Pular para o conteúdo principal

Eu vou, eu vou... lalá, lalá, lalá...

Amanheci gripada e, até ter certeza que não estava tão mal que pudesse ser a Influenza A, fiquei meio preocupada. Mas nada que amoxilina, cama e gargarejo não resolvam. O que mais me incomoda quando fico adoentada é que fico querendo colo, querendo carinho, dá vontade - muita! - de ser cuidada. Mais, c'est la vie!

Agora às coisas boas!! Dia desses um moço veio pedir umas informações aqui no meu trabalho e, quando se despedia, disse que eu era "una persona muy familiar"; eu entendi que ele quis dizer que eu tinha um rosto comum e que achava que isso era elogio - só se for lá no Peru, de onde ele vinha! - mas aí ele continuou dizendo que eu era uma pessoa muito apegada à família, aos pais, aos irmãos... Como ele era meio exotérico, preferi pensar que viu isso na minha aura - sim, creio nessas coisas - e não que estava puxando o saco. Mas é verdade, por menos que eu mesma tenha percebido por algum tempo, sou muito apegada aos meus pais, aos meus irmãos, aos sobrinhos... - mesmo que em alguns momentos fique fique difícil demonstrar ou até sentir isso: vide desentendimentos com minha irmã que tá lá em casa ainda.

Mas, como diria naquela novela lá das 6 que eu não lembro o nome, deixa eu ataiá: mês que vem meu irmão Lucas, de 26 anos vai oficializar o casamento com a esposa, mãe de seus dois filhos - foram precoces, os meninos - e meus pais ofereceram de presente pra mim e pros meus irmãos, pagar metade das passagens para que fôssemos pro casório. Calhou que domingo a TAM tava com uma mega promoção de até 95% nos bilhetes aéreos e pegamos passagens por praticamente metade do preço! Ou seja, compramos quatro passagens saindo daqui de Foz - minha irmã, com quem estou bem, meus sobrinhos e eu - e duas saindo de São Paulo - pro meu irmão que mora em Lins com a esposa! E todos no mesmo vôo!

Eu sou muito, mas muito empolgada com viagem, gente! Tô feliz porque sábado fui no Paraguai e tinha comprado uma mala linda - com direito a frasqueira, coisinha mais brega e útil que existe! - tô feliz porque vamos de avião e eu amo viajar de avião - tá, tem gente que vive viajando de avião, mas não é o meu caso - tô feliz porque comerei comida da Mãinha, terei sobrinhos grudados em mim o tempo todo, porque conhecerei um lugar diferente onde nunca pensei estar - divisa do Maranhão com Tocantins! - e tô muito feliz porque vou no mesmo vôo com meus irmãos! Há anos, há uns 10 anos não viajamos juntos já que o Tata foi estudar em Londrina, e depois a Flávia casou... e nossas vidas seguiram rumos diferentes nas férias.

Ah, outra coisa muito bacana: o Lucas e a Sami - esposa dele - não sabem que iremos! É surpresa pra eles :D

Bom, o moço peruano tinha razão... yo soy una persona muy familiar!

____
Foto: all my bags are packed by innocent greed.

Comentários

  1. Que legal a tua resposta ao tópico, gostei :)

    Brigadão pela visita e pelo comentário!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Surpresa até eles descobrirem seu blog :S

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Sheila, estou muy feliz por ti , de coração.
    Parece que vejo vc e sinto toda sua felicidade.
    Também adoro viajar de avião!
    E pra encontrar a familia então .....uuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiii que delícia este sentimento de alegria, companheirismo, amor e carinho estarem invadindo sua vida. Vc merece minha amiga!
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Ah! O que a Ellen disse é verdade...surpresa até eles descobrirem seu blog, rsrsrsrs
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi Litha,

    De nada. Sempre passo por lá :)

    ____

    Ellen,

    Eles não lêem o blog. rsrs

    ___

    Cris,

    Obrigada, querida :)

    E é o que respondi pra Ellen: eles, o Lucas e a Sami, não lêem o blog. Por isso eu escrevi, né gurias? :P

    ____

    Beijocas e boa quarta-feira pra vocês.

    ResponderExcluir
  6. E eu vou lá, vou lá, vou lá, vou lá, vou lá, vou lá...também...rsrs

    ResponderExcluir
  7. Ai, comprar maaaaala e frasqueira no PY *_* Adooooro!

    Olha só, você tem parentes em Lins! A família do meu ex é toda de Lins, mas eles moram em Caieiras.

    Boa viagem se a gente não se falar antes!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Sheila,
    Fiquei feliz só em "ver" toda essa sua felicidade!!
    Tenho certeza que você é "una persona muy familiar"!rsrsrs
    Bjs e maravilhosa viagem!

