20 agosto 2009

... y otras cositas (5)

Na corrida agora que as aulas recomeçaram.

***

Estou ficando meio histérica já depois do primeiro dia de aula - este semestre só temos aula nas quintas e sextas-feiras.

O motivo da histeria? Pouco mais de um mês para entregar a monografia final. Para assustar mais, preciso até o final do mês um material já digitado que minha orientadora considere suficiente para ser apresentado este ano, do contrário só irei pra banca ano que vem.

Agora é escrever, escrever e escrever! Confio em mim - soei convencida? rsrs - mas sei que o tempo é curto!

***

Outro medo é de ser dispensada pela escola particular onde farei o estágio de docência de Português. Minha colega que faria espanhol já foi dispensada porque eles disseram que precisarão repor as aulas perdidas. Daí me sobrarão apenas escolas estaduais... Hoje peguei com a esposa de um colega, que trabalha na Secretaria Estadual de Educação, escolas que ela considera tranquilas para estagiar.

Provavelmente teremos até o final de outubro pra entregar os relatórios - aumentando em duas semanas o prazo, devido ao recesso por conta da Influenza A - mas eu ficarei 10 dias fora viajando.

***

Tô no trabalho agora à tarde pra poder ir no grupo de estudo no CEPAC à noite. Sabe aquela fase da TPM em que paciência não existe? Tô assim hoje: sem paciência com turista, com telefone, com gente meio burrica... Daí tento ficar na minha, calada, o que nem sempre dá, muito menos no trabalho! Eu acho que a gente deveria poder tirar atestado por causa de TPM para proteger as outras pessoas! rsrs

***

E aí eu queria uma massagem do meio da cabeça até o calcanhar! Nossa, tô me sentindo toda tensa, toda dolorida... Uma amiga recomendou uma massoterapeuta onde esteve recentemente mas, o "porém" que ela ressaltou me incomodaria durante uma massagem: a moça fica conversando. E eu quero ganhar massagem pra relaxar. De preferência com aquelas músicas de relaxamento - passarinhos, águas, ventos, etc - como trilha sonora!

***
O blog me possibilitou encontrar mais gente legal ainda, distante fisicamente, e que se não fosse pela net eu jamais conheceria. A Branca, do Script Manent é uma delas; escreve coisas lindas, é super-querida e já é amiga de orkut. A Sandra, de As flores do jardim de AA que é um doce de pessoa e que me faz ler os comentários que ela faz aqui e o que ela escreve no blog dela, sossegada, em câmera quase lenta... rsrs. E a Cris, do Jardim da Cris, com quem eu descubro cada vez mais coisas em comum - a começar pelos aniversários próximos. Ontem a gente conversou à noite e dá-lhe mais afinidades! Acabei abrindo meu coração, chorando do lado de cá enquanto ela se segurava do lado de lá - porque tinha gente por perto, rsrs - e descobrindo que nossas vidas tem muita, mas muita coisa em comum mesmo!

Por essas e outras que eu não desacredito de amores e carinhos surgidos pela net!

***

Ah, do meu cabelo cortado: depois da primeira lavada foi um choque. Mas sempre é, né? Achei que tinha feito caca em cortá-lo, que tinha repicado demais, que podia ter me virado com ele como estava... Mas foi usar a pranchinha recém-adquirida e acertar a mão com ela - descobri que o melhor pro meu cabelo é usar a prancha antes de dormir, aí quando vou sair ele não tá espetado ou com cara de alisado. Além do mais, fico repetindo meu "mantra capilar": cabelo cresce, pior se fosse um dente que tivesse caído!

***

Tô no meio de uma resenha do livro A bolsa amarela, de Lygia Bojunga. Tenho na faculdade a matéria Literatura Infantil que é uma delícia. Este é o segundo livro desta autora que leio e vou dizer pra vocês que estou apaixonada! A leitura flui, é leve, mesmo quando os temas são dolorosos. Recomendo pra quem tem filho, neto, sobrinho...

***

E é isso. Vou voltar pro livro porque preciso terminá-lo para imprimir antes de ir embora! Bom restinho de semana pra vocês.

10 comentários:

  1. Oi, Sheila!
    Que tensão! Já passei por isso três vezes (falo do estresse com entrega de monografia)... Mas já já o alívio vem sem precisar da massagem, né?

    Pelo visto já está na reta final.

    Beijos,
    Talita.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, nossa hoje pensei o dia inteiro na nossa conversa, nas afinidades, nas lágrimas...adorei a conversa e apesar da sensibilidade...foi muito aprendizado!
    Adorei a dica da literatura infantil...pois o Rafa está estudando algumas literaturas infantis.
    Bjus e linda sexta - feira!

    ResponderExcluir
  3. Cruuuuuuuzes, monografia! Nem comento, porque desisti nas duas vezes que cheguei perto kkkkkk.

    Vem cá, você faz que curso? Letras? Na Unioeste? Minha amiga fazia letras/inglês na Unioeste, estaria fazendo o terceiro ano, mas voltou pra cá (Palotina).

    Beijos"!

    ResponderExcluir
  4. Minha nossa, Sheila! Quanta coisa, hein?! Mas no fim sempre dá certo... rs rs rs
    Os "afetos" virtuais são muito verdadeiros sim. E como!
    Um cheiro grande e boa noite.

    ResponderExcluir
  5. OI SHEILA! (Aprendi que escrever com letras maiúsculas é gritar...então estou gritando!!!! rsrsrsr)

    Vou mudar a ordem das respostas: primeiro o meio, depois o fim e por último o começo!

