20 junho 2009

Sobre medo e renovação

"Tu tens um medo:
Acabar.
Não vês que acabas todo o dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo o dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.

E então serás eterno."

(Cecilia Meireles)

7 comentários:

  1. Bom, pelo menos agora eu já sei como fazer o traço cinza, hahaha!

    Lindo esse post! Cecília Meireles é perfeita!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Sheila! Tudo ok?
    Você deixou comentário lá no blog, mostrando interesse pela bolsa carteiro, né? Só que preciso do seu CEP exato para calcular o frete. Se quiser, também pode mandar por e-mail pra : decabidepracabide@gmail.com Aguardo seu contato. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Amorinha,

    Pois é, pelo menos faz o traço cinza... rsrs

    ___

    Ju,

    Mando por email.

    ___

    Bjks e boa semana pras duas.

    ResponderExcluir
  4. Adoro Cecilia Meireles, me identifiquei com seu blog, retrata muito como me encontro emocionalmente, talvez seja a idade, tb tenho 34 e sou de aries>
    Bjus, Cris

    ResponderExcluir
  5. Oi Dora,

    Lindo poema, né?

    ___

    Cris,

    Ah, guria, será que é da idade então? rsrs

    Sou do dia 14, e você?

    ____

    Bjks nas duas.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Sheila, estou torcendo pela sua gatinha.
    E olha sou do dia 12/04!
    Bjus e boa tarde!
    Cris

    ResponderExcluir