    ResponderExcluir
  9. Que maravilha!!

    fico muito feliz por vcs!!

    Não se esqueça do post gigante com direito À mts fotos!!

    ahh! tb amo avião!!

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Que feliz!!!! Que delícia de viagem vai ser! Não esquece de tirar fotos e de fazer um diário de bordo pra contar tudo pra gente quando voltar!

    bjinhos

    ResponderExcluir
  11. (Ok, terceira tentativa de postar um comentário NO MEU PRÓPRIO BLOG... rsrs)

    Flávia,

    Vamos sim :D
    ____

    Lu,

    Pois é, no Paraguai. E em camelô, menina, porque é a mesma mala das lojas e ainda pechinchei!

    A minha cunhada é de Lins. Daí meu irmão foi morar lá :)
    ____

    Sandra,

    Obrigada, obrigada, obrigada :D
    ____

    Cíntia,

    Obrigada! Podexá que postarei sobre a viagem. E duvido que só uma vez!
    ____

    Branca,

    Delícia mesmo! Adorei a idéia do diário de bordo!
    ____

    Beijocas e bom dia, gurias.

    ResponderExcluir
  12. Legal passar por aqui, voltarei.
    espero que melhore logo da gripe.
    abç

    ResponderExcluir
  13. Oi Márcio,

    Estou melhor sim, obrigada :)

    Bjks e obrigada por acompanhar o blog.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que é um "scammer"?

Eu fico tanto tempo sem escrever que, quando volto, fico com vergonha, pode?
Em minha defesa quero dizer que andei muito ocupada e sem nada de interessante pra escrever e que ando visitando os blogs que curto mas NÃO CONSIGO comentar há semanas! Sempre dá erro.
Mas, vamos ao que me motivou voltar a escrever um post. E senta confortável porque a história é longa mas muito séria e importante de ser conhecida.
Vocês já ouviram falar em scammer ou scam?
Scam, traduzindo meia-boca do original inglês, é um golpe, trambique, cambalacho. Scammer é quem o pratica. Na internet os scams mais conhecidos são aqueles golpes que com certeza vocês já conhecem de receber um email dizendo que tem um dinheiro em um banco africano e que você foi escolhido pra ficar com aqueles milhões. Já não recebeu um desses emails?
Mas existe mais um tipo de scam que tem se alastrado e que eu conheci este final de semana, da forma mais dolorosa: quase sendo vítima dele. É o scam romântico.
Se por um lado eu me enverg…

As calcinhas no varal

Hoje lavei minha roupa e, ao estendê-la no varal, fiquei chocada com a "qualidade" de boa parte das calcinhas que ali estavam.

As mulheres que têm entre 30 e 35 anos provavelmente cresceram ouvindo suas mães dizerem para cuidar com a roupa de baixo que usa porque se desmaiar na rua todos verão a calcinha velha, o sutiã com alça encardida - nem é o tema do post, mas quero avisá-las que é verdade! Um ex-colega de faculdade, bombeiro, diz que sim, eles reparam, mesmo nos momentos mais complicados de socorro, se as "moçoilas" estão com calcinha feia! - e falarão que a dona da lingerie é uma porquinha!

Daí hoje, olhando as calcinhas no varal, eu fiquei pensando que ali estavam aquelas calcinhas que normalmente eu usaria só pra dormir. Mas eu não só durmo! Ou seja, eu saí com boa parte delas!!

"Analisando" o varal, lembrei de que eu sempre tentei ser caprichosa com o que vestia por baixo da roupa. Mesmo quando era casada tentava usar lingerie arrumadinha e depois,…

25 em 2013 - Livro 5: Sua resposta vale um bilhão

Eu sinto tanto só agora escrever sobre Sua resposta vale um bilhão que li em fevereiro! Principalmente porque vou deixar muita coisa bacana do livro de fora. Mas gostei tanto que, mesmo assim, vale a pena.
Minha história com o livro é longa. Sou apaixonada pelo filme Quem quer ser um milionário - sobre o qual comentei efusivamente aqui, há 4 anos. Naquela época eu já tinha me interessado pelo livro, primeiro do autor - um diplomata indiano - mesmo correndo o risco de me decepcionar com o filme depois de lê-lo.
Namorei o livro longamente até que encontrei na Estante Virtual - um site que reúne sebos do Brasil inteiro - no comecinho do ano. Paguei R$ 4- sim, quatro reais! - por uma edição praticamente nova.
Quanto à história, muita coisa é diferente do filme - e necessário, se pensarmos na impossibilidade de adaptar um livro inteiro pra 2h de película. Escrevendo isso, o que me vem à cabeça é que, na verdade, o filme é inspirado na idéia central, do menino pobre, criado no mundo e que ganh…