02 dezembro 2008

Escolhas

Alguém com um sorriso lindo no rosto corre em sua direção.
Com ambas as mãos escondidas atrás do próprio corpo, esse alguém pede que você escolha uma das mãos ... Vamos lá!!! Escolha uma delas!!!

Primeiro a surpresa, depois o momento de decisão: qual das duas escolher? Dois caminhos ... uma dúvida seguida de uma escolha que lhe dará um resultado.

Desde muito cedo, escolhas nos são oferecidas pela vida e, invariavelmente, sendo o leme condutor dela. Escolhemos caminhos, coisas, rumos, pessoas ... Escolhemos e somos escolhidos. Se deixamos de escolher, acabamos sendo guiados pela escolha de alguém com mais determinação e seguimos em frente, até o ponto de nossas vidas onde
nos damos conta que houve uma escolha errada.

Sempre há tempo para novas escolhas mas não há como apagar marcas de uma escolha pouco sábia. Aprendemos escolhendo. Ensinamos com nossas escolhas. Conhecemos novos caminhos com escolhas pessoais ou escolhas do Outro. Sorrimos ou sofremos com essas escolhas...

As escolhas são diárias, portanto, as oportunidades para novos rumos são também diárias. A escolha é sua, é minha, é de todos que querem realmente. Criamos nosso futuro diante de novas escolhas. Repetir escolhas insensatas é permanecer numa situação que pouco (ou nada), nos acrescenta enquanto Seres.

Somos quem escolhemos ser...

(www.sokarinhos.com.br - autor desconhecido)

________________
Foto: Two roads by EyesFallFast.

Nenhum comentário:

Postar um comentário