Pular para o conteúdo principal

Amizades: a amíngua

Desde que criei o blog, pensava em falar dos meus amigos porque, ao contrário do Roberto Carlos, nunca quis "ter um milhão de amigos", mas tenho uns poucos muito especiais.

Resolvi começar pela Vanessa.

Nos conhecemos em 1996. Eu fazendo o último ano da faculdade de Turismo e ela no penúltimo, colega da minha irmã. Morávamos perto, afinidades foram aparecendo - a primeira foi eu estar namorando um português na época e ela já ter namorado um! rsrs - e começamos a sair juntas, a ir pra aula à noite juntas.

A Vanessa é uma pessoa de quem raramente alguém não gosta! Ela tem um senso de humor ótimo, é super-espirituosa e é também a mulher que mais fala palavrão que conheço... e, no entanto, não fica pesado na boca dela!

Ela é, provavelmente, a pessoa mais apaixonada por animais que conheço, muito mais do que eu! Já a vi fazendo coisas que não teria coragem de fazer para ajudar um gatinho recém-nascido fazer cocô e já presenciei muitas lágrimas - se não presenceie, ouvi pelo telefone - derramadas por destinos menos afortunados de animaizinhos.

Atualmente ela está estudando italiano! E fala bastante coisa já... até que encontra um italiano, daí bloqueia, o que é muito bobo da parte dela, já que sabe a língua! A Vane é também minha colega de trabalho - pois é, hoje trabalhamos juntas! - que melhor fala inglês.

Se eu deixar, ela me apresenta as músicas mais esdrúxulas existentes - e não faço idéia de como as descobre! -, além de desavergonhadamente cantar Calypso entre outras coisas que não conheço - Calypso eu conheço...

A Vane não é o tipo de amiga que dá conselhos, mas é alguém que me recebe quando ligo chorando e aviso que tô indo pra sua casa. Que me ligou chorando quando leu do Enzo, que não tem ciúmes da mãe dela ser querida comigo. É a minha acompanhante nas idas ao cinema - mesmo que me irrite quando ri no meio de um drama!

Tem muita gente que pergunta se somos irmãs, nossas mães já confundiram nossas vozes no telefone e já acharam também que somos namoradas - o que não deixa de ser uma opção, se nada heterossexual der certo até os 40 anos!

Por que "amíngua"? Não sei, apenas começou e hoje nos chamamos assim. Mas ela não tem praticamente nada de íngua, já que nunca me incomoda!

É uma amiga que amo imensamente! Que é como uma irmã pra mim... com a vantagem de não haverem brigas.

(e não é pra chorar quando ler isso, sua boba! rsrs)

_______________
Foto: Friendship is ... by icairocks

Comentários

  1. Olá, adorei o seu bog, amigas são irmãs que escolhemos, tem tudo para dar certo sempre, bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Adorei o seu blog também! Por isso o estou "seguindo"! :)

    Beijocas e boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Além de tudo ela já ligou em horas impróprias que só uma verdadeira amiga poderia ligar...e nenhuma das duas se importar e muito além disso, interromper o que estava a fazer e prosear...rsrs
    Um beijo pra Vane

    ResponderExcluir
  4. Interrompeu conversa! Nada demais...

    ResponderExcluir
  5. Concordo com a mocinha lá em cima: amigos são a família que escolhemos, é natural que sejam nossos irmãos também...

    ResponderExcluir
  6. É, são os irmãos escolhidos :)

    ResponderExcluir
  7. Olá, Sheila!!! Eu também prefiro uns poucos amigos do que um milhão!
    Boa noite e um cheiro grande.

    ;)

    ResponderExcluir
  8. Olá Dora!

    Que o "Rei" fique com seu "milhão de amigos e bem mais forte poder cantar"! rsrs

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  9. ja agradeci pessoalmente neh amigaaaaaaaaaaaaaa!!! heheheh
    senao eu choro de novo!
    PS: como diz vc...manda o Duco ir pentear macaco haiaihaiahi
    bjuuu
    e depois escrevo algo descente!

