novo que encontrei em uma lojinha de pronta-entrega.

Então, minha amiga querida Angelice foi pra Portugal mês passado e eu pedi pra ela trazer este corretivo da MAC. Não sou fissurada em marcas, como já devem ter sido percebido. Não compro coisas carésimas porque são famosas mas, como já comentei anteriormente, algumas coisas valem serem compradas. Nisso, no entanto, incluo muita pouca coisa de maquiagem, aliás, só incluo mesmo base e corretivo, porque em batom, sombra, blush e rímel, não consigo gastar muito. E menos ainda com esmaltes!

Mas voltando ao corretivo - aff, como estou "digressiva" hoje! -, a Ange trouxe, eu tenho usado desde a semana passada e estou apaixonada! Ele é ainda melhor do que o meu da Natura, mais discreto e com cobertura maior. É um vidrinho de nada, mas rende muito! Como tem aquela embalagem pump, tem que cuidar muito o peso do dedo pra sair só uma gotinha que rende pros olhos e as eventuais manchinhas pela pele. A cor do meu corretivo é NC 30 - uso o Studio Fix na cor NC 40 - e ficou bem natural mesmo. Quanto ao preço, custou US$ 19, o que dá uns R$ 33. Acho que menos do que um corretivo bom de O boticário e mais ou menos o que paguei no meu da Natura.

O único ponto negativo é o cheiro. E acho importante citar porque não sou fresca com cheiros de cosméticos, mas o cheiro do corretivo é muito estranho. Tenho tentado lembrar de qual outro cosmético já usei com o mesmo cheiro mas ainda não lembrei, mas é ruinzinho e, talvez, os narizes mais sensíveis sofram com isso...

Mas mesmo com cheiro forte e esquisito, super-recomendo! Achei que valeu demais tê-lo encomendado!

(E depois, quando usar, vou comentar o kit lindo e cheirosérrimo da The Body Shop que ganhei de presente de aniversário da Ange, diretamente de Portugal!)


Comentários

  1. Sheila, vc não é a unica no mundo a nao gostar da Colossal, rsrs! Já vi outras meninas fazendo a mesma crítica que vc!
    Adorei a dica de corretivo ^^

    bjs,
    Luana

    belasperolas.blogspot.com
    @belasperolas

    ResponderExcluir
  2. Oi Luana,

    Eu fico aliviada de não a única que não se acertou com a Colossal! rsrs

    Beijocas, boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Your body receives the nutrients it needs while promoting weight loss.

    Malnutrition is another risk on a rapid weight loss diet.
    Try taking pictures and weighing yourself week in and week
    out.

    My blog post: best weight loss diet

    ResponderExcluir
  4. Hmm it seems like your blog ate my first comment (it was super long) so I
    guess I'll just sum it up what I submitted and say, I'm thoroughly enjoying your blog.
    I too am an aspiring blog writer but I'm still new to everything. Do you have any tips and hints for rookie blog writers? I'd certainly appreciate it.


    Also visit my page; enjoy

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que é um "scammer"?

Eu fico tanto tempo sem escrever que, quando volto, fico com vergonha, pode?
Em minha defesa quero dizer que andei muito ocupada e sem nada de interessante pra escrever e que ando visitando os blogs que curto mas NÃO CONSIGO comentar há semanas! Sempre dá erro.
Mas, vamos ao que me motivou voltar a escrever um post. E senta confortável porque a história é longa mas muito séria e importante de ser conhecida.
Vocês já ouviram falar em scammer ou scam?
Scam, traduzindo meia-boca do original inglês, é um golpe, trambique, cambalacho. Scammer é quem o pratica. Na internet os scams mais conhecidos são aqueles golpes que com certeza vocês já conhecem de receber um email dizendo que tem um dinheiro em um banco africano e que você foi escolhido pra ficar com aqueles milhões. Já não recebeu um desses emails?
Mas existe mais um tipo de scam que tem se alastrado e que eu conheci este final de semana, da forma mais dolorosa: quase sendo vítima dele. É o scam romântico.
Se por um lado eu me enverg…

As calcinhas no varal

Hoje lavei minha roupa e, ao estendê-la no varal, fiquei chocada com a "qualidade" de boa parte das calcinhas que ali estavam.

As mulheres que têm entre 30 e 35 anos provavelmente cresceram ouvindo suas mães dizerem para cuidar com a roupa de baixo que usa porque se desmaiar na rua todos verão a calcinha velha, o sutiã com alça encardida - nem é o tema do post, mas quero avisá-las que é verdade! Um ex-colega de faculdade, bombeiro, diz que sim, eles reparam, mesmo nos momentos mais complicados de socorro, se as "moçoilas" estão com calcinha feia! - e falarão que a dona da lingerie é uma porquinha!

Daí hoje, olhando as calcinhas no varal, eu fiquei pensando que ali estavam aquelas calcinhas que normalmente eu usaria só pra dormir. Mas eu não só durmo! Ou seja, eu saí com boa parte delas!!

"Analisando" o varal, lembrei de que eu sempre tentei ser caprichosa com o que vestia por baixo da roupa. Mesmo quando era casada tentava usar lingerie arrumadinha e depois,…

25 em 2013 - Livro 5: Sua resposta vale um bilhão

Eu sinto tanto só agora escrever sobre Sua resposta vale um bilhão que li em fevereiro! Principalmente porque vou deixar muita coisa bacana do livro de fora. Mas gostei tanto que, mesmo assim, vale a pena.
Minha história com o livro é longa. Sou apaixonada pelo filme Quem quer ser um milionário - sobre o qual comentei efusivamente aqui, há 4 anos. Naquela época eu já tinha me interessado pelo livro, primeiro do autor - um diplomata indiano - mesmo correndo o risco de me decepcionar com o filme depois de lê-lo.
Namorei o livro longamente até que encontrei na Estante Virtual - um site que reúne sebos do Brasil inteiro - no comecinho do ano. Paguei R$ 4- sim, quatro reais! - por uma edição praticamente nova.
Quanto à história, muita coisa é diferente do filme - e necessário, se pensarmos na impossibilidade de adaptar um livro inteiro pra 2h de película. Escrevendo isso, o que me vem à cabeça é que, na verdade, o filme é inspirado na idéia central, do menino pobre, criado no mundo e que ganh…