29 janeiro 2009

Li: A irmã do vizir

Durante o ano letivo, praticamente tudo que leio é relacionado à faculdade. Acabo ficando presa aos livros "técnicos" por falta de tempo.

Por conta do meu trabalho de evangelização infanto-juvenil, de palestras e de grupo mediúnico na Casa Espírita que frequento, muitos trechos - mas não livros inteiros - de livros espíritas acabam sendo lidos; A irmã do vizir foi o primeiro em muito tempo que li inteiro.

O livro traz várias histórias que narram experiências do grupo mediúnico de Hermínio Miranda e que tem como objetivo, servindo como exemplo, ajudar a organização de outros grupos mediúnicos. Pode ser um livro lido por "curiosos" que apenas querem saber como é uma comunicação mediúnica e o que o espírito conta, mas é muito mais útil para quem estuda e pratica a doutrina espírita.

É um livro pequeno, fácil de ler, mas nem sempre fácil de digerir porque emociona, toca em muitos momentos, afinal traz histórias plenas de sofrimento, de equívocos... mas também mostra como não falta amparo divino mesmo para os espíritos mais endurecidos.

Hesitei um pouco em falar do livro aqui porque não creio que haja muito interesse por ele, já que poucos são espíritas entre os que seguem o blog - dos que conheço, nenhum atualmente "praticamente" - mas eu li, então quis contar.

Recomendado para quem quer saber alguma coisa de reuniões mediúnicas, mas que não espera aqui um "guia". Para isso, existem outras obras, inclusive do próprio Hermínio, mais adequadas.


Título original: A irmã do vizir - e outras histórias que os Espíritos contaram
Autor: Hermínio C. Miranda
Editora: Edições Correio Fraterno

Nenhum comentário:

Postar um comentário