    ResponderExcluir
  10. Tá bão, não vai chorar de novo! hahaha

    O Duco "maldando" as coisas! Querendo fazer o povo pensar mal de nós três! hahaha

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  11. é realmente a Vane é tudo isso e muito mais ainda,dificil ficar triste perto dela e não falarmos besteiras e algum palavrões leves...hehehehehehehe amo ela e você amigas do meu coração.........

    enorme beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que é um "scammer"?

Eu fico tanto tempo sem escrever que, quando volto, fico com vergonha, pode?
Em minha defesa quero dizer que andei muito ocupada e sem nada de interessante pra escrever e que ando visitando os blogs que curto mas NÃO CONSIGO comentar há semanas! Sempre dá erro.
Mas, vamos ao que me motivou voltar a escrever um post. E senta confortável porque a história é longa mas muito séria e importante de ser conhecida.
Vocês já ouviram falar em scammer ou scam?
Scam, traduzindo meia-boca do original inglês, é um golpe, trambique, cambalacho. Scammer é quem o pratica. Na internet os scams mais conhecidos são aqueles golpes que com certeza vocês já conhecem de receber um email dizendo que tem um dinheiro em um banco africano e que você foi escolhido pra ficar com aqueles milhões. Já não recebeu um desses emails?
Mas existe mais um tipo de scam que tem se alastrado e que eu conheci este final de semana, da forma mais dolorosa: quase sendo vítima dele. É o scam romântico.
Se por um lado eu me enverg…

As calcinhas no varal

Hoje lavei minha roupa e, ao estendê-la no varal, fiquei chocada com a "qualidade" de boa parte das calcinhas que ali estavam.

As mulheres que têm entre 30 e 35 anos provavelmente cresceram ouvindo suas mães dizerem para cuidar com a roupa de baixo que usa porque se desmaiar na rua todos verão a calcinha velha, o sutiã com alça encardida - nem é o tema do post, mas quero avisá-las que é verdade! Um ex-colega de faculdade, bombeiro, diz que sim, eles reparam, mesmo nos momentos mais complicados de socorro, se as "moçoilas" estão com calcinha feia! - e falarão que a dona da lingerie é uma porquinha!

Daí hoje, olhando as calcinhas no varal, eu fiquei pensando que ali estavam aquelas calcinhas que normalmente eu usaria só pra dormir. Mas eu não só durmo! Ou seja, eu saí com boa parte delas!!

"Analisando" o varal, lembrei de que eu sempre tentei ser caprichosa com o que vestia por baixo da roupa. Mesmo quando era casada tentava usar lingerie arrumadinha e depois,…

25 em 2013 - Livro 5: Sua resposta vale um bilhão

Eu sinto tanto só agora escrever sobre Sua resposta vale um bilhão que li em fevereiro! Principalmente porque vou deixar muita coisa bacana do livro de fora. Mas gostei tanto que, mesmo assim, vale a pena.
Minha história com o livro é longa. Sou apaixonada pelo filme Quem quer ser um milionário - sobre o qual comentei efusivamente aqui, há 4 anos. Naquela época eu já tinha me interessado pelo livro, primeiro do autor - um diplomata indiano - mesmo correndo o risco de me decepcionar com o filme depois de lê-lo.
Namorei o livro longamente até que encontrei na Estante Virtual - um site que reúne sebos do Brasil inteiro - no comecinho do ano. Paguei R$ 4- sim, quatro reais! - por uma edição praticamente nova.
Quanto à história, muita coisa é diferente do filme - e necessário, se pensarmos na impossibilidade de adaptar um livro inteiro pra 2h de película. Escrevendo isso, o que me vem à cabeça é que, na verdade, o filme é inspirado na idéia central, do menino pobre, criado no mundo e que ganh…