17 junho 2010

Vi: O pecado mora ao lado


A cena mais clássica de O pecado mora ao lado (The Seven Year Itch, EUA, 1955) é a do cartaz original do filme que vocês podem ver aqui: o vestido de Marilyn Monroe sendo levantado pelo vento vindo dos túneis do metrô novaiorquino.

Mas o filme é bem mais do que isso. E uma delícia! Um cara chegando aos 40 despacha a esposa e o filho de férias e se vê solteiro em Nova York tendo Marilyn - linda, linda, linda! - como a nova vizinha de apartamento - de cima, não de lado, como o título brasileiro sugere.

O título original - "a coceira dos sete anos" - faz alusão ao período perigoso dos casamentos, os sete anos.

O protagonista do filme, Tom Ewell - ator que eu não conhecia - é muito engraçado! Os pensamentos dele que são retratados são divertidos - sobre a súbita "solteirice" e a falta de ciúmes da esposa, sobre como será se encontrar com a vizinha... não tem como não rir dele!

Como o filme é de 1955, muita coisa, claro, ficou datada. É de assustar, por exemplo, quando ele fala que a esposa já está ficando velha... e ela tem só 31 anos!

Cada vez gosto mais de Billy Wilder - que dirigiu também Se meu apartamento falasse, Irma La Dulce, Quanto Mais Quente Melhor e Sabrina, entre outros. Suas comédias são engraçadas, claro, mas tocam em umas questões comportamentais de forma bem interessante.

Clássico que vale muito a pena ver!

4 comentários:

  1. Fiquei curiosissima.....vou asssistir...ando em uma fase de filmes....ainda ontem alugei cinco, rsrsrsrs
    bjus e ótima quinta feira!

    ResponderExcluir
  2. Oi Cris,

    Veja mesmo, é muito legal :)

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  3. Agora estou com vontade! Saudadezinha de seu blog...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Tainá, sumidinha!

    Veja o filme e volte sempre. Saudades de você :))

    Beijocas, boa semana.

    ResponderExcluir