08 junho 2010

Vi (3): Rebecca, a mulher inesquecível


Eu acho que eu tenho um problema: não tem um filme que eu já vi, baseado em um livro que já li, que eu ache superior a obra na qual foi inspirada. Não tem!

Mais uma vez isso aconteceu com Rebecca, a mulher inesquecível (Rebecca, EUA, 1940), filme dirigido por Alfred Hitchcock quando ele ainda vivia na Inglaterra.

Rebecca é a finada mulher de Maxim de Winter - bonitão inglês, dono de uma casa linda na beira do mar da Cornualha - que é uma das regiões que mais tenho vontade de conhecer na Grã-Bretanha! Em Mônaco ele conhece uma jovem dama de companhia de uma senhora e quem acaba pedindo em casamento depois de um curto tempo. De volta à mansão, Manderley, a nova Sra. de Winter começa a sofrer com as comparações com "a mulher inesquecível".

Não sei porque, há mooooitos anos, eu vi uma cena deste filme de madrugada e tive medo da cara da governanta. Mas eu acho que eu era novinha e facilmente impressionável; tudo bem que a governanta dá mesmo medo, mas hoje é mais aquela coisa de achá-la simplesmente muito estranha e malvadinha.

Achei o filme fraquinho. E aqui aconteceu algo engraçado: quando li o livro, eu pensei que ele fosse bem chulezinho e que o filme seria menor, mas gostei do livro - nada excepcional, mas um bom livro - e aí, quando vi o filme, vi que o livro era, mais uma vez, melhor do que ele.

Acho que vale a pena ver por curiosidade, mas não recomendo como algo que tenha adorado.

Um comentário:

  1. Parabens pelo blog
    Aproveito a ocasião para dizer que o filme em questão está disponivel em nossa loja com frete gratis http://www.dvdsdificeis.com.br/loja/detalhes.asp?id=185&produto=209

    ResponderExcluir