    Sempre tomo um susto quando vejo meu nome em um post! Vc. é um amor...obrigada pelo carinho, tenha certeza que é recíproco.

    Deixa eu te contar: agora acredito também em amizades ou amores virtuais. Antes não entendia como poderia ser possível...assim à distância os relacionamentos surgirem, crescerem como acontece na "vida real". Tenho uma amiga de longa data (desde o tempo do ginásio!) que conheceu um rapaz pelo MSN e começou a namorar ...e casou! Ele é da Dinamarca!!!!! Ela foi morar lá! Nossa, confesso que quando soube tomei um susto... conhecer pela Internet... casar...morar tãaaaaaaaaaaaaao longe!! Isso já faz uns oito anos. Ela continua casada e feliz! Agora posso afirmar que acredito em amizades ou amores virtuais!

    Isa foi convidade pela coordenadora do colégio para fazer massagem. O colégio contratou uma massagista para os vestibulandos. Resultado: ela adorou. Quando chegou em casa disse: Mãe, ela massageou até a ponta dos meus dedos! rsrs
    Como são muitos alunos, serão poucas as vezes que isto irá acontecer. Estou pensando em fazer um pacote com uma massagista para ela quando se aproximar a data das provas.

    Para você tenho uma sugestão: marque com esta massagista mas leve seu MP3 e fique de fones durante toda a massagem! E ouça seus sons de passarinho ! rsrsr

    Menina...vou cortar meu cabelo hoje! Já estou preocupada pois pra tirar o efeito "mãe da Santinha" pensei em repicar um pouco as pontas. Depois da sua experiência acho que vou rever esta idéia!! rsrsr

    Já anotei o nome do livro: A Bolsa Amarela. Sabe que por causa dos seus posts com os textos da Martha Medeiros resolvi comprar o livro dela Doidas e Santas? Estou esperando o correio entregar!

    Olha, quando viajar esqueça tudo, se desligue e aproveite cada minuto lá (ou melhor, cá no Nordeste! rsrsr). Dez dias passam rápido e o fim...tudo se resolve!

    Conheço bem a fase TPM. Digo sempre que a minha é TPMP. O último "P" significa permanente!! rsrsr

    Pra finalizar...Confie em você! Isso mesmo! Se precisar de uma ajudinha diária, vai lá no meu blog e leia diariamente as frases de incentivo que venho colocando pra Isa. Tenho certeza que ela não vai se importar em "dividir" com você! rsrs

    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Oi Talita,

    Pois é, menina, um stress meio grandinho... mas quero massagem de qualquer jeito! rsrs
    ____

    Oi Cris,

    É sempre aprendizado, né?

    Dos livros, hoje tivemos a aula e comentamos outros livros dela. As opiniões todas foram positivas, então pode comprar qualquer um dela pro Rafa.
    ____

    Lu, sua fujona!

    Não é pra tanto, guria! Toma coragem e volta pra fac!

    Sim, é na Unioeste que faço. Quem era sua amiga? Será que conheço?
    ____

    Dora,

    Sim, sim, no final sempre termina dando tudo certo :)
    ____

    Sandra,

    De nada :) rsrs

    Eu conheci meu ex-marido pela net, menina, então sempre acreditei nesses amores e nas amizades. Só acho que em um relacionamento amoroso nada substitui a convivência, e isso fez falta no começo do casamento e depois com coisas que fomos descobrindo ao longo do caminho. Mas nada anormal.

    Ai, que inveja - boa! - da Isa na massagem! Acho legal a idéia da massagem. Essa fase de vestibular tem que ser a menos tensa possível, né? Ainda mais pro curso que sua filhota escolheu.

    Já pensei no mp3! É realmente uma boa opção. rsrs

    Mas eu tenho muuuuito cabelo, Sandra! Muito mesmo! Daí que muito curto ele arma. Se o seu é mais normal, é menos preocupante :)

    Olha, na Americanas os livros da Martha Medeiros costumam estar sempre com alguma promoção! Além do "Doidas e santas" eu gosto muito do "Non-stop", do "Trem-bala"... e vou parar porque senão simplesmente relacionarei todos os livros dela que tenho - uns 6, eu acho.

    Não vai dar pra esquecer de tudo na viagem. Tô fazendo as contas de dias e viajarem na reta final de entrega da monografia, ou então a termino até o dia de viajar! Preciso passar pra professora pelo menos uns 10 dias antes de entregar pra banca, e isso vai dar... na semana que estarei em Estreito! Mas, sem problemas. Nada que computador à mão não resolva ;)

    Eu tenho dó de quem tá perto de mim na TPM. Hoje foi bem mais tranquilo e até fui engraçada na fac. Acho que tá passando a fase de dar mordidas em quem se aproxima muito... rsrs

    E vou ler suas mensagens de encorajamento sim. Obrigada. E obrigada a Isa por dividi-las comigo.
    ____

    Beijos e maravilhoso fds pra vocês, gurias.

    ResponderExcluir
  7. Oi Sheila, passei pra desejar um lindo , doce e apaixonante domingo pra ti!
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. No fim tudo dá certo e seu cabelo tá ótimo!!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  9. Eu sei bem o que é isso de correr com a monografia, tbém estou na luta com a minha.

    Mas a gente consegue, com bastante café pra ajudar...hahaha

    Mta força aí... bjo

    ResponderExcluir
  10. Sheila, quanta coisa para fazer!! mas isso não da um gostinho de dever cumprido? Vitória, não é mesmo? bjs e boa semana.

    ResponderExcluir