19 dezembro 2008

Vi: Antes de partir

Há alguns meses um amigo me falou desse filme. Na verdade, falávamos de céu e inferno dentro das religiões e ele comentou uma cena de "Antes de partir".

O enredo é o seguinte: Carter (Morgan Freeman) é um gentil mecânico com uma cultura (boa parte daquele tipo meio inútil) enorme que se descobre com câncer e que, durante uma estada no hospital para fazer quimioterapia, conhece o rabugento Edward (Jack Nicholson), o dono do hospital, também doente que, pelo que eu chamaria ironia do destino, caso acreditasse nisso, vai parar internado no mesmo quarto que ele.

Claro que, para ter um filme, dois tipos tão diferentes começam uma amizade baseada no diagnóstico comum de, no máximo, um ano de vida. A partir de uma idéia de Carter de fazer uma lista de coisas a se fazer antes de "bater as botas", os dois saem pelo mundo realizando seus últimos desejos. Safári na Tanzânia, jantar na Côte D'Azur, escalar o Himalaia, praticar skydiving, visitar as pirâmides do Egito... E é lá que os dois têm o diálogo comentado pelo meu amigo: Carter conta para Edward que os egípcios acreditavam que, para entrar no "céu", precisavam responder duas perguntas: Você foi feliz? E a segunda: Você fez as pessoas felizes? O filme aproveita essas questões do que é felicidade e de vida e morte (Carter é super-religioso e Edward é um grande cínico!) de forma leve, gostosa.

Além dos dois protagonistas afiadíssimos (alguém já viu um deles ruim em um filme?), o destaque é para o assistente de Edward (Sean Hayes, de Will & Grace) que tem tiradas hilárias o tempo todo!

Uma delícia de filme. Fui dormir às 2h mas sem estar com o sono pesando, feliz, de coração leve. Recomendo!

2 comentários:

  1. ok, não curto muito esse tipo de filme, curto tiro, porrada e explosão.

    mas se surgir uma oportunidade darei uma chance a este filme. Você já pensou em ser publicitária? ( se é que já não é )

    ResponderExcluir
  2. rsrs

    Não, sou turismóloga e, logo, professora de português e espanhol.

    Você curte o tipo de filme que me arrepia só de pensar em assistir... e garanto que não é de emoção! rsrs

    Beijinhos.

    ResponderExcluir